sábado, 31 de dezembro de 2016

Urge uma mudança para renovarmos Portugal!


Da página oficial do único partido nacionalista português, o Partido Nacional Renovador (PNR):

«Em mais de quarenta anos de governação, os sacrifícios que se continuam a perpetuar e a exigir aos portugueses, são extremamente elevados, até o mais “cego” consegue ver a sua inutilidade.

António Costa procura, assim, de uma forma hipócrita, passar a mensagem de um bem-estar inexistente, de um país moribundo e subserviente a uma União Europeia sem escrúpulos. Só os políticos do arco da governação não se apercebem ou não querem aperceber-se da realidade. É bem provável que sofram de uma cegueira colectiva, dado que caminham ao lado do morto, já em decomposição e julgam descobrir nele, indícios de uma ressurreição, provavelmente, até no cheiro nauseabundo, eles conseguem ver o seu restabelecimento.

O que se passa no dia-a-dia, só vem mesmo dar razão ao PNR; o veneno deixado por esta corja de políticos, tem vindo a devorar o corpo e a alma do nosso povo, deixando-o à mercê do grande capital apátrida e de Leis e Tratados miseráveis impostos por Bruxelas.

Com o passar do tempo, os parcos recursos das famílias, aos poucos vão-se esgotando; a fome, a miséria, o desemprego e mal-estar social vão-se agravando, levando ao desnorte de milhares de compatriotas que se vêem, assim, marginalizados no seu próprio país. Para aqueles que conseguem o subsídio de desemprego, ainda se vão remediando, mas com o passar do tempo, cessa o pagamento e chega a miséria e a aflição em não ter dinheiro para, sequer, pôr um prato de sopa na mesa, para saciar a fome dos seus filhos. Mas, entretanto, o governo do senhor Costa pede mais refugiados…, mas para fazerem o quê?! Quem é que vai suportar todos esses encargos, se nem sequer temos para os nossos?! Ou será que temos, mas é preferível dar aos de fora!?

Esta é a nossa realidade, tudo o resto são histórias contadas pelos fazedores de opinião deste sistema político corrupto. Todos eles com o seu espaço, quer na televisão, quer nos jornais, o que interessa é dar vida ao morto e mostrar as qualidades onde elas não existem, o resto é conversa.

Posto isto, não sei o que será mais nefasto, se a indiferença dos mais favorecidos diante das misérias sociais, se a condescendência arrogante de certas pessoas, que se gabam em estar entre o povo e de conviver com ele, só para alimentarem o seu ego e aparecerem de uma forma constante nos telejornais.

Aos nossos, dizemos que o momento não é para parar nem desistir, é preciso olhar para o futuro com confiança e determinação. Mas é evidente que só o PNR poderá retirar Portugal e os portugueses deste marasmo em que vivemos, mas para isso, precisamos da sua ajuda.»

9 comentários:

pvnam disse...

Porque é que não existem contactos POR TODO O PLANETA???
.
Resposta óbvia -» 'aquilo' está bem recheado de infiltrados:
- os nacionalistas PNR's e afins... SABEM que há séculos que os interesses económicos patrocinam a substituição populacional de povos autóctones... SABEM que há séculos que as Casas Reais e a Igreja Católica se vendem aos interesses económicos [participaram inclusive no branqueamento de Holocaustos Massivos: povos nativos economicamente pouco rentáveis e teimosos - isto é, ambicionavam ter o seu espaço no planeta, e ambicionavam prosperar ao seu ritmo - levaram com um Holocausto Massivo em cima]... SABEM que são múltiplas as Identidades Autóctones (no continente europeu, na América do Sul, na América do Norte, na Austrália, etc) em risco de sobrevivência, todavia, no entanto, insistem em manifestações isoladas... PROCURANDO BLOQUEAR O NECESSÁRIO ACTIVISMO GLOBAL para enfrentar a ameaça global: a alta finança (capital global).
.
.
.
Anexo:
Donald Trump TOCOU NUM TEMA TABU: fronteiras/Identidade!
Resultado: existiu/existe uma campanha global anti-Trump.
.
Nota: a alta finança (capital global) pretende dividir/dissolver as Nações... terraplanar as Identidades... para assim melhor estabelecerem a Nova Ordem Mundial: uma nova ordem a seguir ao caos – uma ordem mercenária (um Neofeudalismo).
{Obs: por todo o lado existem marionetas ao serviço da alta finança - capital global}

Anónimo disse...

http://observador.pt/opiniao/natal-muculmano/

Bravo! Que artigo fantástico do P. Gonçalo Portocarrero de Almada.

pvnam disse...

