domingo, 16 de julho de 2017

No Egipto: seis turistas ocidentais atacadas à facada, duas alemãs morreram


Mas afinal o que vão estas rameiras turistas ocidentais fazer para as terras da mourama? 😕

«Duas turistas alemãs morreram e quatro de outras nacionalidades ficaram ontem feridas num ataque com uma faca em duas praias de uma estância de Hurghada, estância balnear banhada pelo mar Vermelho, no Egipto. Horas antes, cinco polícias foram mortos a tiro num posto de segurança em Gizé, a 30 km do Cairo.»

 Cena do crime: local onde foram abatidos os polícias, algures nos arredores do Cairo.

«O homem, de nacionalidade egípcia [o aborto ortográfico tem uma lógica do caraças: em cima escreve-se 'Egito', sem 'p'... mas os habitantes do 'Egito' são os 'egípcios', com ´p'! Faz todo o sentido, pá! 😠] terá gritado: "Não vos aproximeis, não quero egípcios!". Depois apunhalou várias pessoas na praia de um hotel da estância balnear, destino popular entre adeptos de mergulho. As vítimas mortais foram apunhaladas repetidamente no peito.

Segundo a polícia, o agressor iniciou o ataque na praia do hotel Zahabia e depois nadou para uma praia vizinha, atacando pelo menos mais duas pessoas no Sunny Days El Palacio, sendo depois capturado.

As autoridades não sabiam ontem se o suspeito tinha ligações jihadistas ou se tinha problemas psicológicos [problemas psicológicos graves têm os ocidentais que escrevem frases como esta!]. Em 2016 três turistas morreram no mesmo local, num ataque perpetrado por membros do Daesh Estado Islâmico [aproveita e enfia o 'daesh' no teu cagueiro, ó "jornalista"!].

Horas antes, homens armados mataram cinco polícias dentro de um carro em Badrashin. O grupo de homens armados esperou pela viatura num posto de segurança na província de Gizé, a 30 km do Cairo. Os atacantes dispararam contra os polícias e de seguida atiraram combustível para o veículo, ateando-lhe fogo.»

Isto é incrível, o assassino grita claramente "NÃO QUERO [matar] EGÍPCIOS!", mas ainda temos que ler barbaridades como "as autoridades não sabiam se o suspeito tinha ligações jiadistas ou se tinha problemas psicológicos". Se calhar, todos os terroristas islâmicos que, só desde o 11 de Setembro, já levaram a cabo 31193 atentados um pouco por todo o mundo, eram maluquinhos!!!

4 comentários:

Anónimo disse...

http://www.cmjornal.pt/mundo/detalhe/espancada-e-obrigada-a-fazer-sexo-oral-em-direto-no-facebook?ref=DET_noticiasSeccao_MaisLidasDia

Ao ler a noticia:

"O vídeo mostra a jovem a chorar num sofá, enquanto é violentamente agredida por uma mulher loira. Vários homens circulam as duas enquanto gritam "não parem, não parem". A jovem loura das imagens, Alexis Hudson, de 19 anos, assim como dois amigos, Ezzie Johnson e Kadari Fabien Booker, de 17 anos, foram detidos."

O nojo da manhã fez questão de friSar que a mulher agressora é "Loira" esqueceram-se foi de frisar que os "homens" ou os "2 amigos" são negros :D

p.s: vá la que meteram as fotografias deles

Ass:FdT

Afonso de Portugal disse...

Eheheh... pois é caro, FdT, "esqueceram-se"! ;) Se isto continua, ainda há-de chegar o dia em que hão-de escrever "os dois 'jovens' foram influenciados pela mulher loira", ou outra barbaridade do género!

Anónimo disse...

E depois queixam se do "racismo institucional" eles, os coloridos na europa e cada vez mais nos states, dão se ao luxo de quando sofrem (alegadamente) violencia polocial, de terem os seus casos estampados em tudo o que é jornal e de os policias sofrerem represalias, enquanto um portugues branco, a nao ser que seja filho de um juiz ou de alguem influente, bem que leva com as bastonadas no lombo e fica com elas! Depois quando fazem merda teem a comunicacao social a relatar o assunto com pinças ou a omitir a identidade dos tipos, enfim

Ass:FdT

Afonso de Portugal disse...

Para não falar em casos como o da esquadra de Alfragide, motivados claramente por interesses políticos (e outros muito mais obscuros)! Estou para ver no que isto vai dar... espero que a Dr.ª Susana Garcia tenha razão e a acusação do MP não tenha mesmo fundamento jurídico!