segunda-feira, 10 de junho de 2019

10 de Junho: Dia de Portugal, da raça portuguesa e de Luís de Camões (c.1524 - 1580), o soldado-poeta que foi um dos maiores portugueses de sempre


     A todos aqueles que, ao longo da História, deram o seu sangue, suor, lágrimas... e, em muitos casos, até a própria vida em batalha ou em cativeiro, para que hoje pudéssemos ter este nosso pequeno país. Nem todos esqueceram os vossos sacrifícios, nem todos desistiriam da vigília. "Dai-nos o exemplo inteiro e a vossa inteira força"!!!



«Esta é a ditosa pátria minha amada,
A qual se o Céu me dá que eu sem perigo
Torne, com esta empresa já acabada,

Acabe-se esta luz ali comigo.
De Luso, ou Lisa, que de Baco antigo
Filhos foram, parece, ou companheiros,

E nela então os Íncolas primeiros.»
"Os Luísadas", Canto III, Estância 21
Luís Vaz de Camões (c. 1524 - 1580)

26 comentários:

  1. Orgulho nacionalista!

    ResponderEliminar
  2. https://www.radiocondestavel.pt/radio/index.php/noticias/30248-serta-combatentes-do-ultramar-homenageados-em-lisboa, "Pelas 12:33 acontece a Cerimónia inter-religiosa católica e muçulmana"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bonito! Parece que as "celebrações ecuménicas" do Marcelo Rebelo de Sousa estão a fazer escola! Obrigado pelo link!

      Eliminar
    2. Se andar para trás na box e der uma vista de olhos nos telejornais da SIC de hoje vai ter a oportunidade de ver o famoso imã espancador de mulheres em acção.

      Eliminar
    3. Queria só dizer que vai encontrar a notícia no telejornal. O imã "em acção" referia-me a ele a pregar, não queria dizer que tinha voltado a mostrar o seu lado árabe. Cumprimentos.

      Eliminar
  3. Apesar do estado em que estamos de quebra da nossa identidade, devido à invasão, de sermos governados por uma classe de oportunistas que nos impõe a sua visão corrupta e multicultural, multiracial sem fronteiras. O amor a Portugal serrá para sempre, orgulhosamente português e europeu. É nestes momentos que temos que continuar firmes a espalhar a palavra, a acordar os portugueses e a resistir. Estarmos informados, ler, sejam referências da área como Faye ou Venner, mas um pouco de tudo, porque, só venceremos de ganharmos a batalha das ideias. Obrigado por continuares a actualizar o TU Afonso.

    Viva Portugal!

    ass. Fuas Roupinho


    «.... De pé, olhos bem abertos, face ao Inimigo, unidos em bloco firme, os dentes cerrados, resistir, combater até à morte, na defesa do Património sagrado que herdamos, para, ao menos, salvarmos a honra do nosso nome. Descer as pontes da fortaleza - jamais!» Alfredo Pimenta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «Obrigado por continuares a actualizar o TU Afonso.»

      Obrigado eu, por continuares a passar por aqui regularmente, camarada.


      «O amor a Portugal serrá para sempre, orgulhosamente português e europeu.»

      Sem dúvida...e todos os que disserem o contário são inimigos de Portugal e da Europa, mesmo que se autoproclamem nacionalistas.

      Saudações Nacionalistas!

      Eliminar
  4. O TU é definitivamente um dos blogs faróis do nacionalismo português e uma fonte de inspiração. Dá-me tristeza ver que existem blogs nacionalistas cujo ultimo post foi há mais de uma década... Pergunto-me porquê.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo elogio e encorajamento, caro SdP! Eu digo sempre que aquilo que mais me orgulho no TU são os leitores. E não o faço de ânimo leve: eu já ando nisto desde 2006 e posso dizer que o nível das discussões nas caixas de comentários da blogosfera nacionalista é geralmente muito baixo. Há excepções a esta regra, é claro, mas aquilo que os meus comentadores escrevem aqui, em termos de poder de observação e espírito crítico, está claramente acima da média. Isso faz-me querer continuar, mesmo que haja períodos em que me falta vontade…

