segunda-feira, 5 de junho de 2017

Três vídeos que vale a pena ver (48): reacções à grande festa multicultural da ponte de Londres


      Como os meus leitores decerto saberão, houve mais um atentad... eeer... perdão, mais uma grande festa islâmic... eeer... festa da multiculturalidade no Reino Unido! Desta vez, a sorte grande calhou à cidade de Londres, onde três "seres humanos como nós", na sua generosidade infinita, decidiram aliviar 55 ingleses do peso do seu próprio sangue! A coisa até parecia o festival xiita da Ashura, de tão vibrante e colorida que se tornou! Mas não se preocupem, caros leitores, só morreram sete pessoas, gente fraca e sem carácter que não aguentou sangrar um bocadinho!

Infelizmente, os malvados dos "islamofóbicos" já reagiram estão novamente a dizer a verdad... hãã... perdão, a espalhar o ódio e a intolerância entre as ovelhinh... eeer... entre as pessoas de bem! Ora vejam só estes três vídeos (os dois primeiros com legendas em português do Brasil), que coisa mais hedionda!


1. Paul Joseph Watson (Infowars): «A Verdade Sobre o Ataque na Ponte de Londres»; uma das mentiras mais repetidas pelos mé(r)dia na sequência de (mais) este atentado terrorista islâmico foi que não era possível "estabelecer as motivações dos atacantes"; no entanto, várias testemunhas no local ouviram os assassinos gritar "Isto é para Alá!" e "Isto é pelo Islão!"... será um problema de tradução?




2. Stefan Molyneux (Freedomain Radio): «Londres está a morrer!»; o Sr. Molyneux acha que a capital da velha Albion está a morrer, mas eu acho que ele está a ser francamente optimista; Londres já morreu há muito, a maioria da sua população já nem sequer é britânica; o que temos agora é o Londristão, muito mais "moderno" e "progressista", ou seja, islâmico! A eleição do muslo arruaceiro Sadiq Khan foi o último estertor daquela que já foi a mais gloriosa metrópole do velho continente. Cada um tem o que merece...




3. Paul Weston (LibertyGB): «O Atentado Terrorista Islâmico da Ponte de Londres»; o Sr. Weston começa por comentar as declarações da primeira-ministra Theresa May que, em resposta a (mais) este atentado, se limitou a repetir os chavões e lugares-comuns dos costume, sem nunca apresentar soluções e medidas concretas e, bem pior do que isso, sem nunca sequer nomear o Islão como a fonte do problema. Depois, o Sr. Weston faz aquilo que nenhum político no Ocidente quer fazer: apresentar uma série de medidas concretas para combater o terrorismo islâmico.

18 comentários:

Leitora disse...

Você tem algum vídeo do atentado ? Do carro esmagando as pessoas, de pessoas sendo esfaqueadas ?
Aiaiai.. pior que o tal de Albert Pike falou faz tempo que os "Illuminati" controlam o Islã e que vão usar o Islã pra iniciar a terceira guerra mundial.
Pior q esses ataques nem aconteceram de verdade, e as pessoas usam esse teatro para fomentar uma guerra q pode matar milhões de pessoas DE VERDADE e destruir o mundo DE VERDADE.

Afonso de Portugal disse...

«Você tem algum vídeo do atentado ? Do carro esmagando as pessoas, de pessoas sendo esfaqueadas ?»

Não, mas isso só por si não prova nada: nem sempre tem um smartphone filmando na hora certa, 'né? :P


«os "Illuminati" controlam o Islã e que vão usar o Islã pra iniciar a terceira guerra mundial.»

Como assim? Ele acha que o Ocidente vai declarar guerra ao Islão?


«Pior q esses ataques nem aconteceram de verdade»

Pense bem no que você está dizendo. O que você está dizendo implica que todas as pessoas envolvidas noa atentados terroristas -centenas, aliás, milhares de pessoas, se incluirmos todos os atentados contra o Ocidente desde o 11-Set- são todas farsantes, actores e actrizes pagos por esses tais 'illuminati'. Você acha mesmo que isso é possível?

