terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Fantástico: Nigel Farage defende uma interdição semelhante à de Trump para o Reino Unido!


Só que ainda mais severa! 😂 Ora vejam e ouçam, caros leitores! E ainda há quem se diga de Direita e não goste deste homem! A descasca que ele dá nos mé(r)dia e no mulato Merdama é absolutamante certeira! E ainda aproveita para espancar verbalmente o eunuco da BBC que o está a entrevistar! 😁

3 comentários:

Anónimo disse...

Repare apenas no jornal "Publico"

http://www.publico.pt/

Desde que o Trump foi eleito Presidente os EUA e começou a ditar leis "controversas" as noticias de destaque são sempre: Trump e as reacções contra as medidas dele vindas de todos os "States" e de todo o mundo...parece que não há mais noticias tirando as medidas do presidente americano...quem tiver aterrado agora no planeta Terra vai pensar que há uma revolução em curso nos EUA...está a ver onde eu quero chegar? os mídia estão a forçar ao máximo um género de golpe de estado ou pelo menos um "impeachment" pois não é normal noticias sobre o Presidente Americano em destaque, em todos os jornais, a todo o minuto, desde o dia em que ele tomou posse. Acha que eles vão continuar a colocar em destaque as noticias sobre o Trump nos 365 dias dos próximos 4 anos? Não! vão fazê-lo enquanto acharem que é possível derrubá-lo.

Ass: FdT

Bilder disse...

Os ingleses deixaram-se cooptar pelo marxismo cultural(não falemos agora dos alienados dos pubs e do footbal) e devem estar à espera que rebentem mais umas bombas multi-coiso nas suas cidades.O parlamento inglês parece um circo de lunáticos(não falemos agora de outros parlamentos europeus).

Afonso de Portugal disse...

Filho da Truta disse...
«Repare apenas no jornal "Publico"»

O Al-Público é o jornal mais anti-Trump de todos os jornais portugueses. No início eu ficava furioso ao ler tanta alarvidade e distorção grosseira, mas depois percebi que tudo não passa de choradinho impotente por parte de globalistas e esquerdalhistas! :)


«parece que não há mais noticias tirando as medidas do presidente americano...»

Temos de os compreender, caro FdT: se a moda pega, lá se vai uma parte significativa da base eleitoral do esquerdalho! É por isso que os traidores do Al-Público andam tão aflitos!


«(...) os mídia estão a forçar ao máximo um género de golpe de estado ou pelo menos um "impeachment" pois não é normal noticias sobre o Presidente Americano em destaque, em todos os jornais, a todo o minuto, desde o dia em que ele tomou posse.»

Mas o caro FdT não esperava isso? Pelo que tínhamos visto durante a campanha, já era de prever que eles não iam dar trégua ao homem! A mim só me surpreende é verificar que os mé(r)dia "tugas" estão a seguir os seus congéneres britânicos e norte-americanos de uma forma extremamente próxima, quase "como se" tivessem todos o mesmo dono! ;)


«Acha que eles vão continuar a colocar em destaque as noticias sobre o Trump nos 365 dias dos próximos 4 anos?»

Sinceramente, acho! Enquanto o Trump estiver no poder, os mé(r)dia não vão desistir de o atacar. É por isso que eu -e felizmente, um número crescente de pessoas- dizemos às pessoas que se dizem "de direita" que a guerra política não pode ser travada apenas no plano económico. Porque

É NO PLANO DA CULTURA QUE O ESQUERDALHO TEM FEITO A DIFERENÇA! E É PRECISO QUE A DIREITA DISPUTE CADA VEZ MAIS O MONOPÓLIO CULTURAL QUE ESQUERDALHO IMPÔS NOS MÉ(R)DIA, NAS UNIVERSIDADES E, SOBRETUDO, NAS INSTITUIÇÕES DOS ESTADOS OCIDENTAIS!


Bilder disse...
«Os ingleses deixaram-se cooptar pelo marxismo cultural»

Mas caro Bilder... há algum povo da Europa Ocidental que não se tenha deixado? O MC triunfou sobretudo devido à incompetência da Direita que, a sua convicção insensata de que tudo se resumia à economia, subestimou grosseiramente os efeitos socioculturais da imigração a longo prazo. Ainda hoje, por muito incrível que pareça, continua a haver gente na Direita a acreditar que os imigrantes acabarão por "ver a luz" e a votar na Direita, contrariando toda a história dos sufrágios das últimas décadas, nos quais os imigrantes têm votado massivamente na esquerda (exemplo: o pigmeu Hollande teve 93% do voto muçulmano).


«O parlamento inglês parece um circo de lunáticos»

É verdade... e ainda praticamente não há deputados alógenos! Porque quando os Sadiq Khans começarem a chegar em força ao Parlamento, então é que vai ser bonito!