domingo, 29 de janeiro de 2017

O criminoso Soros está a financiar a oposição às restrições à imigração impostas por Trump


Nem sei como é que o homem ainda tem dinheiro, tendo em conta que está sempre a gastá-lo a financiar protestos ou medidas anti-Trump! De acordo com o Breitbart:

«Grupos de advogados financiados por George Soros deram início a um processo judicial para bloquear a ordem executiva do Presidente Donald Trump que suspendeu a emissão de vistos para "imigrantes e não-imigrantes" oriundos da Síria, da Somália, do Sudão, da líbia, do Iémen, do Irão e do Iraque.


(...) O processo foi iniciado por advogados do Projecto Internacional de Assistência aos Refugiados, do Centro de Justiça para a Imigração, da Organização de Serviços Legais Jerome N. Frank, da Escola de Direito de Yale, da União Americana das Liberdades Civis e do Centro urbano de Justiça.»

Porque é que realcei a União Americana das Liberdades Civis a negrito? Porque:

«A União Americana das Liberdades Civis tem sido financiada por Soros de forma massiva, incluindo uma bolsa de 50 milhões de dólares em 2014. (...) na última década, Soros terá doado 76 milhões de dólares à instituições ligadas ao favorecimento da imigração.»

Ah, deve ser apenas uma coincidência (como se isso existisse em política)...

10 comentários:

Leitora disse...

jajaja.. mas qual será a desse Soros?
Será que ele quer implantar o caos social para comprar o máximo possível de propriedades a preço de banana, para depois q o povo sofrer e se reerguer tudo valorizar ? Ou é algum outro motivo ? Porque q esses globalistas, cujo Soros é a cara principal, estão fomentando esses movimentos?

Lura do Grilo disse...

óptimo ... quanto mais litigar mais perde. Mas este homem - e a prole- há-de ter rabos de palha como tinha o AlCapone. Estou convencido que Trump o terá na mira.

Afonso de Portugal disse...

Leitora disse...
«jajaja.. mas qual será a desse Soros?»

Soros é acima de tudo um especulador. Ele fez a sua fortuna apostando nos mercados bolsistas e em divisas, tanto para cima, como para baixo.


«Será que ele quer implantar o caos social para comprar o máximo possível de propriedades a preço de banana, para depois q o povo sofrer e se reerguer tudo valorizar ?»

É possível que ele venha a fazer isso no futuro mas, para já, ele está tentando ganhar dinheiro no presente! Não sei se a Leitora conhece o mundo dos investimentos financeiros. Muita gente não sabe, mas é possível apostar na bolsa tanto quando ela sobe... como também quando ela desce! Tal como o lendário Jesse Livermore (outro judeu), o Soros fez isso várias vezes isso ao longo da sua "carreira", em particular com a libra esterlina no início dos anos 90, o que lhe valeu a fama de "o homem que quebrou o Banco de Inglaterra".

Só que desta vez a coisa correu-lhe mal: e expectativa era de que, com a vitória de Trump, os mercados caíssem a pique. Vários "analistas" financeiros previam isso. Soros apostou nisso, na queda dos mercados... e apostou forte: há fontes que falam em 20% da sua fortuna pessoal, o que, a confirmar-se, terá sido um erro de amador (nunca devemos apostar mais do que 2 a 5% do nosso património num negócio bolsista). O problema é que, desde que Trump venceu, os mercados têm subido, não descido. E agora Soros está a perder dinheiro... muito dinheiro!


«Porque q esses globalistas, cujo Soros é a cara principal, estão fomentando esses movimentos?»

O principal motivo é o proveito económico. O globalismo faz abrir mercados que estavam fechados, proporcionando novas oportunidades de negócio. Por exemplo, há 20 anos atrás, era quase impossível comprar acções chinesas no Ocidente. Só os grandes institucionais podiam fazê-lo, com custos de transacção muito elevados. Mas hoje, qualquer um de nós pode comprar acções chineses facilmente, bastando ter uma ligação de inernet e acesso a uma plataforma de transacção de valores mobiliários.