Leitora, eu tive o azar de conhecer vários muçulmanos ao longo da minha vida. Nunca conheci um que fosse terrorista, mas posso garantir-lhe que, mesmo entre os ditos "moderados", o sectarismo, a segregação e o ódio aos infiéis transparece em muitos deles. Aquilo que se diz sobre a mundivisão muçulmana é mesmo verdade: a esmagadora maioria dos muçulmanos só vê o mundo em termos da dicotomia muçulmanos (Dar Al-Islam) vs infiéis (Dar Al-Dimma). E desonfio que a Leitora só não entende essa realidade porque não conhece os muçulmanos ou conhece muito poucos.

Leitora disse...

Desisto de vc Afonso. Acho q vc deve mesmo ser um agente como vc mesmo sugeriu :(
Ou infelizmente nao tem capacidade pra entender o que ocorre.
Pelo menos 4 placas estavam codificados com 33 nesse ataque, e ninguém se feriu.
Sim, existem atores de crises de verdade, vc nao acredita ?
http://crisiscast.com/
é, cntenas de pessoas estão envolvidas na farsa
em nenhum desses "ataques terroristas" tem videos de pessoas realmente morrendo ou sendo feridas
é tudo mentira e falso
vc acha q uma cidade como LONDRES rapaz,nao vai ter uma camera pra filmar o ocorrido ?
Please.
Bem, vou te deixar com suas fake news.
Lembbre-se q vc tem culpa qnd estourar a proxima guerra, e segundo albert pike, O QUE SOBRAR DA RAÇA HUMANA vai fazer parte dessa nova ordem, então acho q a guerra nao vai ser falseada

Afonso de Portugal disse...

«Desisto de vc Afonso. Acho q vc deve mesmo ser um agente como vc mesmo sugeriu :(»

Oh, não! Fui desmascarado mais uma vez! Está na hora de ligar ao Grão-Mestre e pedir-lhe que me arranje outro emprego! :P


«Ou infelizmente nao tem capacidade pra entender o que ocorre.»

Hum... não, prefiro ser um agente! É mais sexy! :P


«Pelo menos 4 placas estavam codificados com 33 nesse ataque, e ninguém se feriu.»

Como assim, ninguém se feriu? Houve sete mortos!!!


«Bem, vou te deixar com suas fake news.»

Bem, sendo assim, tudo de bom para você! :)


«Lembbre-se q vc tem culpa qnd estourar a proxima guerra»

Seria mais fácil eu acreditar nessa guerra se a Leitora especificasse quem vai lutar contra quem...


«então acho q a guerra nao vai ser falseada»

Basta olhar para as taxas de natalidade no Ocidente para percebermos rapidamente que não vai ser necessária nenhuma guerra, Leitora. Em duas gerações, os europeus terão perdido a sua vantagem demográfica... bem antes disso, os brancos norte-americanos já terão perdido a deles. E então não haverá necessidade de haver nenhuma guerra, porque os brancos serão forçados a submeter-se ou serão exterminados.

Aqueles que têm a ilusão de que os brancos vão rebelar-se antes disso são ignorantes. Isso nunca aconteceu em nenhum país antes. E certamente não acontecerá na Europa, onde os cidadãos estão desarmados, efeminados e desmoralizados.

CENSURADO AGAIN disse...

cade a foto da melania?era melhor que a do gordo no outro topico

Afonso de Portugal disse...

Hum? A Melania fez alguma coisa digna de registo recentemente?

Leitora disse...


"Como assim, ninguém se feriu? Houve sete mortos!!!"
É mesmo? Cadê os vídeos e as imagens deles morrendo?
Ah é, não tem NENHUM. Puxa, isso não é nem um pouco suspeito.

" Em duas gerações, os europeus terão perdido a sua vantagem demográfica..."
Com um false flag atrás do outro, será que eles querem aguardar 2 gerações? Eles iniciaram esse plano em 2001, já vão quase 20 anos.
Outra coisa, vc está sugerindo q eles querem fazer isso pra exterminar brancos, o q não tem nenhum embasamento. Pode ser um dos objetivos ou consequências "colaterais", mas não acho q isso seja o principal objetivo deles.

Leitora disse...

