domingo, 7 de janeiro de 2018

No Reino Unido: indígena insulta alógeno que o tentou vigarizar; a polícia 'bife' quer prendê-lo por "racismo"!


    Um muito obrigado! ao Filho da Truta (FdT) por nos ter trazido aqui mais um instantâneo vibrante do multiculturalismo "em terras de Sua Majestade". O caso ocorreu em Kent, no sudeste de Inglaterra:

«A polícia lançou uma caça ao homem a um indivíduo que insultou um taxista no exterior da estação de Tunbridge Wells, em Kent, no dia 30 de Dezembro, depois de um taxista lhe ter pedido £42 (≈47,4 €) por uma viagem. O condutor, de origem afegã, diz que ficou demasiado assustado para voltar ao trabalho.»

Ooohhh... coitadinho! Um homem mau chamou-lhe nomes por ele ter tentado cobrar-lhe mais do que devia! O horror! A tragédia! O drama!!!...


 A estação ferroviária de Tunbridge Wells, onde o pobrezinho do afegão
terá sido violado... eer, perdão, agredido... eeeer, perdão... insultado!


É curioso como o Daily Mail tenta passar a mensagem de que o indígena é um agressor horrível, mas os comentários mais votados nesse mesmo jornal indicam o contrário:

('clicar' na imagem para aumentar o seu tamanho)


Além de que os comentadores também deixaram algumas "palavras simpáticas" em relação à actuação da polícia:


('clicar' na imagem para aumentar o seu tamanho)


Reproduzo também este pertinente comentário deixado aqui pelo FdT:
 «A mentalidade xenófila que destrói os povos europeus aos poucos: um nativo britânico (um a sério) NA SUA PRÓPRIA TERRA (convém colocar isto em caps lock) foi alegadamente burlado por um taxista alógeno... indignado, o nativo alegadamente proferiu alguns insultos ao taxista, nomeadamente algo do género "volta para a tua terra seu muçulmano de merda". A polícia está a procura do perigoso criminoso... o racista branco claro!»

4 comentários:

Anónimo disse...

E já agora note-se que provavelmente nos tempos em que os taxistas eram barbaros de origem celta-germanica estas burlas não aconteciam...nem taxistas e condutores de uber acusados de violação...devagarinho a sociedade bife vai se terceiro-mundizando.

Ass:FdT

Afonso de Portugal disse...

LOL! Não seja tão "intolerante", caro FdT! Antigamente, andar de táxi era uma pasmaceira, era tudo muito previsível, uma pessoa entrava no táxi e já sabia como é que tudo ia acabar!

Agora, pelo contrário, andar de táxi é uma autêntica aventura, nunca sabemos quanto é que vamos pagar, se vamos chegar ao destino, se vamos acabar por ser roubados pelo caminho ou até, nalguns casos, se vamos acabar por ser violados! E ainda dizem que a imigração não traz benefícios, pá! Viva a diversidade!!! ;)

Anónimo disse...

Já nem serviços básicos se salvam.

Ass: Carlos.

Afonso de Portugal disse...

Claro, a diversidade tem que chegar a todo o lado! :P