terça-feira, 9 de maio de 2017

Inglesa de 29 anos barbaramente atacada com ácido no Algarve


«Uma mulher foi regada com ácido, em plena via pública, na noite de sábado Sáturnes [o dia de Saturno], em Alvor, Portimão. Terá sido vítima do ataque de um ex-namorado, que se terá feito passar pelo actual. A vítima teve de ser transferida para uma unidade em Lisboa devido à gravidade dos ferimentos.

(...) a mulher, de 29 anos e origem britânica, contorcia-se no chão, a gritar com dores, das queimaduras que tinha espalhadas em cerca de 60 por cento do corpo. Tinha sido regada com cerca de dois litros de ácido.»

O Daily Mail e o The Sun publicaram esta imagem da garrafa que alegadamente continha o ácido.

«Assistida pelos Bombeiros Voluntários de Portimão, foi transportada, em estado considerado grave, para o hospital da cidade. Devido à extensão e gravidade das queimaduras que sofreu, a mulher foi depois transferida para a Unidade de Queimados do Hospital de S. José, em Lisboa.

As circunstâncias exactas em que tudo aconteceu estavam ontem ainda a ser apuradas pelos homens do Departamento de Investigação Criminal de Portimão da Polícia Judiciária, que ficou a investigar o caso. As suspeitas apontam para um ex-namorado da vítima, que combinou encontrar-se com a mulher naquele local, fazendo-se passar pelo actual parceiro.

A Polícia Judiciária estava ontem, ao fecho desta edição, a tentar contactar o suspeito, para esclarecer o seu eventual envolvimento no ataque com ácido.»


A respeito da "potência" do ácido utilizado, o  JN conta ainda que:

«Dada a quantidade de líquido que ficou na via pública, a GNR cortou a estrada. Três militares tiveram de receber assistência médica por inalação de vapores. Tiveram alta durante a madrugada.

Ora bem, a chave aqui é o facto de a mulher ter nacionalidade britânica. Evidentemente, nada garante que o agressor não seja um português ou um inglês branco mas, tendo em conta o facto de que houve vários ataques com ácido recentemente no Reino Unido, quase sempre cometidos por "pobres coitadinhos", a probabilidade aponta para um crime de "honra". Ou seja, "jovens" ou maomés, talvez as duas coisas ao mesmo tempo! 

Sem comentários: