sexta-feira, 12 de maio de 2017

Mais um caso de chinocas a tentar tirar milhares de euros de Portugal à socapa


Já não é o primeiro caso deste género que eu reporto aqui. Em Maio de 2015, foram apreendidas no aeroporto de Lisboa duas malas de viagem contendo cerca de um milhão de euros e três milhões e meio de yuans

«Dois homens de nacionalidade chinesa foram detidos pela GNR esta quinta-feira este Joves [o dia de Júpiter] na fronteira do Caia, em Elvas, distrito de Portalegre, por alegado branqueamento de capitais, tendo-lhes sido apreendidos 480 mil euros em numerário, anunciou a Guarda.


Segundo o Comando Territorial de Portalegre da GNR, a detenção dos homens, de 35 e 36 anos, foi efetuada pelo efetivo empenhado no controlo da fronteira do Caia, no âmbito da "Operação Fronteira Branca".

Os cidadãos chineses, pode ler-se num comunicado da Guarda, foram detidos "em flagrante delito" pelo alegado crime de branqueamento de capitais, tendo na sua posse "cerca de 480 mil euros, em notas de 50, 100 e 500 euros", que foram apreendidos. "Os dois detidos serão presentes a primeiro interrogatório judicial durante a tarde de quinta-feira", acrescentou a GNR.»

Ora bem, é preciso salientar que a GNR só apanhou estes dois chinocas porque está em vigor a "operação  fronteira branca", por causa da vinda a Portugal do papa Chico(-esperto), mediante a qual foram repostas temporariamente as fronteiras portuguesas, suspensas pelos acordos de Schengen. O que nos leva a várias perguntas: quantas vezes é que eles terão conseguido dar-se bem antes de serem apanhados? E quantos outros chineses andarão a fazer esquemas do género? E mais importante de tudo, porque é que os portugueses continuam a comprar massivamente os produtos chineses quando estes casos se sucedem?

______________________
Outras dos amarelinhos:


Chinocas tentaram fugir do país com milhões de euros e yuans
Casal chinoca detido por auxílio à imigração ilegal (e não só!)
Chinocas conseguem vitória importante na alta finança mundial
Chinocas querem construir uma cidade chinesa em Portugal
Partido Xuxalista quer mais "investimento" chinês
Universidade de Coimbra quer atrair mais estudantes chineses
China exporta instrumentos de tortura para países de África e Ásia
Chinocas vendiam carne estragada às multinacionais do fast-food
Chineses vendiam pastas dentífricas falsificadas no Porto
Rede chinesa angaria imigração ilegal
Mugabe, o genocida do Zimbabué, venceu o "Nobel da Paz chinês"!

5 comentários:

Rick disse...

Ora bem, é preciso salientar que a GNR só apanhou estes dois chinocas porque está em vigor a "operação fronteira branca", por causa da vinda a Portugal do papa Chico(-esperto), mediante a qual foram repostas temporariamente as fronteiras portuguesas, suspensas pelos acordos de Schengen. O que nos leva a várias perguntas: quantas vezes é que eles terão conseguido dar-se bem antes de serem apanhados? E quantos outros chineses andarão a fazer esquemas do género? "----------------------------------------------Ora bem.E estamos agora só no caso dos chineses,não será preciso pensar muito para concluir a devassa fronteiriça o resto do ano.

A-24 disse...

Ainda dizem que a reposição das fronteiras não seria benéfico? Ate dinheiro ao Estado traria!

Afonso de Portugal disse...

Há novidades sobre este caso, meus caros... foi apanhado um terceiro chinoca a tentar passar a fronteira exactamente no mesmo local, também ele com milhares de euros! Mais logo vou actualizar o blogue com essa notícia...

Agora imaginem quantos não terão feito esta habilidade com sucesso! :|

Lura do Grilo disse...

Fiquei chateado na altura: pensava que os chinocas traziam a massa! Basta fechar as fronteiras dois a três dias e o que se apanha: em dias que a Polícia não está deve ser um fartote.

Afonso de Portugal disse...

Lura do Grilo disse...
«Fiquei chateado na altura: pensava que os chinocas traziam a massa!»

LOL! De facto, é disso que nos querem convencer! Mas como diz o nosso povo, "ninguém dá nada a ninguém!"


«Basta fechar as fronteiras dois a três dias e o que se apanha: em dias que a Polícia não está deve ser um fartote.»

Agora imgine-se esta festa durante ANOS, aliás, DÉCADAS!!! Em quantos milhões é que o Estado Português terá sido lesado?