"Seria mais fácil eu acreditar nessa guerra se a Leitora especificasse quem vai lutar contra quem..."
Foi interessante vc perguntar isso.Agora a abertura de fronteiras para pessoas vibrantes faz mais sentido..
http://nossacausa.com/wp-content/uploads/2015/06/06-18-hcr-boat-refugees.jpg
Olha o exército deles chegando. Ora, eu posso nesse momento criar hipoteses. E se as pessoas vibrantes, alegres e enriquecidoras decidirem começar a matança, os brancos europeus vão ficar sentadinhos esperando serem enriquecidos pelas pessoas mais inteligentes do mundo?

Leitora disse...

http://i1.wp.com/www.pstu.org.br/novo/wp-content/uploads/1344605-Refugiados-e-Migrantes-no-Mediterraneo.jpg
Inclusive faz até mais sentido a maioria dos "refugiados" serem homens jovens e fortes. É realmente como um exército chegando.

Anónimo disse...

"em nenhum desses "ataques terroristas" tem vídeos de pessoas realmente morrendo ou sendo feridas
é tudo mentira e falso"

Na Pagina de Facebook do "Britain First" vi 1 ou 2 vídeos chocantes de gente entre a vida e a morte a ser assitida em plena via publica após os atentados, vi também ontem uma entrevista a um enfermeiro portugues que estava num bar e ajudou a salvar a vida de uma rapariga ferida. Esse enfermeiro ainda por cima tinha toda a pinta de ser gay e esquerdista, concerteza pagaram lhe muito bem para fazer de conta que andaram uns islamistas a matar pessoas na rua! e 99% do mundo é parvo e estúpido e deixou-se enganar assim, meia duzia de brasileiros com teorias de conspiração absurdas é que são muito "intiligentxis" e o resto do mundo é todo idiota e deixa-se enganar com estes "teatros" em pleno centro de Londres.

Ass: FdT

Afonso de Portugal disse...

Leitora disse...
«É mesmo? Cadê os vídeos e as imagens deles morrendo? »

Pela sua lógica, ninguém morre nos acidentes de avião ou nos acidentes rodoviários: nós nunca vemos imagens das vítimas morrendo! Aliás, nós raramente vemos imagens de pessoas morrendo, portanto, a maioria das pessoas que morreu, não morreu, certo?


«Outra coisa, vc está sugerindo q eles querem fazer isso pra exterminar brancos, o q não tem nenhum embasamento.»

Não tem é pouco: há inúmeras pessoas pelo mundo fora advogando o fim da raça branca, brancos incluídos. O antigo presidente dos EUA, Bill Clinton, disse durante o seu segundo mandato que era "positivo e desejável" que os brancos dos EUA se tornassem minoritários. Desde então, essa afirmação e outras semelhantes têm sido repetidas por inúmeros políticos democratas e republicanos. Aqui no TU divulguei como o director de uma organização católica italiana disse que "a Europa deve construir uma sociedade mestiça". E ainda recentemente uma "jornalista" do jornal esquerdalhista Huffington Post sugeriu que os brancos deviam ser impedidos de votar nos próximos 20 anos. E no mês passado houve um evento agendado em Paris no qual os brancos seriam impedidos de participar (o evento foi entretanto suspenso pela presidente da câmara Anne Hidalgo).

Há milhares de exemplos semelhantes a estas declarações. A guerra da elite contra a raça branca é inegável.


«Pode ser um dos objetivos ou consequências "colaterais", mas não acho q isso seja o principal objetivo deles.»

Então qual é o seu objectivo principal? Sem motivo não há crime!


«E se as pessoas vibrantes, alegres e enriquecidoras decidirem começar a matança, os brancos europeus vão ficar sentadinhos esperando serem enriquecidos pelas pessoas mais inteligentes do mundo?»

Vão, pois! Você ainda tem dúvidas? As comunidades humanas só reagem quando se reconhecem como tal! Só que os brancos europeus já não se vêem a si próprios como uma comunidade, mas sim como um mero aglomerado de pessoas. Somos todos cidadãos do mundo, lembra? As nações e as fronteiras são um erro histórico! Quem não pensar assim é um racista miserável e retrógrado!

Já lhe disse Leitora: os brancos europeus estão resignados, efeminados, desmoralizados e, sobretudo, desarmados! Mesmo que se formem algumas bolsas de resistência à iminvasão, a esmagadora maioria dos europeus não quer saber de raça para nada!!! Os alógenos estão a desposar e a procriar com cada vez mais das nossas mulheres... e a esmagadora maioria dos homens europeus, mesmo os que estão sozinhos e sem parceira, não faz nada! Nada de nada!!! Você não entende quão mau isto se tornou aqui na Europa... a lavagem cerebral foi extremamente eficaz.