Mas há outras motivações de caractér ideológico que são bem mais sinistras. Soros e outros como ele acreditam que a única forma de impedir a repetição do nazismo é exterminar a raça branca. Como isso é fisicamente impossível, recorrem à abertura das fronteiras para, através das miscigenação, diluir os brancos.


«óptimo ... quanto mais litigar mais perde. Mas este homem - e a prole- há-de ter rabos de palha como tinha o AlCapone. Estou convencido que Trump o terá na mira.»

Espero bem que sim... se não tiver, será amadorismo da parte dele e da sua administração! Com esta gente não se brinca! Eles têm sempre um trunfo na manga!

Leitora disse...

Ah entendi.. é uma pena q eu não tenha muito dinheiro pra apostar nessas coisas, já imaginava q o Trump ia fazer as bolsas subirem, ainda mais qnd há o terrorismo eleitoral da esquerda q tenta parecer q ele ganhar será o fim do mundo em todos os aspectos.
Mas então, o Soros quer prejudicar o Trump,talvez até impechma-lo apenas para ver se as ações dele sobem ? E faz isso controlando um exército de mortadelas q nem imaginam nada disso? (aqui no Brasil chamamos assim esses manifestantes de esquerda, q ganham pão com mortadela e 25 reais para fazer protestos..) Ah, mas os mortadelas pensam q estão lutando contra o preconceito, a discriminação, o ódio.. e etc né..

Afonso de Portugal disse...

«já imaginava q o Trump ia fazer as bolsas subirem, ainda mais qnd há o terrorismo eleitoral da esquerda q tenta parecer q ele ganhar será o fim do mundo em todos os aspectos.»

Eheheheh... há estatísticas que dizem quem as mulheres são em média melhores negociadoras em bolsa por dois motivos: (1) são mais disciplinadas; (2) têm uma intuição para a "arte do pensamento contrário" mais aguçada do que os homens, i.e. percebem melhor quando uma situação é o contrário daquilo que parece ser. :)

Olhe que não é preciso muito dinheiro... o mais importante é seguir as regras principais: investir apenas uma parte das nossas popanças e em negócios diversificados; saber porque é que se está a investir, i.e. conhecer os negócios em que se investe; temporizar os períodos de valorização (bull markets) e de desvalorização (bear markets) dos activos em bolsa.


«Mas então, o Soros quer prejudicar o Trump,talvez até impechma-lo apenas para ver se as ações dele sobem ?»

Sim. Ele detém fundos especulativos que sobem (i.e se valorizam) quando os mercados em geral descem. Mas esse é apenas o motivo principal, há outros. Tal como outros grandes plutocratas, Soros quer destruir a civilização ocidental porque isso levará a duas coisas:

(1) acabará com a raça branca e com a sua cultura;
(2) abrirá o caminho ao estabelecimento de um mercado mundial: se toda a gente no planeta for mestiça e não houver uma cultura dominante em cada nação, as multinacionais terão menos entraves aos seus planos expansionistas.

Leitora disse...

Mas isso do nazismo eu até já li algo em algum lugar.. não sei que dominação esquerdista é também chamada de desnazificação, talvez a Teoria Crítica, não lembro.. Mas essa é uma motivação bem estranha.. será que eles acreditam mesmo no Holocausto? Eu tenho dúvidas..me parece, dado a algumas pesquisas que já fiz, que a história do Holocausto não consegue se manter com fatos concretos. Eu não sei, mas teria a outra ''teoria da conspiração'' que se refere a mesmo um domínio judaico mundial.

Carta do judeu Baruch Levy ao judeu Mordechai, vulgo Karl Marx:

"O povo judeu na sua totalidade será ele mesmo o seu próprio Messias. O seu reino sobre o universo realizar-se-á pela unificação das outras raças, eliminação das monarquias e das fronteiras que são a proteção do particularismo, e pelo estabelecimento de uma república universal que reconhecerá em toda a parte os direitos de cidadania dos judeus. Nesta nova organização da humanidade, os filhos de Israel disseminados atualmente sobre toda a superfície da terra, todos da mesma raça e de igual formação tradicional, conseguirão, sem grande oposição, constituir o elemento dirigente em toda a parte e de tudo, se conseguirem impôr a direção judaica às massas operárias. Assim, pela vitória do proletariado, os governos de todas as nações passarão para as mãos dos israelitas por intermédio da realização da República universal. A propriedade individual poderá então ser suprimida pelos governantes de raça judaica que então poderão administrar em todo o lado as riquezas dos povos. E assim realizar-se-á a promessa do Talmud de que quando chegarem os tempos messiânicos, os judeus terão sob controlo os bens de todos os povos da terra".

