quinta-feira, 28 de março de 2019

Em Itália: imã fanático é "convidado de honra" na Feira da Esperança de Milão


      As feministas irão em breve manifestar-se contra isto. Mas mesmo muito em breve! Ainda antes de morrermos todos! É "limpinho, limpinho", como dizia o Jesus da Amadora...

«O imã Jassem Al-Mutawa é um dos convidados de honra da Feira da Esperança de Milão, um evento levado a cabo pela ONG internacional Islamic Relied. No entanto, o convite está a gerar polémica em Itália, isto porque o clérigo muçulmano ficou conhecido por ir a um programa de televisão ensinar as melhores técnicas para os homens baterem nas mulheres para as disciplinar.»


«A menos de um mês do evento, que vai decorrer nos dias 20 e 21 de Abril, o jornal italiano II Giornale publicou a notícia, depois de uma denúncia de um especialista em assuntos islâmicos, Lorenzo Vidino.
“Um marido que bate na mulher por vingança ou maldade comete um pecado. O objectivo da agressão é passar uma mensagem, dizer: ‘Não estou agradado com o teu comportamento, começa a comportar-te bem’”, diz Al-Mutawa, no vídeo disponível no Youtube.»

Atenção agora, que este parágrafo é muitíssimo interessante:
«“Hoje, os ocidentais criticam-nos por causa de batermos nas mulheres, no Islão. Mas nenhuma mulher muçulmana morreu por causa das agressões do marido. E se isso alguma vez acontece nas nossas sociedades é considerado muito raro e todos os jornais falam disso. Porém, de acordo com as últimas estatísticas da ONU, de 1999-2000, a cada 12 segundos uma mulher é espancada pelo marido nos Estados Unidos. Em alguns casos, estas agressões levam à morte da mulher”, acrescenta ainda.
O mesmo programa onde o clérigo muçulmano participou também já havia tido uma secção onde ensinava as mulheres a cobrir com maquilhagem as marcas de maus-tratos.
 Beppe Sala, presidente da Câmara de Milão, já foi chamado a intervir.»

Ora, eu não faço a mínima ideia se as estatísticas mencionadas pelo "clérigo" islâmico são verdadeiras ou não. Duvido muito que os países islâmicos as compilem adequadamente. Mas eu não ficaria admirado se houvesse alguma verdade nelas. Que fique bem claro que eu não defendo que os homens possam bater nas mulheres. Não quero de forma alguma legitimar aquilo que os muçulmanos fazem.

Mas estou cada vez mais convencido de que muita da violência doméstica a que assistimos no Ocidente decorre precisamente do declínio da masculinidade dos homens europeus e norte-americanos. Um homem masculino sabe perfeitamente que, se a sua mulher se portar mal, for infiel ou injusta para com ele de alguma forma, ele pode arranjar outra facilmente. Homem que é homem sabe que a melhor forma de exigir respeito é estar disposto a sair pela porta fora se for abusado. Um homem feminino, pelo contrário, não acredita no seu valor, pelo que acha sempre que jamais conseguirá substituir a mulher que tem a seu lado. Por conseguinte, ele é capaz de fazer tudo para manter a sua mulher junto de si, podendo ir até ao extremo de matá-la. Como dizia aquela canção dos Guns N' Roses, "I used to love her, but I had to kill her. I knew I'd miss her, so I had to keep her."

Esta coisa de os homens muçulmanos poderem bater à vontade nas suas mulheres é evidentemente uma desgraça, mas se o paradoxo mencionado por este clérigo for mesmo verdade, então há uma reflexão que nós, ocidentais com a puta da mania que somos superiores, temos obrigatoriamente de fazer: como é que se explica esta contradição?...

11 comentários:

  1. Bom ele diz que nos países muçulmanos é raro casos de violência doméstica fatal, tendo em conta que as mulheres em países árabes (penso eu que nunca lá fui) são submissas e não confrontam violentamente os maridos como muitas mulheres no Ocidente e tendo em conta que eles não bebem álcool, e como sabemos grande parte dos homens ocidentais que agridem as esposas com frequência são alcoólicos, o tipo pode ter razão.

