segunda-feira, 6 de março de 2017

E mais um vlogueiro denuncia o que realmente se está a passar na Suécia


     Este cavalheiro é conhecido no YouTube por Computing Forever. Não sei exactamente de onde é que ele é, mas os seus vídeos são frequentemente partilhados pelo Paul Joseph Watson no Twitter, o que é um bom indicador da sua qualidade como vlogueiro (vídeo + blogger). 

O vídeo começa com uma propaganda televisiva do mais asqueroso que pode haver, apelando à diluição étnica dos suecos em nome do "humanitarismo". O Computing Forever destroça essa porcaria mundialista, contrapondo a flagrante incompatibilidade cultural dos "pobres coitadinhos". Alguns dos casos mencionados no vídeo:
  • [01m31s] Conforme denunciado pela Rosa Branca no vídeo anterior, a Suécia consente casamentos entre adultos e menores, desde que sejam refugiados; o Computing Forever mostra-nos o caso concreto de uma jovem síria de 14 anos que engravidou do seu tio e foi forçada a casar com ele; um tribunal sueco aprovou o casamento, alegando que «a jovem parece madura e há razões culturais e religiosas» para o aceitar;
  • [02m09s] A jovem acabou por ser alojada com a sua tia e respectiva família, o que levou a que os serviços sociais recorressem para um tribunal de instância superior; mas, uma vez mais, os juízes encarregados do caso não acharam que houvesse nada de mal com o casamento, dizendo: «A jovem foi educada num contexto religioso e cultural diferente, pelo que tem uma percepção diferente daquilo que é certo e errado.» Para além do relativismo moral aberrante que esta declaração representa, bem referido pelo Computing Forever, é preciso salientar que este argumento é invariavelmente descartado sempre que é utilizado pelos detractores da imigração;
  • [03m13s] Segue-se um caso em que um "refugiado" violou uma menina de 12 anos e foi apenas castigado com pena de serviço comunitário;
  • [05m24s] É sempre giro comparar imagens das mulheres do Irão antes da revolução islâmica e depois da revolução islâmica: viva a diversidade!

5 comentários:

Bilder disse...

A insanidade liberal-esquerdopata parece não ter limites(sempre em nome das "amplas liberdades" pois claro,além da "famosa" e auto-invocada "superioridade moral progressista".

Leitora disse...

Já imaginou como vai ta esse lugar daqui a 100, 200 anos ?
Daqui a 400 só vai existir coisas vibrantes.. isso se continuar do jeito que tá.
Eu não sei não, me passa pela cabeça a hipótese de que, talvez, as ratazanas de Sião ou alguma elite decrépita deseja o planeta só pra ela, e quer transformar todos em humanoides marrons incapazes de pensar para então destruí-los, causando uma grande depopulação. Acho que só tão deixando os humanoides se reproduzirem até raparem a raça branca da face da Terra, pq se não destruí-los, eles devem chegar aos 20, 30 bilhões de habitantes facilzinho.. ou acabaram morrendo mais cedo com a civilização mais decaída.
Mas uma coisa é certa, se hoje tem 90% d brancos, daqui a 400 anos se tiver 10% já vai ser muito.

Já a pedofilia é o sonho de muitos degenerados esquerdoides, que só estão impedidos disso pela civilização baseada no Cristianismo, que transforma essa perversão em crime. Já na África deve ser normal. Tão conseguindo normalizar GAYZISMO, que é OBVIAMENTE anti natural, já começaram a erotizar crianças, isso que dá dar posições de poder pra pessoas pervertidas e pseudos humanoides.

Leitora disse...

Ah, e acho que ao contrário do que eles querem nos fazer pensar, AINDA é reversível essa besteira que fizeram... É a fase crucial a inicial, querem fazer as pessoas desistirem já de lutarem pelo seu país.. e com o passar do tempo tudo vai ficando mais fácil.. pra eles.

Afonso de Portugal disse...

Bilder disse...
«A insanidade liberal-esquerdopata parece não ter limites(sempre em nome das "amplas liberdades" pois claro,além da "famosa" e auto-invocada "superioridade moral progressista".»

