sábado, 4 de março de 2017

Paul Joseph Watson: «O Leonardo DiCaprio é um idiota completo» (com legendas)


Desta vez eu tenho que discordar do Sr. Watson. O Leonardo DiCaprio não tem nada de idiota, mas sim de hipócrita. Não se esqueçam, caros leitores: cada vez que vocês vão ao cinema ou compram DVDs/Blue-Ray, vocês estão a alimentar este género de parasitas!


________________________________
Outras da hipocrisia hollywoodesca:

Paul Jospeh Watson: «A derrocada das suásticas da Sarah Silverman»
Hollywood pronuncia-se sobre o motim de Berkeley!
Mais uma prostituta hollywoodesca mostra a sua verdadeira face!
O escroque Bergoglio atribuiu medalhas às suas prostitutas favoritas!
Ainda sobre as alegadas disparidades entre os salários dos homens e das mulheres
A podridão dos nossos doutrinadores globais
Paul Joseph Watson: «O George Clooney que se f***!»
Nos EUA: actriz mestiça criticada por não ser suficientemente preta
Finalmente alguém tenta pôr um travão na língua deste anormal!
A hipocrisia gritante dos homens de "12 Anos Escravo"
Uma pergunta pertinente...

10 comentários:

João José Horta Nobre disse...

«Não se esqueçam, caros leitores: cada vez que vocês vão ao cinema ou compram DVDs/Blue-Ray, vocês estão a alimentar este género de parasitas!»

Eu saco os filmes da net ilegalmente com o Tixati. Enquanto o Pirate Bay e o Tixati continuarem a bombar, eu vou ir sempre sacando! Aahahahahhaahahhaha

Quanto ao cinema, com a crise tornou-se simplesmente proibitivo meter lá os pés...

CENSURADO AGAIN disse...

o di caprio se passou pra fazer o homem branco mauzinho do django adulterado pois o original era loiro logo ele que era visto como branco mocinho e isso é pecaminoso

Afonso de Portugal disse...

João José Horta Nobre disse...
«Enquanto o Pirate Bay e o Tixati continuarem a bombar, eu vou ir sempre sacando! Aahahahahhaahahhaha»

Eu tenho a sorte de ter deixado de gostar dos filmes de Hollywood. Houve uma altura em que também sacava montes deles, mas nos últimos anos deixei-me disso, porque o enredo e a forma como são feitos os filmes já não me estimula. Raramente há algo a aprender nos filmes de hoje, a não ser vícios.

Paradoxalmente, gosto bastante de ver filmes americanos antigos. Identifico-me com os homens desses tempos, não com os homens que se vêem nos filmes de hoje. O que é um Vin Diesel ao lado de um Steve McQueen? Um George Clooney ao lado de um James Stewart? Um Brad Pitt ao lado de um Humphrey Bogart? Ou até mesmo um Bryan Cranston -que é um dos melhores actores vivos- ao lado de um Marlon Brando?

Os homens daqueles tempos eram másculos e inspiradores! Faziam-nos querer ser como eles, enquanto os homens do cinema moderno só me causam náusea e repulsa. Identifico-me mais facilmente com qualquer vilão dos filmes da década de 50 e 60 do que com os heróis ridículos dos filmes de hoje, todos cheios de músculos artificiais, sobrancelhas depiladas e falso bravado que não disfarça as suas sensibilidades femininas e dilemas cosmopolitas. E já nem vou às series de TV, porque aí então é que o degredo é total!


Censurado Agaian disse...
«o di caprio se passou pra fazer o homem branco mauzinho do django adulterado pois o original era loiro logo ele que era visto como branco mocinho e isso é pecaminoso»

Já se sabe que o vilão hollywoodesco dos tempos modernos tem de ser o mais branco, loiro e de olhos azuis possível... já os heróis é ao contrário, é preciso fazê-los cada vez mais escurinhos.

João José Horta Nobre disse...