    Quanto a possíveis manifs das feministas o caro sabe que isto está muito relacionado com a melanina: quanto mais branco o "opressor" mais indignação feminista, e como o tipo parece ser um arábe dos mais claros a indignação cresce mas mesmo assim ele é muslo (a sagrada religião alogena) e isso tem peso por isso deve ser só uma manifestação pequenina, nada comparado com as grandiosas manifs contra o assassino machista Donald Trump lol

    Ass:FdT

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LOL! Devo dizer-lhe, caro FdT, os seus comentários sempre foram muito bons, mas ultimamente têm sido simplesmente excelentes! Eu nem consigo acrescentar mais nada, o caríssimo disse tudo!... E com uma dose salutar de humor que, infelizmente, escasseia muitas vezes na blogosfera nacionalista.

      Eu tenho pensado muito a sério na conversa que tivemos em tempo com o Ilo Stabet e que, mais recentemente, eu continuei com o Stonefield acerca do comportamento dos muçulmanos e da aparente superioridade do Islão em certos domínios, nomeadamente o da valorização da família. Passei a minha vida toda a louvaminhar o Ocidente como o a melhor coisa de todos os tempos, mas os últimos anos têm-se-me tornado particularmente amargos no que respeita ao declínio da nossa civilização. Afinal quem é realmente superior? Quem se deixa conquistar e subjugar ou quem conquista e subjuga? A História diz-nos que é sempre quem conquista e subjuga, mesmo que depois haja actos de contrição como aqueles que o Jared Taylor refere no vídeo abaixo...

      Eliminar
  2. surreal imagina se fosse um ocidental dizendo isso o escandalo vamos ter de vestir toalhas na cabeça se quisermos voltar a ter direitos kk

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É realmente estupidificante. No Ocidente, tudo é "misoginia". A Oriente, tudo é cultura que deve ser respeitada.

      Eliminar
  3. Tá parecendo que um dos objetivos da elite é realmente islamizar o Ocidente, transformar tudo em um Iraque - Síria.. Ou ainda pior, um Sudão ou Nigéria. (parece-me que eles estão indo pras mulheres mesmo. Tipo: casar com as mulheres brancas e matar ou impedir que o homem branco tenha prole)

    Se os esquerdopatas se miscigenarem, em algumas gerações os únicos brancos serão os descendentes de pessoas de direita e racialistas, que provavelmente estarão no topo da ""civilização"", rodeados por "humanoides" de QI inferior. - a não ser que se mudem pro Japão ou Coreia do Sul, mas mesmo assim, o povo de lá tem outras características como sociedade que são incompatíveis com europeus.

    Até não duvido que um dia a escravidão, como era, pode voltar a ocorrer. Pode até ser um dos objetivos da elite.
    Ou até muitos morrendo de fome, por serem incapazes de se auto sustentar.

    Como vc acha que será o futuro, Afonso? E isso ocorreria em 50, 60 ou 100 anos ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «parece-me que eles estão indo pras mulheres mesmo. Tipo: casar com as mulheres brancas e matar ou impedir que o homem branco tenha prole»

      Eu não tenho a menor dúvida acerca disso, cara CL. Muitos dos africanos e médio-orientais na Europa não escondem essa intenção, eles declaram-na abertamente e chegam até a ridicularizar -com razão- a falta de iniciativa e de masculinidade de muitos "homens" europeus.

      Ainda agora fui tomar café e li uma história muito triste no Jornal de Notícias, o jornal local aqui do Porto: uma canoísta branca teve um filho com um negro, mas durante a gravidez ela teve um acidente e entrou em coma. Acabou por morrer, mas os médicos conseguiram salvar o seu bebé mestiço. O sonho dessa branca era tirar um curso universitário... para ter dinheiro para constituir família e cuidar do seu filho? Não, para viajar pelo mundo!


      «Se os esquerdopatas se miscigenarem, em algumas gerações os únicos brancos serão os descendentes de pessoas de direita e racialistas, que provavelmente estarão no topo da ""civilização"", rodeados por "humanoides" de QI inferior.»

      Eu não acredito que eles nos deixem fazer isso. Vão certamente tomar medidas para nos impedirem. Durante o período Obama, foi aprovada uma legislação para cortar o financiamento às prefeituras com demasiados brancos. O financiamento federal passou a depender do nível de "diversidade" em cada cidade. Por incrível que pareça, a Administração Trump ainda não reverteu essa obscenidade.


      «a não ser que se mudem pro Japão ou Coreia do Sul, mas mesmo assim, o povo de lá tem outras características como sociedade que são incompatíveis com europeus.»

