sexta-feira, 4 de maio de 2018

Dennis Prager denuncia a ignorância histórica dos anti-cristãos primários


     O excelente Dennis Prager explica-nos porque é que a Bíblia deve ser interpretada no seu contexto histórico e não à luz dos dogmas pretensamente humanistas da "modernidade". Como ateu de Direita, concordo plenamente!...

E até acrescento: o que o Sr. Prager diz sobre a Bíblia aplica-se a muitos outros livros, obras de arte e até períodos históricos do Ocidente, em particular à Reconquista. Julgar as acções e as motivações dos nossos antepassados à luz das pretensas virtudes morais dos dias de hoje não passa de um exercício de arrogância e narcisismo. Os nossos antepassados não decidiram expulsar os mouros daqui só por capricho, eles tiveram motivos legítimos para o fazer!

Sem comentários: