segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

«Comunidades africanas no Porto» - Reportagem pró-iminvasão da Antena 1


    Um muito obrigado! ao Filho da Truta (FdT) por nos ter trazido aqui esta reportagem que, malogradamente, foi feita na rádio e por isso não tem imagens. Escrevo "malogradamente" porque, como nos explica o FdT, as imagens seriam importantes para se ter uma noção mais clara da coisa:
«<i>(...) nas encostas do Douro, relativamente próximo à ponte D. Luís [que liga o Porto a Vila Nova de Gaia], (...) umas boas dezenas (ou centenas) de imigrantes cabo-verdianos construiriam (e só pode ter sido de forma ilegal) pequenos bairros de lata nas encostas do Douro, se não estou em erro tanto do lado do Porto como de Gaia e em 2 ou 3 locais diferentes.»
Ora, eu vivo no Porto há mais de 21 anos e nunca me tinha apercebido desta contribuição maravilhosa dos cabo-verdianos para a arquitectura do Porto e de Vila Nova de Gaia, caros leitores! Caramba, tanta riqueza aqui perto e eu tão pobre! Ou, como o FdT observou:
«Ah que maravilha!!- gritam as dementes elites "tugas" a ver este tipo de reportagens, que bom seria se o Porto fosse uma comunidade cabo-verdiana gigante! Essa mistura entre a pobreza económica das classes baixas tripeiras, espelhada nas "ilhas" e nos "bairros sociais", mais as favelas das comunidades africanas, provocariam mil orgasmos aos senhores doutores que passassem próximo destas maravilhas populares ao volante dos seus BMW´s ultimo modelo a caminho das suas pequenas mansões na Foz!
Se deixassem estes (i)migrantes vibrantes construir à vontade e se por acaso há uns séculos atrás ninguém se tivesse lembrado de construir o paço episcopal, os clérigos e restantes obras barrocas etc, por ventura tínhamos toda aquela zona transformada numa "Favela da Rocinha" e lá se ia o melhor "destino Europeu do ano"... Porque acredite caro Blogueiro, se lhes derem espaço aquela malta transforma tudo em favelas como Jesus transformava água em vinho. E no final do dia ainda culpavam os brancos por existirem favelas em Portugal!!!»
Acredito, caro FdT! Ó, se acredito!!! Das nossas "elites" apátridas e cosmopolitas eu já espero tudo e mais alguma coisa! Mas os "jovens" em causa não ficam atrás e mostram já ter aprendido a lengalenga politicamente correcta dos seus donos: apesar de não termos imagens, temos esta entrevista vibrante à Antena 1 (que, tal como a RTP, é financiada sobretudo com o dinheiro dos nossos impostos, através da obscena taxa audiovisual) na qual podemos ouvir os novos "portuenses" e os novos "gaienses" a queixar-se de "discriminação institucional". O futuro promete, pá!

6 comentários:

Anónimo disse...

"...na qual podemos ouvir os novos "portuenses" e os novos "gaienses" a queixar-se de "discriminação institucional""

Ah pois! não se esqueça que toda a porcaria que eles espalham pelo mundo é culpa dos brancos! como se os brancos os obrigassem a vir para a Europa construir "casas" ilegalmente! é o cumulo do ridículo a que isto chega.

Se fazem alguma coisa de jeito (normalmente apenas no campo do desporto ou da musica) é porque são uns génios cheios de vigor e talento, se fazem merda ou se vivem na merda...culpa do branco!

"desta contribuição maravilhosa dos cabo-verdianos para a arquitectura do Porto e de Vila Nova de Gaia"

Esconde-te Siza Vieira! que os descendentes da malta que concebeu as pirâmides de Gizé já estão a remodelar as encostas do Douro :D e quem não gostar é porque "não está pronto para viver no futuro"

Ass: FdT

Afonso de Portugal disse...

«Se fazem alguma coisa de jeito (normalmente apenas no campo do desporto ou da musica) é porque são uns génios cheios de vigor e talento, se fazem merda ou se vivem na merda...culpa do branco!»

É isso mesmo! Os alógenos só têm virtudes, nós só temos defeitos! E, no entanto, são os alógenos que vêm aos milhões para os nossos países e não o contrário! Deve ser por terem pena de nós e quererem amenizar o nosso sofrimento! Que caridosos! Quanto altruísmo da sua parte!!!


«Esconde-te Siza Vieira! que os descendentes da malta que concebeu as pirâmides de Gizé já estão a remodelar as encostas do Douro :D e quem não gostar é porque "não está pronto para viver no futuro"»

Aahahahahaha eu até já me tinha esquecido dessa! Mas, de facto, é uma das melhores pérolas deprimentes dos últimos tempos... depois da "modernidade" e do "progresso", agora temos também "o futuro"! Talvez seja por isso que o povo diz que "o futuro a Deus pertence"... talvez saiba, de alguma forma, que há sempre alguém que tenta monopolizar o futuro para si e roubá-lo aos outros!

Anónimo disse...

que piramides o tut não tinha r1b similar ao vosso? de todo modo o douro ficou mais vibrante como diz o afonso

ass: carlos

Afonso de Portugal disse...

Os dados genéticos mais recentes indicam que os antigos egípcios eram mais próximos dos povos do Levante:

https://www.publico.pt/2017/05/31/ciencia/noticia/destapados-os-segredos-geneticos-das-mumias-egipcias-1774172

Infelizmente, os egípicos actuais já terão pouco a ver com os médio-orientais... é que a demografia é mesmo o mais importante de tudo, embora haja gente que não consegue enfiar isso na cabeça!

Anónimo disse...

Está se a espalhar por toda a Europa estes povos vindos ou da america do sul, ou das africas, da ásia, sei lá de mais onde, até algo mudar efectivamente, o que nos vale é nunca reconhecer nenhuma desta gente como portugueses, nunca serão.

ass Paulo

Afonso de Portugal disse...

O grande problema, caro Paulo, é que se isto continua eles vão mesmo acabar por se tornar na maioria. E depois de nada adiantará não reconhecê-los como portugueses, porque os estrangeiros passaremos a ser nós... na nossa própria terra!!!