      Sem dúvida. Aliás, eu não compreendo a lógica dos ocidentais que se mudam em definitivo para esses países. Se é para ser assimilado, então prefiro morrer na minha terra.



      «Até não duvido que um dia a escravidão, como era, pode voltar a ocorrer. Pode até ser um dos objetivos da elite. Ou até muitos morrendo de fome, por serem incapazes de se auto sustentar.»

      A maioria das pessoas no Ocidente acham que isso é impossível, mas eu acho que você tem toda a razão, isso pode mesmo vir a acontecer. Quando os direitos humanos e a liberdade tiverem sido suficientemente erodidos à escala global, ao mesmo tempo que os recursos mundiais se forem tornando cada vez mais escassos devido à sobrepopulação e ao aumento do nível de vida no terceiro mundo, tudo poderá acontecer, inclusivamente o regresso da escravatura.


      «Como vc acha que será o futuro, Afonso? E isso ocorreria em 50, 60 ou 100 anos ?»

      É muito difícil fazer uma previsão no tempo porque ninguém sabe ao certo até que ponto é que os sistemas sociais de países como a China e a Índica continuarão a manter as suas populações sob controlo. Esse aspecto é crítico para o futuro do Ocidente: se o Oriente se tornar demasiado poderoso, os fluxos migratórios para a Europa poderão ser afectados.
      Mas de uma coisa eu estou convencido: o futuro da Europa é a miscigenação. Já não acredito que isso possa ser evitado, os europeus não querem organizar-se em torno da questão racial e os poucos partidos nacionalistas com expressão eleitoral da Europa são demasiado dóceis. Têm de ser, senão os eleitores europeus, esses seres “sensíveis” e cosmopolitas, não votam neles. No Reino Unido, na Suécia e na Alemanha, já há inúmeras localidades em que a maioria dos nascimentos é de não-nativos. Eu apostaria que a França, o Reino Unido, a Suécia e a Alemanha Ocidental estarão perdidos até 2050, mais década, menos década. O resto da Europa Ocidental deverá cair na geração a seguir, mais 20-25 anos. À medida que isso for acontecendo, é possível que se formem algumas bolsas de resistência na Europa de Leste, mas julgo que até mesmo essas serão aniquiladas até ao final deste século.

      Eliminar
    2. Como sempre, sua análise é bem fundamentada. Obrigada por partilhá-la. Sabe Afonso, outra coisa que também tenho aprendido é que o mundo parece funcionar em ciclos. Todas as civilizações até hoje caíram.. Egito, Babilônia, Grécia.. Se bem que tenho minhas dúvidas quanto a Roma. Parece que o que houve com Roma foi um "suicídio" seguido de reencarnação em outro tipo de coisa: o Vaticano. Mas essa decaída da civilização atual parece orquestrada para acontecer. Só que as massas não são inocentes: são cúmplices, como você mesmo exemplificou. Resta saber o que surgirá daí...se outra civilização irá se erguer depois e como ela será.

      Eu estaria preocupada se fosse os africanos. Eles foram escravos no Egito, depois foram escravos dos muçulmanos, depois foram escravos dos cristãos. Ciclos..

      Mas Israel não parece que seguirá o resto do Ocidente para o túmulo. Parece.. Nem Japão e alguns outros naquela área.

      Eliminar
  4. "Ainda agora fui tomar café e li uma história muito triste no Jornal de Notícias, o jornal local aqui do Porto: uma canoísta branca teve um filho com um negro, mas durante a gravidez ela teve um acidente e entrou em coma. Acabou por morrer, mas os médicos conseguiram salvar o seu bebé mestiço. O sonho dessa branca era tirar um curso universitário... para ter dinheiro para constituir família e cuidar do seu filho? Não, para viajar pelo mundo!"

    Ouvi essa historia ontem na TV e achei bastante triste e agora que atraves do caro blogueiro fiquei a saber que a tipa era mais uma mudshark ainda mais triste fiquei. O facto de ela ser canoísta e ter asma, e depois falecer por causa dum ataque de asma durante a gravidez é bizarro "para caramba" e o facto de o pai "ser jovem" torna tudo ainda mais bizarro.

    ass: FdT

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, eu também acho que há qualquer coisa nesta história que está mal contada. Mas os mé(r)dia já lhe estão a chamar "bebé milagre", por isso a telenovela dificilmente ficará por aqui....

