quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Três vídeos que vale a pena ver (26): vómito total com a (in)justiça social!


    Hoje trago-vos aqui três vídeos absolutamente nauseabundos, cada um pior do que o anterior. Lamento, mas tem mesmo de ser, é necessário que as pessoas tenham pelo menos uma noção do nível de insanidade que se apoderou do Ocidente!

1. Those Good Fellas! Começo por um vídeo trazido aqui pelo camarada Semente Original, a quem agradeço. Mas atenção, não recomendo este vídeo aos nacionalistas fracos de estômago! Eu próprio fiquei enjoado quando o vi a primeira vez! Trata-se de racismo anti-branco do mais puro, uma obscenidade que jamais seria aceite se as raças dos seus proagonistas fossem invertidas. Este nojice  absoluta é o trailer de uma nova série que vai passar brevemente na televisão britânica. Não se deixem enganar pelo título, a série não trata de mafiosos... em vez disso, trata das "alegrias de ser preto numa vizinhança branca"! E que "alegrias" são essas? Bem, para começar, "ninguém se atreve a começar uma luta" com um preto (por "ninguém" entenda-se "nenhum branco", evidentemente).

Mas isso é só o princípio! Porque depois é sempre a descer: "podes pinar todas as raparigas brancas no raio de uma milha", diz um "jovem"! E as raparigas brancas até fazem fila para serem montadas pelo Agostinho, um "jovem vibrante" que as fode tão bem que elas até imploram: "Quero-te dentro de mim, Agostinho!" e "Quero ter os teus bebés, Agostinho!" Em troca, o Agostinho promete às rameir... eeer... perdão, às moças brancas que "não poderão funcionar durante as 24 horas seguintes" (depois da queca)! E o Agostinho cumpre a promessa, pá, até comprou várias cadeiras de rodas para que as moças possam voltar para casa depois de serem devidamente montadas!

Depois temos o Alex, um "jovem" tão brilhante que podia ter entrado em várias universidades da Grã-Bretanha, segundo o narrador. Mas o Alex é guei e, como não podia ser, um preto guei só podia gostar de rapazes brancos! E há mais, caros leitores, muito mais... mas eu não quero estragar o resto da surpresa! Vejam por vós próprios, caros leitores! E viva a diversidade!...




2. Thunderf00t: «É preciso abolir toda a ciência, porque a ciência é racista!»; o Doutor Phil Mason encontrou um vídeo no qual uma estudante negra da Universidade da Cidade do Cabo (África do Sul), afirma que "é preciso descolonizar a ciência" porque "a ciência é racista", pá! E explica, "é preciso descartar completamente a ciência moderna, em particular em África".  Pior do que isso, a moça pertence a um movimento organizado que dá pelo nome de "fallists" ('quedistas') e até têm uma hashtag no Twitter: #ScienceMustFall! (A ciência deve cair!). Como explica o Doutor Mason, a cena daria para rir, se não fosse tão trágica...




3. O Prof. Jordan Peterson é rodeado por guerreiros da justiça social (GJS); aqueles que eventualmente possam pensar que o caso anterior jamais poderia ocorrer numa universidade do Ocidente andam muito distraídos. Já vos trouxe aqui vários exemplos de como as universidades ocidentais são cada vez mais centros de doutrinação neomarxista (ver os links mais abaixo na secção "ver também"). Este vídeo é apenas mais um exemplo: o Professor Jordan Peterson (PhD) é um psicólogo da Universidade de Toronto (no Canadá, a Suécia da América em matéria de insanidade neomarxista). O Doutor Peterson tem mais de 150 aulas online no seu canal de YouTube e tem dedicado os últimos anos à denúncia daquilo que ele entende ser a formação gradual de um estado totalitário no Canadá, em grande parte graças à estupidez dos idiotas úteis neomarxistas e aos GSJ.

Claro que um Professor assim só podia ser odiado pelas virgens eternamente ofendidas lá do sítio! No vídeo que se segue, pode ver-se como algumas delas se juntam para o atacar... bem-vindos à "modernidade"!



____________
Ver também:

Entretanto, algures numa universidade norte-americana...
A ciência é uma construção social, pá!
Professora negra da Universidade de Boston diz que a "masculinidade branca" é um problema
Entretanto, nos EUA...: aluno suspenso por dizer que as mulheres negras não são atraentes
Paul Joseph Watson: «Extremistas de esquerda malucos»
Paul Jospeh Watson: «Porque é que os "guerreiros da justiça social" se comportam como dementes?» 

10 comentários:

Anónimo disse...

Essa série intelectualmente estimulante que vai passar em horário nobre (os esquerdistas bem avisaram que iam aumentar a "cultura" do povo pá!) fez despertar o roteirista da BBC que há em mim e já tenho argumento para a nova série que vai passar na TV quando esta acabar! Chamar-se-á "Filhos de Kalergi" e retrata a vida de 5 crias castanhas resultantes do casamento entre uma baleia ruiva britânica e um simpático muçulmano somali que um dia chega a casa e esfaqueia a mulher até á morte com uma catana. O somali é internado num manicómio devido a "problemas mentais" e as 5 belas e diversamente todas castanhas crianças, vão parar a uma instituição paga pela segurança social (inventada e mantida pelos brancos cornudos).

Ass: O filho da truta

Afonso de Portugal disse...

