segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

A hipocrisia das feministas dos nossos tempos (7)


     Esta horripilante criatura dá pelo nome de Jenny McDermott e é uma conhecida 'youtuber' feminista norte-americana. Neste vídeo de apenas 42 segundos, a grande vaca expõe, com todas as letras, a "igualdade" pela qual o movimento feminista luta.  O vídeo parece uma sátira, mas não é!!!

Conforme observam os Tradutores de Direita, que legendaram este vídeo: «a retórica é tão doentia que é difícil redigir uma descrição. "Hanging dick" é uma expressão criada por uma das teóricas feministas da terceira vaga; para aqueles que acreditam que essa loucura saiu da mente insana dessa militante em particular, aqui fica um trecho do livro SCUM Manifesto (1967) de Valerie Solanas (9 de Abril de 1936 – 26 de Abril de 1988) conhecida por ter tentado assassinar o artista Andy Warhol:

"Hoje, é tecnicamente possível reproduzir a raça humana sem a ajuda dos machos (e, também, sem a ajuda das fêmeas) e produzir apenas fêmeas. É necessário começar a fazer isso o mais rápido possível. Manter o sexo masculino não tem sequer o propósito duvidoso da reprodução. Chamar a um homem de animal é lisonjeá-lo; ele é uma máquina, um vibrador com pernas."



Mas não se esqueçam, caros leitores, "o feminismo é um movimento que luta pela igualdade entre homens e mulheres", pá! Afirmar o contrário é sexismo, machismo, misoginiiiiiiaaaaa!!!

____________
Ver também:
Insanidade feminista: "Ponham os homens em campos de concentração e erradiquem a heterossexualidade"
Professora da Universidade de Chicago defende a castração dos homens que "assediam" as mulheres

10 comentários:

Lura do Grilo disse...

É cada besta!

Afonso de Portugal disse...

Na América, a quem chame a isto "justiça social". Não é bem a "justiça social" do bloco de esterco e do pê chê pê, mas anda lá perto!...

Rick disse...

Este coiro não podia ser acusado de crime de ócio, digo de ódio?
:)

Afonso de Portugal disse...

Posso estar enganado, mas julgo que, nos EUA, ninguém pode ser acusado de crime de ódio apenas por palavras. Basta ver que até o Partido Nazi é legal em terras do Tio Sam. É uma das consequências da Primeira Emenda, toda a gente pode dizer o que bem lhe apatecer! Ainda recentemente os EUA votaram contra uma resolução da ONU que condenava o nazismo:

http://www.dn.pt/mundo/interior/eua-votam-contra-resolucao-das-nacoes-unidas-a-condenar-nazismo-5504572.html

E eu devo dizer que até concordo: toda a gente devia poder dizer abertamente o que pensa, desde os comunas aos nazis. Em Democracia, cabe à sociedade escrutinar as opiniões e decidir da sua validade no mercado livre das ideias.

Claro que, na prática, os EUA não são uma sociedade tão livre quanto parece: esta Jenny McDermott, por exemplo, já foi despedida de um dos vários empregos que foi tendo ao longo dos anos por causa do seu radicalismo ideológico. Os patrões entenderam que os seus vídeos podiam afastar os clientes. Além disso temos os mé(r)dia, que distorcem o mercado livre das ideias ao omitir certos detalhes das notícias... isto é, quando dão as notícias de todo!

Anónimo disse...

E andam alguns homens brancos a tentar proteger as próprias terras com serpentes destas em casa :/ até tira a vontade de lutar, seja de que forma for.

Ass: Filho da Truta

Afonso de Portugal disse...

Aliás, o grande objectivo do feminismo é precisamene esse, virar os homens e as mulheres uns contra os outros! E a verdade é que resulta: há uns anos atrás, eu ficava furioso ao ver um homem bater numa mulher; mas hoje, já não penso tanto assim. Como em tudo na vida, há sempre dois lados da mesma história e a verdade é que muitas mulheres estão longe de ser santas.

Veja-se o caso recente do tiroteio em Coimbra... tudo começou com duas mulheres, provavelmente até duas portuguesesas que andavam a partilhar a cama delas com dois alógenos. Eu jamais arriscaria o meu pescoço a tentar defender mulheres dessas. Quem se deita com cães, acorda com pulgas. E bem o merece!

Dr. No disse...

Leituras (não são sobre este assunto):

https://www.rt.com/news/372752-innsbruck-new-year-attacks/

http://www.express.co.uk/news/world/752066/rape-attempt-berlin-african-arab-man-spandau

http://www.express.co.uk/news/world/752075/German-dad-father-rescues-terrified-daughter-Syrian-rapist-police

http://www.express.co.uk/news/world/751867/Germany-nurse-beaten-sexually-abused-African-men-Hamburg-park

http://www.alertadigital.com/2017/01/10/el-18-de-los-ninos-nacidos-en-francia-reciben-nombres-islamicos/

Afonso de Portugal disse...

Wow! Bom trabalho, Dr. No! Muito obrigado! :)

Prometo aproveitar alguns desses links ainda hoje!

Dr. No disse...

Infelizmente, basta abrir 1 link para aparecerem outros 3 com más notícias...

Afonso de Portugal disse...

É verdade! Eu, se não tivesse mais nada para fazer, nem assim conseguia dar todas as notícias "vibrantes" que há para dar! Isso diz muito da gravidade da traição cometida pelos nossos mé(r)dia. Tantos abusos para reportar pela Europa fora e eles passam a maior parte do tempo a dar notícias que só servem para manter o povo adormecido!...