      Eliminar
  5. PNR, FN, etc, estão cheios de pessoal com tiques dos impérios: não obrigado!
    .
    NEM TIQUES DOS IMPÉRIOS, NEM CORRIDAS DEMOGRÁFICAS, SEPARATISMO-50-50:
    -» Para que o planeta Terra seja um planeta aonde povos autóctones possam viver e prosperar ao seu ritmo.
    .
    Ou seja:
    - Todos Diferentes, Todos Iguais... isto é: todas as Identidades Autóctones devem possuir o Direito de ter o SEU espaço no planeta ---» INCLUSIVE as de rendimento demográfico mais baixo, INCLUSIVE as economicamente menos rentáveis.
    .
    .
    Nota 1: Os 'globalization-lovers', UE-lovers. smartphone-lovers (i.e., os indiferentes para com as questões políticas), etc, que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa.
    -»»» blog http://separatismo--50--50.blogspot.com/.
    .
    Nota 2: Os Separatistas-50-50 não são fundamentalistas: leia-se, para os separatistas-50-50 devem ser considerados nativos todas as pessoas que valorizam mais a sua condição 'nativo', do que a sua condição 'globalization-lover'.
    .
    .
    .
    .
    Anexo 1:
    O SEPARATISMO VAI PERMITIR SALVAGUARDAR DIREITOS/VALORES DAS SOCIEDADES TRADICIONALMENTE MONOGÃMICAS
    .
    Tal como eu explico no blog «http://tabusexo.blogspot.com/», o Tabu-Sexo foi introduzido com o objectivo de proporcionar uma melhor Rentabilização dos Recursos Humanos da Sociedade... leia-se, o verdadeiro objectivo do Tabu-Sexo era proceder à integração social dos machos mais fracos!!!
    .
    Como seria de esperar, com o fim do tabu-sexo aumentou o número de machos sem filhos das sociedades tradicionalmente monogâmicas.
    Ora, promover a Monoparentalidade (sem 'beliscar' a Parentalidade Tradicional, e vice-versa) é evolução natural das sociedades tradicionalmente monogâmicas!!!
    Explicando melhor:
    - urge dar incentivos à disponibilidade emocional individual... isto é, ou seja, a orientação sexual é irrelevante... IMPORTANTE MESMO é a disponibilidade emocional do indivíduo para criar/educar crianças.
    .
    Existem sociedades tradicionalmente poligâmicas (nestas sociedades apenas os machos mais fortes é que possuem filhos) de elevada demografia... só o SEPARATISMO vai permitir salvar Direitos/valores das sociedades tradicionalmente monogâmicas.
    .
    .
    .
    Anexo 2:
    'CORTE' COM OS PARTIDOS DO SISTEMA
    .
    Os partidos do sistema adoram andar por aí a decretar sanções sobre povos autóctones que cometem o «crime» de querer viver pacatamente no planeta.
    .
    Ex 1:
    Os «grupos rebeldes» não possuem fábricas de armamento... no entanto, máfias do armamento fornecem-lhes armas... para depois terem acesso a recursos naturais (petróleo, etc) ao desbarato, e para obrigarem outros a comprar armamento, e para deslocarem refugiados para aonde existem investimentos ávidos de mão-de-obra servil de baixo custo;... ora: os partidos do sistema (ao mesmo tempo que deixam incólumes os países aonde a máfia do armamento tem instaladas as suas fábricas) decretam sanções sobre povos autóctones que cometem o «crime» de querer viver pacatamente no planeta!?!
    .
    Ex 2:
    A alta finança ganha milhares de milhões em especulação financeira... mas os partidos do sistema não querem que a Taxa-Tobin seja implementada/usada para ajudar os povos mais pobres..., os partidos do sistema querem que a ajuda aos mais pobres seja feita à custa da degradação das condições de trabalho da mão-de-obra servil de outros povos.

    ResponderEliminar

  6. Amigo Afonso

    Veja esta noticia ..... urgente de Itália

    https://www.gazetadopovo.com.br/colunistas/alexandre-garcia/2019/03/28/virou-lei-cidadao-esta-autorizado-a-passar-chumbo-em-invasores-so-nao-e-no-brasil/?fbclid=IwAR1QLqsfka89EbkQ60Qi-zi1PO3H1LnehcBT6z0yEbPx3DWEtP42pVq37Q0

    Abraços

    Ramiro Lopes Andrade

    ResponderEliminar

TODOS os comentários têm de ser assinados. Além disso, os comentadores deverão observar as regras do blogue.