domingo, 22 de outubro de 2017

Uma pergunta pertinente... (2)




O que mudou? Bem, há quem diga que isto é por causa da miséria, do capitalismo e tal... ou então é por causa da misoginia e da masculinidade tóxica dos homens suecos!... Da imigração e da islamização é que não é de certeza, ouviram? Não sejam xenófobos, pá! A diversidade é a nossa força!!!

5 comentários:

Lura do Grilo disse...

Já se fala em colocar o exército na Rua. Pobre Suécia: estive m Estocolmo vai para 25 anos e não tenciono voltar.

Estive numa outra cidade mais recentemente e tive o prazer de poder escolher o táxi no Aeroporto: usei o meu direito mas fiquei admirado por ainda ter esse direito.

Anónimo disse...

Então mas o caro Bogueiro não sabe que os não europeus têm muito mais respeito e consideracao pelas mulheres europeias do que os homens europeus?? Nem sabia que eles são menos violentos que os europeus? Nem sabia que eles fazem crescer a economia e ajudam a rejuvenescer a populacao??

Ai ai é incrivel como é que em pleno seculo 21 ainda hà gente qur não assimila estas coisas ;)

Ass:FdT

Afonso de Portugal disse...

Lura do Grilo disse...
«Já se fala em colocar o exército na Rua.»

Sim, sim, nas tais no-go zones que os globalistas garantem não existir! É incrível o ponto a que se chegou... não existem no-go zones, nem há problemas com os imigrnates... mas depois é preciso mobilizar o exército! Devem ser os nativos suecos que estão cada vez mais racistas e intolerantes!


«Estive numa outra cidade mais recentemente e tive o prazer de poder escolher o táxi no Aeroporto: usei o meu direito mas fiquei admirado por ainda ter esse direito.»

É de facto surpreendente! Eu não actualizei o TU esta semana porque estive na Bélgica. Durante a minha estada, apanhei 6 táxis, todos conduzidos por taxistas "asiáticos". Dormi em dois hotéis diferentes, ambos com recepcionistas "asiáticos". Pensava que isto só acontecia no Reino Unido mas, pelo visto, enganei-me! Vá lá que as senhoras que me serviram o pequeno-almoço num desses hotéis ainda pareciam ser belgas. Quer dizer, algumas delas! Já as funcionárias de limpeza que entraram no meu quarto quando eu ia a caminho do check out, falavam uma língua tão estranha que eu nem consegui identificar qual era!


FdT disse...
«Então mas o caro Bogueiro não sabe que os não europeus têm muito mais respeito e consideracao pelas mulheres europeias do que os homens europeus?? Nem sabia que eles são menos violentos que os europeus? Nem sabia que eles fazem crescer a economia e ajudam a rejuvenescer a populacao??»

É claro que não sabia! Eu sou um nacionalista, logo um pacóvio provinciano intolerante, preconceituoso e semianalfabeto, que não sabe nada de nada e que só atrasa a chegada do progresso e a modernidade!


«Ai ai é incrivel como é que em pleno seculo 21 ainda hà gente qur não assimila estas coisas ;)»

O que vale é que daqui a umas décadas as pessoas como eu vão estar todas mortas e os meus filhos ter-se-ão miscigenado todos! Então, reinará a paz na Terra! :P

Anónimo disse...

"...logo um pacóvio provinciano intolerante, preconceituoso e semianalfabeto, que não sabe nada de nada e que só atrasa a chegada do progresso e a modernidade!"

Ehehehehe acho que sofro de semelhante mal :p

"que vale é que daqui a umas décadas as pessoas como eu vão estar todas mortas e os meus filhos ter-se-ão miscigenado todos! Então, reinará a paz na Terra! "

Oh se vai! já para não dizer que vão ser industrias pesadas de uma ponta á outra da Europa com uma segurança publica ímpar! quanto á "colonização" de Marte esqueça lá isso, com o fim dos brancos, Marte é só inicio e em meia dúzia de décadas teremos "humanos" a disfrutar de Jupiter :D

Ass: FdT

Afonso de Portugal disse...

«Oh se vai! já para não dizer que vão ser industrias pesadas de uma ponta á outra da Europa com uma segurança publica ímpar! quanto á "colonização" de Marte esqueça lá isso, com o fim dos brancos, Marte é só inicio e em meia dúzia de décadas teremos "humanos" a disfrutar de Jupiter :D»

Ahahahah... agora a sério, caro FdT, tenho uma certa curiosidade mórbida em saber como estará o nosso planeta lá para o ano 2100, quando a Europa e os EUA tiverem sido destruídos e habitados maioritariamente por mestiços e alógenos... se houver extraterrestres que já nos tenham visitado no passado, pode ser que voltem à Terra nessa altura e concluam: «epá, este planeta tinha muito potencial, mas não resultou... é melhor fazermos um 'reset'»!