O que aconteceu no Líbano é o que vai acontecer na Europa, apenas numa escala maior. Podíamos ter aprendido com o seu exemplo(e com outros), mas não quisemos. E continuamos a não querer! A França preferiu Macron a Le Pen. A Holanda preferiu Rutte a Wilders. A Áustria preferiu Van der Bellen a Hofer. E a Alemanha voltará a escolher Merkel ou pior, Schulz, que é ainda mais universalista. Não tem jeito, como vocês dizem aí no Brasil.

Afonso de Portugal disse...

FdT disse...
« 99% do mundo é parvo e estúpido e deixou-se enganar assim, meia duzia de brasileiros com teorias de conspiração absurdas é que são muito "intiligentxis" e o resto do mundo é todo idiota e deixa-se enganar com estes "teatros" em pleno centro de Londres.»

Eheheh... infelizmente, esta paranóia não vem só dos brasileiros. O nacionalismo WASP dos EUA é o principal responsável pelo espalhar destas coisas. E cá em Portugal também temos disso! Ainda há uns minutos passei pelo blogue de um alucinado que diz que todos os atentados terroristas islâmicos na Europa são ataques de bandeira falsa levados a cabo pelos sionistas.

O grande problema destas pessoas é nunca terem lidado como os muçulmanos de perto mais do que algumas horas. O convívio continuado com a mafoma, sobretudo em áreas onde eles predominam, abre-nos os olhos de maneira irreversível. Aqueles que têm a sorte de viver longe dos "pobres coitadinhos" não conseguem conceber a dimensão do monstro.

Anónimo disse...

"As comundiades humanas só reagem quando se reconhecem como tal!"
Touche! É exatamente esse o cerne da questão. Eu sou relativamente jovem e vejo como é gigante o total despreso por parte da malta europeia da minha idade, sobretudo dos mais "intelectuais" pelas vitimas brancas destes atentados, muitas delas jovens. Os jovens europeus mesmo frequentando os mesmo locais dos que foram assassinados em Londres (bares, restaurantes etc) nao mostram qualquer tipo de pena pelas vitimas brancas (como eles) nao vêm ali um "irmao" a sofrer, mas sim um branco descendente dos brancos que colonizaram e oprimiram outros povos e bombardeiam o medio oriente etc e portanto que no fundo ate merece ser vitima de terrorismo, nao sabem muito bem porque mas merece. já um arabes muculmano vê os outros muslos como "irmaos" que se necessario devem ser vingados, e os negros a mesma coisa. Já entre brancos não existe esse espirito de "comunidade" de "irmaos semelhantes a nós". Mais rapido vê um jovem urbano branco a chorar a morte de um negro na Somalia que de 1 branco em Paris ou Londres (desde que nao seja amigo ou familiar claro).

Ass:FdT

Anónimo disse...

"O grandre problema destas pessoas é nao lidarem de perto com muculmanos". É claro que a maioria dos verdadeiros muculmanos vê com bons olhos o controle por parte deles sobre a Europa e é claro que não choram baba e ranho pela morte de Ocidentais no Ocidente. Muitos até acham que é justo. Só uma mente muito ingenua pode achar o contrario.
Tal como qualquer branco que nao seja xenofilo, fica mais triste e apreensivo pelo massacre de brancos as portas de casa que com massacres que se passam do outro lado do mundo com 1 povo diferente. É a lei da vida, pimenta no cu dos outros é sempre mais refrescante que no nosso.

Ass:FdT

Leitora disse...

"1 ou 2 vídeos chocantes de gente entre a vida e a morte a ser assitida em plena via publica após os atentados"
Aiaiai.. como se isso não pudesse ser falsificado. E os vídeos de pessoas literalmente morrendo, sendo atrpeladas, e esfaqueadas ? Zero né.

O deixa eu falar. Talvez eu tenha um pouco de ascendência ashkenazim, via antepassado próximo Polonês, deve ser por isso que sim, eu tnho um pouco mais de Q.I. que a maioria das pessoas. :0

CENSURADO AGAIN disse...