Desculpa lá o duplo clik.
.
.
O meu comentário visa explicar os motivos pelos quais eu não confio nos PNR's e afins.

Afonso de Portugal disse...

pvnam disse...
«Desculpa lá o duplo clik.»

Não faz mal. Já apaguei o comentário repetido.


«(...)todavia, no entanto, insistem em manifestações isoladas... PROCURANDO BLOQUEAR O NECESSÁRIO ACTIVISMO GLOBAL para enfrentar a ameaça global: a alta finança (capital global).»

Acho esta crítica bastante injusta, uma vez que o PNR faz parte de um grupo pan-europeu, a Europa das Nações e das Liberdades, que inclui partidos como a FN e o PVV. A questão é que é preciso agir global e localmente ao mesmo tempo! E, nesse sentido, nota-se que o PNR aprendeu muito com a Front Nacional porque, nos últimos anos, está a imitar muitas das estratégias que fizeram crescer o partido de Marine Le Pen.

Não entendo, muito sinceramente, como é que o facto de o PNR centrar a sua mensagem no eleitorado português compromete o activismo global. É possível fazer as duas coisas ao mesmo tempo, conquistar eleitorado português e apelar à mobilização de todos os povos da Europa. A tua argumentação parece-me muito tudo semelhante à de alguns nazionaliztaz, que dizem que falar no Islão compromete a luta contra o ZOG, como se as duas coisas fossem mutuamente exclusivas. Não são. São complementares.


Anónimo disse...
«Bravo! Que artigo fantástico do P. Gonçalo Portocarrero de Almada.»

De facto, nem parece dele... deve ter comido tantas rabanadas ultimamente que o excesso de açúcar no sangue fez com o cérebro dele começasse finalmente a funcionar! :P

pvnam disse...

Existe algo extremamente simples de fazer - e que não é feito -, que iria demolir facilmente os argumentos da esquerdalha marioneta da alta finança (o que prova que os PNR's e afins estão bem recheados de infiltrados):
- europeus a participar em manifestações de outros povos nativos do planeta (em risco de sobrevivência) e vice-versa.

Afonso de Portugal disse...

Como assim? A que outros nativos em risco de sobrevivência te estás a referir em concreto?

pvnam disse...

Imagine-se manifestações na Europa, na América do Norte (Índios nativos), na América do Sul (Índios da Amazónia), na Ásia (Tibetanos), na Austrália (Aborígenes), ETC... manifestações essas envolvendo, lado a lado, participantes dos diversos continentes do planeta... tais manifestações teriam um impacto global muito forte.

Afonso de Portugal disse...

A ideia parece-me boa, mas tem um problema: não me parece que esses autóctones queiram ser associados aos "racistas" brancos. Lembro-me de ver um vídeo no YouTube, há já alguns anos, em que um grupo de brancos protestava contra a criminalidade negra. Acho que foi em St. Louis, mas já não tenho a certeza. A certa altura, apareceu um índio (nativo-americano) e desatou a insultar os brancos: "Vão mas é para a vossa terra, vão para a Europa! A América pertence ao meu povo, não ao vosso!"

As minorias de países que foram colonizados por europeus tendem a não simpatizar com a causa da preservação racial europeia. Antes pelo contrário, normalmente acham que o mais justo é que sejamos todos exterminados! Os tibetanos poderão ser a excepção, uma vez que estão a ser destruídos pelos chineses...

pvnam disse...

É necessário mesmo um Activismo Global: para combater a LÓGICA DO VALE TUDO EM NOME DE CRITÉRIOS ECONOMICISTAS (I) e conseguir implementar a LÓGICA DO DIREITO À SOBREVIVÊNCIA (II).
-» I) há séculos que as Casas Reais e a Igreja Católica se vendem aos interesses económicos... E MAIS... se os nativos europeus não fossem (na altura) economicamente rentáveis nunca teriam sido eles (na altura), mas sim outros, os colonizadores dos "novos" territórios.
-» II) Pelo legítimo Direito à Sobrevivência das Identidades Autóctones (inclusive as de pouco rendimento demográfico... inclusive as economicamente pouco rentáveis):
- http://separatismo--50--50.blogspot.com/