      Quanto aos blogues nacionalistas parados, é difícil apontar uma única causa, mas eu julgo que o principal problema é a falta de tempo aliada a um fenómeno de saturação. À medida que as nossas responsabilidades laborais e familiares vão aumentando, o tempo que sobra para estas coisas vai diminuindo. E depois há notícias que, do ponto de vista psicológico, arrasam uma pessoa. Aquela sondagem que eu divulguei há uns tempos sobre 88,6% dos portugueses serem a favor da vinda de mais imigrantes dos PALOP, por exemplo, deu cabo de mim quando primeiro a li. Estive quase um mês sem actualizar isto, perguntei-me várias vezes se valeria a pena continuar a perder tempo com o TU quando o povo português é tão estupidamente autista e suicida.

      Felizmente, o tempo acaba por amenizar o desconsolo das más notícias…

      Eliminar
  5. Mais um "jovem" que adora uma branquinha https://m.extra.globo.com/tv-e-lazer/telinha/namorada-de-nego-do-borel-duda-reis-estreia-em-malhacao-23692834.html

    ZéDoBurro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E uma branquinha que adora um "jovem"! ;) Obrigado pelo link!

      Eliminar
  6. Preto e branca, ele 20s ou talvez 30s, ela 20 no maximo

    Ilo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, caro Ilo! Quando é que regressa às lides vlogueiras?

      Eliminar
  7. https://observador.pt/2019/06/12/joao-miguel-tavares-defende-ensino-do-crioulo-em-escolas-portuguesas/

    Raquel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado! Na sequência do discurso dele no 10 de Junho, tão elogiado pelos mé(r)dia, só podia vir uma asneira como esta...

      Eliminar
    2. Puta que o pariu. É a única coisa que tenho a dizer. Parece uma lei fundamental do Universo que um português não pode dizer uma coisa minimamente aceitável sem vir por trás dar uma cacetada na raça e na Pátria. Já no discurso dele veio com o vómito da tolerância e da integração. Puta que o pariu. Quem quer vir venha, quem não quer vir não venha. As condições são estas. Portugal já tem problemas de sobra para andar a preocupar-se com as ex-colónias que quiseram a independência.

      Já na visita a Cabo Verde, tão divulgada pelos merdia, os "jovens" passaram o tempo a pedir vistos fáceis entre Portugal e Cabo Verde. Hahahaha!! Como se houvesse algum benefício para Portugal! O Costa defendeu-se com o facto de a UE não permitir... O que ironicamente me faz pensar que se não fosse a UE se calhar já éramos minoria. Cumprimentos.

      Eliminar
    3. Eu nunca gostei desse fulano... nunca! Há pessoas que o consideram razoável e moderado, mas eu sempre o vi como aquilo que ele é: um elitista pedante e lacaio orgulhoso da superclasse globalista. Tem momentos lúcidos, é inegável... mas, no cômputo geral, ele é uma besta, uma reles prostituta cosmopolita. Ele representa o que de pior existe na sociedade portuguesa: a mania da superioridade e a condescendência intelectual disfarçada de bom senso. Eu nem sequer acho que ele tenha cara de português, embora reconheça que, nestas coisas, as aparências por vezes enganam.

      Qualquer pessoa que ache que Portugal e os portugueses têm de fazer cedências para “integrar” os estrangeiros é um traidor, sem apelo nem agravo. Quem chega é que tem de fazer cedências, não o contrário. Os brasileiros e os africanos também não fazem cedências para os portugueses que vivem nos seus países. Nem têm de fazer! Em cada casa manda quem lá vive…

      Eliminar
  8. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro "FdT" (estou a usar aspas porque não tenho a certeza de que tenha sido mesmo o FdT a escrever o comentário anterior):

      Eu agradeço muito o link, que até guardei para publicar mais tarde, mas não posso permitir comentários integralmente escritos em maiúsculas neste espaço. Passei vários anos a tentar fazer com que o Caps Louco perdesse esse hábito horrível... agora que consegui que ele acedesse, não posso permiti-lo a mais ninguém!

      Eliminar
    2. Ainda bem que mesmo não comentando sempre eu leio quase todos os posts deste blog senão tinha sido mais um impostor a fazer-se passar por mim sem que eu desse conta. O verdadeiro FdT (portanto eu) não fez nenhum comentário neste post caro blogueiro.