jajaja.. sei que nem todos acreditam nisso, eu mesmo tenho dúvidas.. Mas esta carta é um de vários registros onde se encontram ideias semelhantes à esta.

Leitora disse...

Puxa, que legal isso da bolsa e das mulheres, hehe
Eu estive pensando em investir algo mesmo, mas antes preciso me informar melhor do funcionamento do mercado... As poucas coisas q já li não foram muito animadoras, mas ainda não me aprofundei no assunto. Obrigado pelas dicas !

Afonso de Portugal disse...

«não sei que dominação esquerdista é também chamada de desnazificação, talvez a Teoria Crítica, não lembro...»

A "desnazificação" é sem dúvida uma parte da Teoria Crítica, embora a TC seja algo destinado a desconstruir toda a cultura ocidental. Por exemplo, filmes como "A Lista de Schindler", "American Story X", "O Pianista", "Amistad", "12 Anos Escravo" ou livros como "O Diário de Anne Frank" ou "O Sol é Para Todos" têm como objectivo inculcar nos ocidentais brancos, em especial nos arianos, um sentimento de culpa pelos "erros históricos do passado", ignorando deliberadamente os massacres e injustiças cometidos pelas outras civilizações. A estratégia resultando ao longo dos anos porque os Ocidentais nunca ouviram a versão dos derrotados.

Felizmento, o advento das redes sociais pôs os arianos a falar entre si sem a mediação da superclasse. E isso fez com que chegássemos à conclusão de que as coisas nunca são bem como nos contam os vencedores...


«jajaja.. sei que nem todos acreditam nisso, eu mesmo tenho dúvidas.»

O supremacismo judaico é uma realidade. Eu evito falar nele aqui no blogue porque entendo que é uma matéria muito sensível, que afasta muitos leitores condicionados pelo politicamente correcto. É por isso que eu também rejeito o nazismo primário, como a colocação de suásticas e imagens do Hitler nas redes socais, mas vou denunciado personagens como esse Soros.

Não sei se a leitora está familiarizada com o exemplo do sapo sendo cozido, mas é assim que eu encaro o combate nacionalista:

https://en.wikipedia.org/wiki/Boiling_frog

Ou seja, se o sapo for introduzido numa panela de água fervendo, ele sentirá o calor e, naturalmente, saltará para fora da panela. Mas se o sapo for colocado em água morna e aquecido gradualmente, ele não se aperceberá que está a ser cozinhado até ser tarde demais. :)

Foi assim que o Marxismo Cultual triunfou no Ocidente. Foi tudo feito muito gradualmente, de forma discreta. Muitos ocidentais ainda hoje não se apreceberam!

E é também assim que eu que o combate nacionalista deve ser travado: discreta, mas continuadamente. Os ocidentais foram condicionadas pelos média (mídia aí no Brasi) e pelo sistema educativo a rejeitar rapidamete tudo o que tenha a ver com o nazismo e com o anti-semitismo. Então temos de ir por outro lado, denunciando fenómenos que as pessoas sentem no seu dia-a-dia, como os abusos dos muçulmanos.

Esta postura não é partilhada por outros nacionalistas portugueses que chegam mesmo ao ponto de me chamar "um traidor" por "não denunciar os judeus". Mas o meu objectivo é chegar ao poder, não é ficar repetindo a mesma cassete vezes sem conta, sabendo que as pessoas não querem escutar.


«As poucas coisas q já li não foram muito animadoras, mas ainda não me aprofundei no assunto.»

A bolsa é o melhor lugar para se fazer dinheiro mas a longo prazo. Muitas pessoas querem enriquecer na bolsa rapidamente e depois ficam desiludidas. Se você estiver mesmo interessada em investir, recomendo vivamente que vá com calma e não aplique o seu dinheiro antes de ler alguns livros sobre o assunto.

