quinta-feira, 27 de julho de 2017

Polónia rejeita "qualquer tipo de chantagem" da União Europeia


A tensão entre a Europa de Leste e os vermes da (des)União Europeia está a acentuar-se. Quem cederá primeiro, os globalistas ou os nacionalistas?...

«A Polónia rejeita "qualquer tipo de chantagem" por parte da União Europeia (UE) por causa da reforma do sistema judicial defendida pelo governo de Varsóvia, disse esta quarta-feira este Mércores o porta-voz do executivo polaco, Rafal Bochenek.


"Não aceitaremos qualquer tipo de chantagem por parte de funcionários da UE, em particular uma chantagem que não é assente em factos", afirmou o representante, numa reacção ao aviso da Comissão Europeia, que hoje admitiu estar pronta para tomar medidas em relação à Polónia.

A Comissão Europeia deu hoje um prazo de um mês às autoridades polacas para resolverem os problemas identificados no seu projecto de reforma do sistema judicial, advertindo que "está pronta" a tomar medidas se tal não suceder.

O executivo comunitário, "muito preocupado com as reformas do sistema judicial previstas na Polónia", adoptou em Bruxelas uma recomendação dirigida às autoridades polacas, na qual solicita que sejam resolvidos os problemas que inquietam o bloco comunitário. A comissão convidou as autoridades de Varsóvia "a não tomarem qualquer medida de destituição ou aposentação forçada dos juízes do Supremo Tribunal".

E acrescentou: "No caso de medidas nesse sentido, a Comissão está pronta a desencadear, sem mais demoras, o procedimento previsto no artigo 7.º do Tratado de Lisboa", que pode levar à suspensão do direito de voto de um Estado-membro, caso se verifique "uma quebra grave e persistente" dos valores europeus.»

Sem comentários: