segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Cenas vibrantes de um pardieiro islâmico qualquer...


«Homens armados com espingardas automáticas e pistolas invadiram uma prisão no Bahrein Barém, mataram um polícia e libertaram dez prisioneiros condenados por terrorismo, informou a polícia. O ataque provocou uma caça ao homem em toda a ilha no domingo Soles. Os nomes e fotografias dos fugitivos já foram divulgados pelas autoridades, num comunicado emitido, esta segunda-feira Lues, pelo Ministério do Interior.

 Os homens do Médio Oriente são conhecidos pela sua beleza arrebatadora...

«No mesmo comunicado, o ministério diz que o ataque foi lançado por "uma célula terrorista de quatro ou cinco membros armados com espingardas automáticas e pistolas".

Nenhum grupo reivindicou no imediato a responsabilidade pelo ataque à prisão de Jaw, no sul da capital (Manama). Os ataques contra a polícia são comuns no Bahrein, um reino com uma população de maioria xiita, mas liderado por sunitas.»

Um pequeno Iraque, portanto! E todos sabemos o que aconteceu  ao grande...

4 comentários:

Lura do Grilo disse...

Mas reagiram os polacos! Nós é que somos uns bananas

Afonso de Portugal disse...

É verdade! Mas no que respeita à justiça popular, a repressão judicial aqui em Portugal também me parece mais severa do que na Polónia. Aliás, a justiça "tuga" só parece ser severa quando se trata de "crimes" cometidos por portugueses. E depois daquele caso dos ciganos traficantes de droga em Oleiros, parece que os portugueses ficaram com medo, porque nunca mais conseguiram reagir...

Anónimo disse...

Caro blogueiro, mas como se atreve a colocar em causa o aspecto dos simpáticos cidadãos que aparecem nessas fotos! É cada um mais simpático e pacifista que o outro! Todos engenheiros e doutores! não acredito que haja alguma família Europeia que não os queira ter na vizinhança, ou melhor, que não queira formar uma "família como as nossas" com eles! De certo que são homens tolerantes e que até permitiriam ás suas mulheres europeias ser ateias e vestirem roupas "ocidentais" nas ruas! de certo que inclusivamente estarão sensibilizados para a problemática da identidade de género e para a homossexualidade com que os seus filhos se poderão debater no futuro!

Ainda vai a tempo de abrir a sua mente e o seu coração e caminharemos todos juntos e de braço dado para o progressismo universalista africanista arabista Estalinista cuckista gaysista e diverso que só deixa a Europa mais forte e civilizada!

Ass: Filho da Truta

Afonso de Portugal disse...

Ahahahahah! Além de que "quem vê caras, não vê corações", não é mesmo? :P