Estes artigos do jornal português Observador são bons para começar:

http://observador.pt/especiais/warren-buffett-acoes-compraria-nao-fosse-terceiro-homem-rico

O autor é mestiço mas fez um bom trabalho a compilar as estratégias dos investidores com mais sucesso em Wall Street.

Outra sugestão é o livro "Ganhar em Bolsa" do português Fernando Braga de Matos. É o melhor livro que conheço sobre o assunto escrito na língua de Camões:

https://www.amazon.com/Ganhar-Bolsa-Portuguese-Fernando-Braga-ebook/dp/B00U0OB3HA

Leitora disse...

"Os ocidentais foram condicionadas pelos média (mídia aí no Brasi) e pelo sistema educativo a rejeitar rapidamete tudo o que tenha a ver com o nazismo e com o anti-semitismo. "

Isso é uma verdade. Eu mesmo tinha uma aversão inconsciente ao Nazismo, Hitler, etc até pouquíssimo tempo atrás.. só melhorei disso dpois d pesquisar mais sobre o assunto e descobrir que sofri mais lavagem cerebral do que imaginei. Aliás, fico pensando no q mais me enganaram e eu ainda não sei...

Compreendi sim sua forma de atuação a lá sapo cozido. Acho uma boa estratégia mesmo, mais a longo prazo. Concordo que parece não resolver ficar batendo na tecla dos judeus, até porque não são tooodos que são ruins, eles não tem culpa de nascer com certos dons para finanças e coisas assim. E além do mais tem alguns entre eles q são muito inteligentes mesmo, eu mesmo já aprendi bastante coisas com dois amigos judeus. Mas estes 2 tinham uma inclinação mais a direita. E claro, devem de estar fora dos planos dos judeus mega ricos, imagino né.

Agradeço o artigo do observador ! Eu li, mas acho que ainda sou muito leiga pra conseguir entender tudo. k Mas é bom para se acostumar com o assunto.
Agradeço pela indicação do livro tbm

Afonso de Portugal disse...

«Isso é uma verdade. Eu mesmo tinha uma aversão inconsciente ao Nazismo, Hitler, etc até pouquíssimo tempo atrás...

Exacto! Eu já era bem crescido quando finalmente comecei a duvidar da versão oficial da história. É por isso que eu sou contra abordagens demasiado directas e forçadas. As pessoas precisam de ser acordadas, mas não de qualquer jeito.


«só melhorei disso dpois d pesquisar mais sobre o assunto e descobrir que sofri mais lavagem cerebral do que imaginei. Aliás, fico pensando no q mais me enganaram e eu ainda não sei...»

Eu penso nisso quase todos os dias!... O que mais ainda haverá que não sabemos? Não quero ficar paranóico mas, com o passar dos anos, fica cada vez mais difícil não desconfiar de tudo o que vemos e ouvimos.


«Concordo que parece não resolver ficar batendo na tecla dos judeus, até porque não são tooodos que são ruins»

Pois... é claro que o ideal seria que todos os alógenos, judeus, muçulmanos, chineses, indians, etc. abandonasse o Ocidente. Mas é preciso começar por algum lado. E, neste momento, os mais agressivos são os muçulmanos. Não há ninguém que goste deles e nós, inteligentemente, temos de usar isso em nosso proveito!


«Agradeço o artigo do observador ! Eu li, mas acho que ainda sou muito leiga pra conseguir entender tudo. k Mas é bom para se acostumar com o assunto. »

Disponha! :) Uma coisa que eu já reparei é que tem poucos nacionalista com dinheiro. Isso é um problema, porque neste mundo nada se faz sem dinheiro! E, nesse sentido, yemos de mudar nossa cultura sobre a acumulaçãod e capital. Veja-se o caso do Soros, ele consegue fazer a diferença porque tem muito dinheiro e consegue subornar muita gente! Não digo que sejamos corruptos como ele, mas devemos pensar seriamente em ter mais dinheiro para livros, cartazes, propaganda, vídeos, etc.