      Ass:FdT

      Eliminar
    3. Obrigado, caríssimo! Eu vi logo, pela forma como a coisa tinha sido escrita, que dificilmente poderia tratar-se do caro FdT. E já não é a primeira vez que isto acontece... enfim, há gente que, aparentemente, não tem nada de jeito para fazer.

      Eliminar
  9. https://www.google.com/amp/s/observador.pt/2019/06/11/portugal-e-cabo-verde-unidos-pela-livre-circulacao-esperam-boas-noticias-na-cplp/amp/

    A coisa está preta caro blogueiro a coisa está seriamente preta :(

    Valha-nos os regulamentos da UE e o cepticismo que eu penso que Angola tem em relação a esta livre circulação...já não tenho palavras para descrever estes pulhiticos que nos desgovernam e destroiem completamente, este país está-se a tornar numa autêntica paira de mau gosto.

    Ass:FdT (o verdadeiro)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Triste, mas nada surpreendente. Quando eu denunciei em tempos que o Costa queria criar um "Espaço Schengen da Lusofonia", houve quem se risse de mim, por achar que eu estava a exagerar. Até mesmo o PNR fez uma posta na sua página do fuçaslivro a minimizar as intenções do indiano.

      Pois ela aqui está, a tal “comunidade aberta a todos” vai sendo construída passo a passo, hoje Cabo Verde, amanhã S. Tomé e Príncipe ou Timor-Leste e depois lá virá o resto da CPLP a reboque. Isto é particularmente grave, sobretudo porque até mesmo entre os nacionalistas parece haver quem veja isto com bons olhos. Esta parte é pura e simplesmente aterradora:

      «O primeiro-ministro português salientou que estão em causa dois processos, um na CPLP, originalmente proposto por Portugal para que “o reconhecimento da liberdade de residência tornasse desnecessária a existência de vistos” e também houvesse “reconhecimento de competências e de qualificações” e “portabilidade de direitos sociais”.

      Segundo António Costa, existe atualmente “uma vontade política muito alargada” na CPLP em relação a esse “acordo de largo espetro de mobilidade”.
      »

      “Largo espectro de mobilidade!” E o pior de tudo é que eu já nem espero grande oposição a isto por parte da EU, porque eles já abriram outras excepções para outros países. Mesmo sabendo que os cabo-verdianos querem ir sobretudo para a Europa e não para Portugal, não deverá haver grande resistência por parte dos lacaios globalistas.

      Enfim… muito obrigado pelo link, caríssimo. É deprimente, mas absolutamente necessário!

      Eliminar
    2. "Até mesmo o PNR fez uma posta na sua página do fuçaslivro a minimizar as intenções do indiano."

      Portugal é mesmo assim, o que ontem era impensável e quase distópico hoje torna-se realidade sem grande oposição popular. É também o que dá não haver um movimento nacionalista em condições e com algum apoio popular: os costas sentem-se "á vontadinha" para impor todo o tipo de aberrações.

      "E o pior de tudo é que eu já nem espero grande oposição a isto por parte da EU"

      Exato isso é apenas um entrave que mais cedo ou mais cedo esta cambada de imbecis vai conseguir contornar.

      Ass:FdT

      Eliminar
    3. «Portugal é mesmo assim, o que ontem era impensável e quase distópico hoje torna-se realidade sem grande oposição popular.»

      Os "tugas" são dos povos que mais seguem as modas sem pensar duas vezes. Mesmo quando a moda não faz qualquer sentido...


      «É também o que dá não haver um movimento nacionalista em condições e com algum apoio popular: os costas sentem-se "á vontadinha" para impor todo o tipo de aberrações.»

      Exacto, não sentem qualquer pressão política para terem cuidado. Sabem que podem abrir as comportas da imigração massiva à vontade...


      «Exato isso é apenas um entrave que mais cedo ou mais cedo esta cambada de imbecis vai conseguir contornar.»

      Até porque a UE não tem impedido o declínio demográfico do resto da Europa. Pelo contrário, até o tem incentivado...

      Eliminar

TODOS os comentários têm de ser assinados. Além disso, os comentadores deverão observar as regras do blogue.