E, no entanto, estes cabrões destes juízes são capazes de dizer cobras e lagartos do Milo Yiannopoulos, que não violou ninguém, apesar de a sua opinião ser evidentemente condenável. Mas lá está, a grande diferença é que o Milo opina, os muçulmanos fazem! E estes juízes da treta dão-lhes a sua bênção!


Leitora disse...
«Transformar todos em humanoides marrons incapazes de pensar para então destruí-los, causando uma grande depopulação.»

Há muita gente que acredita nisso. Eu próprio acho que é uma forte possibilidade. Há muitos cientistas que defendem que o planeta Terra não tem capacidade para alimentar os 9 mil milhões (bilhões aí no Brasil) de seres humanos que se espera existirem por volta de 2030. A superclasse mundialista já percebeu isso há muito tempo e encara a miscigenação como uma dupla oportunidade: (1) acabar com o Ocidente e (2) reduzir a população mundial a níveis sustentáveis.


«Mas uma coisa é certa, se hoje tem 90% d brancos, daqui a 400 anos se tiver 10% já vai ser muito.»

A Suécia é um caso particularmente grave, mas ainda tenho esperança que pelo menos a Europa de Leste resista à onda globalista. Quando França, Inglaterra, Holanda e Alemanha se tornarem nações mestiças, a sua superioridade científica e tecnológica definhará. Nessa altura, os países do Leste europeu poderão finalmente brilhar, sobretudo se tiverem acolhido as melhores mentes do Ocidente, como os EUA fizeram durante o século XX.


«Tão conseguindo normalizar GAYZISMO, que é OBVIAMENTE anti natural, já começaram a erotizar crianças, isso que dá dar posições de poder pra pessoas pervertidas e pseudos humanoides.»

Exactamente... o marxismo cultural opera por etapas, ou degraus. Primeiro, combate-se a "homofobia". Depois permite-se o casamento entre homossexuais. Depois a adopção por "casais" homossexuais. O próximo passo é a pedofilia e já houve várias movimentações nesse sentido. A mais recente, por parte da revista esquerdalhista Salon, que publicou vários artigos a relativizar a pedofilia.


«Ah, e acho que ao contrário do que eles querem nos fazer pensar, AINDA é reversível essa besteira que fizeram... É a fase crucial a inicial, querem fazer as pessoas desistirem já de lutarem pelo seu país.. e com o passar do tempo tudo vai ficando mais fácil.. pra eles.»

Sim, sim, enquanto os brancos forem a maioria em seus países, é possível reverter todo o mal que foi feito. Mas a cada ao que passa vai fincando mais difícil, sobretudo com essas entradas massivas de "refugiados" an Europa e nas Américas. É por isso que os nacionalistas brancos não podem parar, é preciso agir, falar com as pessoas, espalhar a mensagem. Cada dia conta!

Leitora disse...

"Quando França, Inglaterra, Holanda e Alemanha se tornarem nações mestiças, a sua superioridade científica e tecnológica definhará. "

Olha, se vc reparar, tem povos que tem uma tendência maior para DESEJAR o totalitarismo em suas vidas... os africanos parecem ser assim, escuros no geral, como os de Cuba (até tinha brancos em Cuba antes, mas desconfio que a maioria se foi pros EUA). E a esquerda em sua plenitude realmente é isso, um sistema totalitário. Não existe liberdade de opinião, de ação, facilidade de abrir uma empresa num lugar que seja esquerdista. Quanto mais esquerda, mais totalitário. Talvez isso possa ser mais um motivo para os completos doentes mentais (já ouvi dizer que foi provado que esquerdismo é doença mental, mas não cheguei a pesquisar mais) quererem importar escuros, pois eles tem maior afinidade com ditaduras e por isso, tendem a ser mais de esquerda.
Pelo menos no Brasil é assim, um dos objetivos dos esquerdalhas é se perpetuar no poder, assim como Chaves e Castro conseguiram em seus países, não é a toa que esses ditadores são ídolos de Lula e Dilma. Lula e Dilma são 2 paspalhos que sonharam em ser como eles, ditadores acima da lei.