sábado, 16 de dezembro de 2017

O Prof. Jordan Peterson denuncia a ignorância histórica dos neomarxistas (com legendas)


    Em menos de três minutos, o Prof. Peterson, psicólogo clínico e Professor Residente (Tenured) na Universidade de Toronto, explica porque é que a auréola de bondade, de humanismo e de compaixão pelos "oprimidos" que os neomarxistas fazem questão de colocar de forma desavergonhada e narcisista sobre as suas cabeças é uma das maiores farsas da história da humanidade: a História demonstrou várias vezes no último século -e continua a demonstrá-lo no presente- que o marxismo é uma doutrina genocida e totalitária que está invariavelmente condenada a fracassar. E quem, nos dias de hoje, ainda tem a lata de defender esta ideologia criminosa e anti-humana, não é bondoso, nem compassivo, muito menos humanitário. É um grande filho da puta, pura e simplesmente! E deve ser tratado como tal...

14 comentários:

João disse...

Sintético e certeiro. É o que eu digo, hoje em dia quem se diga marxista ou é desonesto ou canalha. Depois do que foi o século XX só um bandalho moral pode continuar a defender o marxismo.

Afonso de Portugal disse...

É mesmo isso, caro João, sem tirar nem pôr! Mas o mais assombroso é que a simples constatação e denúncia pública dessa realidade pode acabar com a carreira de uma pessoa e a maioria das pessoas acaba por preferir não arriscar.

Por exemplo, o Prof. Peterson não é o único Professor da Univ. de Toronto que pensa desta forma. Vários outros ter-lhe-ão confessado que concordam com as suas posições políticas e intelectuais. Mas os outros professores -note-se bem, todos os outros professores- optaram por não dar a cara. O Ocidente do séc. XXI é isto, um aglomerado de covardes resignados...

Pedro disse...

O bom é que a Janela de Overton esta indo na direção certa e a farsa do esquerdismo esta caindo por terra. É por isso que estão partindo para a violência.
Creio que na próxima década esta ideologia genocida será extremamente repudiada e desacreditada.

Afonso de Portugal disse...

Deus o oiça, caro Pedro! Esta autêntica praga que é o esquerdismo já durou demasiado... e já matou demasiado! Claro que, infelizmente, o esquerdismo é apenas um dos muitos problemas que temos pela frente. O globalismo consegue ser ainda pior do que o esquerdismo e, infelizmente, há muitas pessoas na Direita que se encontram seduzidas por ele...

Pedro disse...

Sim, a direitinha globalista neoliberal é tão desprezível quanto a esquerda.

Afonso de Portugal disse...

Sem dúvida. Sobretudo porque engana as pessoas que não conseguem distinguir a diferença entre ser de Direita e ser Conservador: um conservador é sempre de direita, mas uma pessoa de direita não é necessariamente conservadora.

Anónimo disse...

E o governo de traidores xuxas continua a desmontar Portugal, mais um recorde batido de naturalizações (sobretudo de extra-europeus -cabo verde e brasil):

https://www.publico.pt/2017/12/15/sociedade/noticia/2016-foi-ano-recorde-para-estrangeiros-que-obtiveram-nacionalidade-portuguesa-1796151

Ass:
Fuas Roupinho

Anónimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=F6leXkqVxlc

q puta de sommmmmmm
linha da azambuja ... conecção apelação e vialonga em alta rotação contra os betos da linha de cascais

ouve e vais curtir e diz me a tua reflecçao do som

Pedro Vaz

Afonso de Portugal disse...

Fuas Roupinho disse...
«E o governo de traidores xuxas continua a desmontar Portugal, mais um recorde batido de naturalizações (sobretudo de extra-europeus -cabo verde e brasil)»

Ou seja, juntando esses duzentos e tais mais aos cerca 1,5 M o que já cá estavam, estamos quase nos 1,75 milhões de "pretogueses"! Não admira que já se vejam tantos um pouco por todo o país!... E também não admira que o Bloco, a CDU e o PS tenham tantos votos. Mesmo que apenas metade destes iminvasores vote, estamos a falar de pelo menos 875 mil votos!... Neste momento, já deve ser impossível que um partido nacionalista possa chegar ao poder. É simples matemática! Confesso que fiquei deprimido...


Pedro Vaz
«q puta de sommmmmmm»

Tu não te chamavas "monhé costa"? Já te disse que não gosto desse género de "música", faz-me doer a cabeça!!! Vai pregar para outro lado, está bem? Eu sou um europeu, não sou um africano, jamais serei capaz de apreciar uma coisa dessas...

Anónimo disse...


Entretanto na Holanda ocorreram "incidentes":

1 dos "incidentes" obrigou à evacuação de 1 aeroporto Internacional

https://www.rtp.pt/noticias/economia/comissao-europeia-abre-investigacao-a-ikea_n1047088

Mais "incidentes"

https://g1.globo.com/mundo/noticia/maastricht-na-holanda-registra-incidentes-com-esfaqueamento.ghtml

Outro "incidente" desta vez no médio oriente:

"Diplomata britanica encontrada morta em Beirute depois de ter sido estrangulada (...) suspeita-se de crime sexual"

https://sol.sapo.pt/artigo/592835

Ass: FdT

Afonso de Portugal disse...

«Entretanto na Holanda ocorreram "incidentes"»

Ao menos estes ficaram-se pelas facas...


«"Diplomata britanica encontrada morta em Beirute depois de ter sido estrangulada (...) suspeita-se de crime sexual"»

Mais uma bimba europeia que gostava de abrir as pernas à moirama e acabou com a corda no pescoço...

Obrigado pelos links, caro FdT!

Anónimo disse...

Peço desculpa equivoquei-me num dos links, o primeiro incidente é este:

https://www.rtp.pt/noticias/mundo/homem-armado-com-faca-abatido-no-aeroporto-de-amesterdao_n1046608

nada haver com os incidentes fiscais da IKEA :)

Ass: FdT

Anónimo disse...

"Mais uma bimba europeia que gostava de abrir as pernas à moirama e acabou com a corda no pescoço..."

a grande desgraça é a seguinte: as europeias que não quiserem passar por este tipo de coisas á mão de alogenos (que são a maioria das mulheres europeias) agora também estão sujeitas em território europeu -.- esse é que é o grande problema.

Ass: FdT

Afonso de Portugal disse...

«a grande desgraça é a seguinte: as europeias que não quiserem passar por este tipo de coisas á mão de alogenos (que são a maioria das mulheres europeias) agora também estão sujeitas em território europeu -.- esse é que é o grande problema.»

Não sei se serão mesmo a maiora das mulheres europeias, caro FdT. Não tenho a menor dúvida de que a maioria das mulheres europeias não quererão ser violadas, mas tenho muitas dúvidas de que a maioria das mulheres europeias seja contra a iminvasão. É que os europeus têm votado claramente a favor da iminvasão -implicitamente, é certo, mas têm-no feito ao votar nos partidos do sistema. E, entre esses europeus que votam nos partidos do sistema, as mulheres têm sido a grande maioria...