domingo, 22 de outubro de 2017

Da grandessíssima filha-da-putice me(r)diática


    Vários mé(r)dia ocidentais, incluindo o "nosso" Correio Manhoso, publicaram a notícia de que uma mulher italiana terá sido salva, por um bom samaritano do Bangladeche, de ser violada por um gangue de 25 homens "italianos", em Florença.



A cidade de Florença, estabelecida por Júlio César em 59 a.C. Ao longo dos séculos, foi habitada por colossos como Leonardo da Vinci, Miguel Ângelo, Sandro Botticelli, Dante Alighieri, Petrarca, Bocácio e Nicolau Maquiavel. Agora é habitada por "seres humanos como nós" que produzem notícias vibrantes e coloridas como a desta posta...


Só que a história não bate certo. Para começar, um gangue de 25 homens europeus é uma coisa cada vez mais inverosímil na Europa contemporânea, a não ser numa claque de futebol. Mas tendo em conta que, ainda por cima, os homens terão cuspido e chamado prostituta à mulher italiana, a coisa cheira mais a adeptos de uma certa "religião da paz"...

E se dúvidas houvesse, o tal bom samaritano do Bangladeche, com toda a pujança dos seus 58 anos, terá enfrentado os 25 homens sozinho! Mas alguém acredita que um velhote de 58 anos poderia enfrentar um gangue de 25 violadores sozinho, a não ser que esse velhote tivesse algo que o gangue de violadores respeitasse?... Algo como uma certa "religião da paz" em comum com os violadores?...

Cada um acredite no que quiser, mas há aqui um facto que é incontornável: os grandes  mé(r)dia ocidentais, incluindo o "nosso" Correio Manhoso, publicaram as fotos da vítima e do bom samaritano, que enalteceram como um grande herói, mas nem uma única foto dos violadores. A confirmar-se que os violadores eram muçulmanos, isto não é apenas branqueamento, é uma inversão total da verdade do que aconteceu, porque se enaltece um herói alógeno enquanto se esconde a etnia dos 25 violadores, descaradamente chamados de "italianos", sem que haja uma única foto a comprovar que o são de facto!

4 comentários:

Anónimo disse...

De facto a probabilidade de serem alogenos é elevada ainda por cima em Italia e sendo a vitima branca e ruiva...claro que há sempre a pequena mas possivel hipotese de serem brancos, mas eu diria que se forem brancos amanhã estão as fotos deles chapadas nos midia. Caso (o mais provavel) sejam alogenos então vamos ficar "assim como que sem saber"

Ass:FdT

Afonso de Portugal disse...

Exacto! Eu até me tinha esquecido de mencionar isso: se fossem brancos, as fotos deles estariam escarrapachadas nos mé(r)dia! Os jornalixistas nunca perdem uma oportuniadde de diabolizar os nativos europeus! Mas a verdade é que, em 25 violadores, não publicaram a foto nem sequer de um!

Pedro disse...

Jornalistas são os profissionais mais desprezíveis que existem, são mentirosos profissionais. Vivem da mentira e da meia-verdade.

Afonso de Portugal disse...

Nem mais, caro Pedro! Aqui em Portugall, o panorama jornalístico chega a ser medonho: quase todos os jornais, mesmo os mais regionais e mais pequenos, são politicamente correctos, pró-globalistas e universalistas!