segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Nigel Farage sobre a captura das escolas ocidentais pela Esquerda (com legendas)


     Tudo neste vídeo é verdade, mas ainda assim a mensagem está incompleta. Este diagnóstico já está feito há muito tempo, o que é preciso agora encontrar soluções para resolver o problema. O único que, até ao momento, apresentou algo digno desse nome foi o Prof. Jordan Peterson, no primeiro vido listado mais abaixo. Só que não chega, é preciso fazer mais... e ontem já era tarde!



____________
Ver também:

Por que foi a conta Google do Prof. Jordan Peterson temporariamente suspensa? (com legendas)
O Prof. Jordan Peterson denuncia a infiltração neomarxista no Ensino Superior (com legendas)
Roger Scruton explica como é que a pseudo-ciência invadiu as universidades do Ocidente
Ben Shapiro explica como agir na Universidade
Genocídio branco nos EUA: os caloiros de Harvard em 2017 são maioritariamente alógenos
Portugueses Primeiro: "Racismo no ensino?"
Porque é que o comunismo não é tão criticado nem causa tanta repulsa como o nazismo?
A (in)Justiça Social chegou finalmente a Portugal! (2)
Entretanto, algures numa universidade norte-americana... (2)
Entretanto, algures numa universidade norte-americana...
Professora negra da Universidade de Boston diz que a "masculinidade branca" é um problema
Nos EUA: Professora da Univ. de Chicago defende a castração dos homens que "assediam" as mulheres
Nos EUA: estudante universitário suspenso por dizer que as mulheres negras não são atraentes
Entretanto, nos EUA... (3): guerreiros da justiça social tentam expulsar jornalistas da universidade
Pat Condell: «emburrecendo a universidade»
Pat Condell: «a liberdade de expressão nas universidades»
"A ciência é uma construção social"!  
Manuais escolares: cada vez mais veículos de doutrinação!
Lily Tang Williams fala da doutrinação neomarxista nas escolas dos EUA
A realidade do multirracialismo numa universidade no Brasil
Ramiro Marques: «A escola pública como instrumento da agenda política ressocializadora»

4 comentários:

João disse...

E fizeram a coisa tão bem feita que continuamos a ver a direita- real ou direitinha- a fazer o jogo do esquerdalho, chamando fascismo ao leninismo.

Pedro disse...

No meu tempo de escola já existia o politicamente correto, mas não havia essa doutrinação absurda.
Tirem seus filhos da escola, pratiquem homeschooling (Educação domiciliar).
Aqui no Brasil, tem um projeto de lei chamado "Escola sem partido" mas a esquerdalha é contra, como é de se esperar.

Anónimo disse...

Caro, hoje trago-lhe aqui 3 artigos que variam entre o insólito e o vibrante.

https://sol.sapo.pt/noticia/586375/kelloggs-acusada-de-racismo

Não sei o que é mais insólito neste, se a quase imperceptível diferença de tonalidade entre os cereais, se o facto de o cereal trabalhador ser o mais "bronzeado" provocar indignação em alguém, ou se o facto da empresa em questão se ter automaticamente vergado: "a Kellogg's está empenhada na diversidade e inclusão. Não queríamos ofender e pedimos desculpa. Os desenhos estão a ser atualizados e estarão nas lojas em breve".

https://www.dn.pt/mundo/interior/um-bebe-chamado-jihad-franca-decide-se-nome-pode-ficar-8868348.html

Diria que este se encontra algures entre o insólito e o vibrante.

https://www.dn.pt/mundo/interior/homicidio-de-apresentadora-da-televisao-angolana-com-quatro-suspeitos-detidos-8882164.html

E por fim aqui fica mais uma desagradável noticia que é a cara chapada da Lusofonia Tropicalista: Violentamente Vibrante!

Ass: FdT

Afonso de Portugal disse...

João disse...
«E fizeram a coisa tão bem feita que continuamos a ver a direita- real ou direitinha- a fazer o jogo do esquerdalho, chamando fascismo ao leninismo.»

A esse propósito, ontem tive a infelicidade de assistir ao comentário dominical do pigmeu Marques Mendes. Os comentários desse ex-lacaio do Marcelo sobre a actuação do juiz Neto de Moura eram praticamente indistinguíveis da verborreia do esquerdalho! Pior só mesmo a tontinha da Cristas com as suas visitas à mesquita com o hijabe na cabeça...

Pedro disse...
«No meu tempo de escola já existia o politicamente correto, mas não havia essa doutrinação absurda.»

Sim, no meu também, mas o problema agravou-se seriamente nos últimos anos.


«Tirem seus filhos da escola, pratiquem homeschooling (Educação domiciliar).»

A ideia é boa, mas a maioria dos portugueses não tem disponibilidade para isso e é dificil arrumar tutores competentes que não estejam tomados de alguma forma pelos dogmas pós-modernistas e neomarxistas. Em Portugal, a melhor alternativa em termos da relação qualidade da instrução vs. doutrinação ideológica de esquerda continua a ser os colégios, mas os pais têm que ter muito cuidado para evitar que os seus filhos se transformem em seguidores do "catolicismo" a la Bergoglio...


«Aqui no Brasil, tem um projeto de lei chamado "Escola sem partido" mas a esquerdalha é contra, como é de se esperar.»

Claro... na visão da esquerda, as crianças pertencem ao colectivo. E como o colectivo só existe na sua utopia, na prática as crianças pertencem ao Estado. O mais curioso é que os esquerdalhistas ainda têm a cara-de-pau de afirmar que são a favor da individualidade e da autodeterminação!


FdT disse...
«Caro, hoje trago-lhe aqui 3 artigos que variam entre o insólito e o vibrante.»

Nesse caso, começo por agradacer-lhe, caro FdT! Ultimamente tenho tido pouco tempo para a blogosfera... toda a ajuda é bem-vinda!


«"a Kellogg's está empenhada na diversidade e inclusão. Não queríamos ofender e pedimos desculpa. Os desenhos estão a ser atualizados e estarão nas lojas em breve".»

Ah! Na hora de defender a "diversidade", não há empresa americana que não se chegue logo à frente, ajoelhando-se e pedindo mil desculpas. A Google é a miséria politicamente correcta e censória que toda a gente sabe. A Apple e a Microsoft não ficam atrás. O Facebook e o Twitter fizeram das suas plataformas um autêntico '1984' virtual. A Intel e a Texas Instruments já defenderam várias vezes imigração como "estritamente necessária" para manter a competitividade de Sillicon Valley. A Starbucks ofereceu 10 mil empregos aos refujiadistas. A Airbnb ofereceu-se para alojar todos os imigrantes visados pelo travel do Presidente Trump. Enfim, desconfio que qualquer que seja multinacional que se escolha, o resultado será sempre "tudo pela diversidade, nada contra a diversidade"!


«Diria que este se encontra algures entre o insólito e o vibrante.»

Sem dúvida... conhecendo os francíus, o mais provável é cederem. A sua longa tradição de baixar as calcinhas não vai ser posta em causa por uma coisinha destas!


«E por fim aqui fica mais uma desagradável noticia que é a cara chapada da Lusofonia Tropicalista: Violentamente Vibrante!»

Curioso, a notícia diz o seguinte: «Nas últimas semanas há registo de um aumento de casos conhecidos de raptos em Luanda, seguidos de homicídio, vitimando essencialmente mulheres, normalmente obrigadas a fazerem levantamentos de dinheiro nas caixas ATM.» No entanto, não se ouve o habitual coro de feministas indignadas contra o "patriarcado heteronormativo misógino"! Porque será?