Blogger Afonso de Portugal disse...
Hum? A Melania fez alguma coisa digna de registo recentemente?

6 de junho de 2017 às 00:25

fez ela é mais bonita que o gordo

Afonso de Portugal disse...

FdT disse...
«Os jovens europeus (...) nao vêm ali um "irmao" a sofrer (...) já um arabe muculmano vê os outros muslos como "irmaos" que se necessario devem ser vingados, e os negros a mesma coisa.»

Excelente, caro FdT, é exactamente isso que escreveu. Os brancos não se revêem uns nos outros e não sentem que pertencem à mesma cultura e fazem parte da mesma comunidade. Isto já não vem de agora, mas tem-se agravado significativamente na última geração. Po Por exemplo, quando eu era adolescente, era muito raro ver-se um bollycao em Portugal, mas hoje são uma atentica praga! Metem nojo com os bonés dos NWY, as correntes ao peito e as calças ao fundo do cu!


« É claro que a maioria dos verdadeiros muculmanos vê com bons olhos o controle por parte deles sobre a Europa e é claro que não choram baba e ranho pela morte de Ocidentais no Ocidente.»

E o pior é que têm sido feitas sondagens que comprovam isso mesmo! Por exemplo, 66% dos muçulmanos no Reino Unido afirmaram que jamais denunciariam outro muçulmano que tivesse aderido ao Estado Islâmico! 32% dos muçulmanos na Grã-Bretanha recusam-se a condenar aqueles que reagem com violência à sátira do "profeta" Maomé! 11% dos muçulmanos na Holanda acham legítimo usar a violência em nome do Islão, uma percentagem que corresponde a mais de 100 mil muçulmanos, cerca do dobro do número de soldados do exército holandês! Cerca de cerca de 2/3 dos muçulmanos na Holanda acham que as leis islâmicas se devem sobrepor às leis seculares! Em França, 27% dos jovens entre os 18 e os 24 anos têm uma atitude positiva para com o Estado Islâmico!

Leitora disse...
«Talvez eu tenha um pouco de ascendência ashkenazim, via antepassado próximo Polonês, deve ser por isso que sim, eu tnho um pouco mais de Q.I. que a maioria das pessoas.»

Pois com o devido respeito, essa sua maior inteligência não se reflecte nos seus comentários. A argumentação da Leitora é deficitária porque as suas teorias não estabelecem relações de causa-efeito convincentes. Não basta denunciar conspirações, é preciso especificar as motivações e os objectivos concretos dos conspiradores. A Leitora gosta muito de números mágicos, da maçonaria e dos "illuminati"... mas e o resto? Quem ganha o quê? E porquê?...


Censurado Novamente disse...
«fez ela é mais bonita que o gordo»

É verdade, mas o gordo é que é o Presidente...

Leitora disse...

"é preciso especificar as motivações e os objectivos concretos dos conspiradores.'
Mas, eu já não te contei que o próprio Albert Pike anunciou os planos de antemão?
Basta procurar livros sobre o assunto.
E outra coisa, pode acontecer d eu não saber tudo, né? Afinal não sou do clube satanista e misógino que tramou essas coisas.
Tenho que descobrir as coisas por fora, o que dá muito mais trabalho.
Eu tenho 100% de convicção que esse atentado, assim como outros, foi falso.
Mas enfim, fazer o que se a maioria das pessoas é cega para isso. Eu posso no máximo tentar alertar, mas se a pessoa consegue ver ou não, não é comigo mais.

Ah, eu não tenho 100% de certeza de minha possível ascendência asquenaze. Mas eu confesso que fiquei um pouco feliz com a possibilidade. hiihihih
É q minha avó, que tem ascendência polonesa, diz que não é descendent de judeus, não. Mas o sobrenome dela é usado por judeus-poloneses. O que me deixou com a pulga atrás da orelha. Além é claro, do design 'diferente' de nariz que a família herdou. Mas não tenho certeza que é um nariz judeu, pois não é tão grande qnt ao da Rainha da Inglaterra ou dos Rothchilds.

Ah, eu não gosto nadinha de brigas ainda mais pela internet. Tem coisa pior? Eu não ligo para o que pensem de mim. O importante é a realidade, não opiniões baseadas em ilusões.