«Eu tenho a sorte de ter deixado de gostar dos filmes de Hollywood.»

Eu vejo um ou outro, mas principalmente, sou consumidor de documentários. Para eu tirar 2 ou 3 horas do meu preciso tempo, é preciso que o filme seja mesmo algo que me apele mesmo muito. Um dos últimos que vi, foi a Conjuração 2. Desse gosto. Já tinha visto o primeiro e tive de ver o segundo. Pessoalmente, acho que são excelentes filmes de terror. O realizador se não estou enganado, é um chinoca, lool.

Afonso de Portugal disse...

Sim, os documentários são uma boa aposta, embora eu praticamente só consiga ver os de história e astronomia. Enjoei dos outros (vida selvagem, leilões, carros, comida, etc.), são quase sempre a mesma coisa.

Quanto aos filmes da série "Conjuração", eu nunca vi nenhum, mas ambos têm uma nota razoável no imdb (7,5). Hoje em dia, antes de decidir ver um filme, eu vejo sempre primerio que nota é que esse filme teve no imdb. Se tiver tido menos de 7,0 eu nem sequer me dou ao trabalho de o ver!

E, mesmo assim, há muitos filmes com 8 e até mais que não valem grande coisa, como por exemplo alguns dos recentes filmes de super-heróis.

João José Horta Nobre disse...

«Quanto aos filmes da série "Conjuração", eu nunca vi nenhum, mas ambos têm uma nota razoável no imdb (7,5). Hoje em dia, antes de decidir ver um filme, eu vejo sempre primerio que nota é que esse filme teve no imdb. Se tiver tido menos de 7,0 eu nem sequer me dou ao trabalho de o ver!»

Se o Afonso gosta de terror e coisas do paranormal, então a Conjuração é uma boa aposta, isto pelo menos na minha opinião. Quanto a serviços de classificação de filmes, eu pessoalmente vou pelo site Rotten Tomatoes:

https://www.rottentomatoes.com/

Não me costumo dar mal com o Rotten Tomatoes, mas sim, por vezes eles dão boa nota a filmes de merda, como este Moonlight que ganhou o óscar de melhor filme aqui há dias.

Os óscares mais uma vez deixaram patente a degeneração depravada dos principais estúdios de Hollywood, que apenas por mera "coincidência", são hoje quase todos detidos por judeus com uma certa agenda:

http://www.texemarrs.com/jews_own_hollywood.htm

CENSURADO AGAIN disse...

é preciso fazê-los cada vez mais escurinhos.

5 de março de 2017 às 19:51

sim vilões negros parecem que fazem menos sucesso como o ja sabemos quem disse tipo o caso do demolidor que ele citou mas ali era demais um judeu cego um negro apelaram muito

CENSURADO AGAIN disse...

faltou so o judeu traveco do matrix

CENSURADO AGAIN disse...

e o negro gay de miami com a mãe drogada do bullying no colegio isso ja ta pior que novela mexicana esses roteiros apelativos deles

Afonso de Portugal disse...

João José Horta Nobre disse...
«Os óscares mais uma vez deixaram patente a degeneração depravada dos principais estúdios de Hollywood, que apenas por mera "coincidência", são hoje quase todos detidos por judeus com uma certa agenda»

Eu ainda não estou totalmemte convencido que aquela troca de envelopes tenha sido acidental!... Parece-me que houve ali uma panelinha qualquer e que nem toda a gente envolvida no processo estava ao corrente, daí a fífia que se viu na cerimónia. Aliás, a pretalhada e os guerreiros da (in)justiça social tinham feito tamanho choradinho no ano passado, que eu estava mesmo a adivinhar que isto aí acontecer...


CENSURADO AGAIN disse...
«faltou so o judeu traveco do matrix»

LOL! Esses gémeros travestis deram uma entrevista recente em que disseram que a matrix era uma alegoria para o seu transsexualismo! Red pill = mudar de sexo! :P