Tens claramente jeito para a coisa, mas a BBC jamais aceitaria certas passagens do teu roteiro.

O título, por exemplo, teria de ser mudado. Em vez de "Filhos de Kalergi" (Kalergi não, que a BBC não quer que as pessoas saibam quem ele era!), algo como "Filhos da Diversidade" ou "Filhos do Mundo Inteiro".

E a baleia também não pode ser... os pretos têm que ser vistos como machos viris e irresistíveis que acabam sempre com as melhores mulheres! Uma loira inglesa esbelta com ascendência sueca é o mínimo dos mínimos!

E claro, o assassino somali também não pode esfaquear a sua esposa, muito menos matá-la à catanada, pá! Segundo a BBC, esfaquear mulheres é apanágio dos brancos!!! Portanto, em vez disso, sugiro um namorado ex-branco que ficou com ciúmes devido ao casamento da branca com o somali e, revoltado, tenta matar a mulher! Mas o somali chega a casa a tempo e salva a sua bela mulher, dando uma valente lição ao racista ciumento!

Com o decorrer da série, o racista arrepende-se da sua mundivisão e acaba com uma mulatinha transsexual. Não espera, isto é ainda é muito bom para o branco... já sei, o branco racista muda de sexo e acaba com um preto guei! O seu racismo devia-se ao recalcamento de não ter nascido com o sexo certo! Et voilá! Agora sim, temos uma bela série vibrante, multicultural e inclusiva de todas as minorias!

Ah, e quanto às crias mestiças, elas acabam todas por crescer e tirar cursos de medicina, engenharia e arquitectura! Uma delas transforma-se num futebolista de topo, a jogar na Premier League! :)

Anónimo disse...

"Uma delas transforma-se num futebolista de topo, a jogar na Premier League!"

Tinha pensado exactamente nisto caro blogueiro, não escrevi para não tornar o comentário demasiado longo, ainda podemos enviar a proposta de novela aos paneleirões da BBC e ganhamos uns trocos...como diria o outro "encontrar as oportunidades nos tempos de crise" apesar de todo o estado de coisas na Europa não ser uma crise mas sim uma CATÁSTROFE de proporções históricas.

ass: Filho da Truta

CENSURADO AGAIN disse...

5 belas e diversamente todas castanhas crianças

DEPOIS VEM A PARTE 2 OS 5 CRESCEM FAZEM DO MESMO E SE REPLICAM POR MAIS ATÉ SÓ RESTAR RUINAS EM POUCAS DECADAS E GERAÇÕES

Afonso de Portugal disse...

Filho da Truta disse...
«como diria o outro "encontrar as oportunidades nos tempos de crise"»

Ahahahahh esse é que é o espírito! Quanto ao ao comprimento dos comentários, esteja à vontade caro, FdT, eu prefiro um comentário bem grandão a vários comentários de duas ou três linhas!


Censurado Again disse...
«DEPOIS VEM A PARTE 2 OS 5 CRESCEM FAZEM DO MESMO E SE REPLICAM POR MAIS ATÉ SÓ RESTAR RUINAS EM POUCAS DECADAS E GERAÇÕES"»

Chiu! Essa parte não é para se saber, pá! Senão as pessoas ainda desatam a votar nos partidos "racistas"!!!

Afonso de Portugal disse...

E entretanto, o vídeo "vibrante" foi colocado em "privado"! Porque terá sido? Eheheheh...

Bilder disse...

Trata-se de efeitos promovidos(e com muitos dólares)por Soros (entre outros) http://www.infomoney.com.br/blogs/economia-e-politica/economia-e-politica-direto-ao-ponto/post/5476997/por-que-george-soros-financia-movimentos-esquerda-entenda

Rick disse...

http://nationalvanguard.org/2016/10/generation-europa-anonymous-journalist-states-migrant-invasion-of-europe-is-centrally-planned-and-organized/

A Europa não vai resistir a isto. A operação de encobrimento impede a percepção e a revolta das populações.
Essas séries de televisão são mais um dos instrumentos para subjugar os europeus aos povos primitivos. Subjugar uma cultura à subcultura.

Afonso de Portugal disse...

Bilder disse...
«Trata-se de efeitos promovidos(e com muitos dólares)por Soros»

O Soros é uma das faces mais visíveis, mas está longe de ser o único. Obrigado pelo artigo!


Rick disse...
«Essas séries de televisão são mais um dos instrumentos para subjugar os europeus aos povos primitivos. Subjugar uma cultura à subcultura.»

Mas o grande problema, caro Rick, é que ainda há poucas pessoas na Direita que compreendem esse fenómeno. Eu tenho-me fartado de dizer aqui no TU que é precisamente no plano cultural que a guerra está a ser travada, mas a maioria das pessoas não liga. Chega-se ao cúmulo de haver pessoas que denunciam o marxismo cultural, mas que depois não são capazes de apresentar uma única solução ou estratégia viável para o contrariar, quanto mais combater eficazmente!

A Direita precisa de uma "teoria crítica invertida", de uma estratégia agressiva de denúncia constante das mentiras da Esquerda. A Esquerda tem dominado a cultura desde os anos 60 e foi por isso que venceu, impondo a diversidade, o multiculturalismo, a globalização e o mundialismo como valores inquestionáveis.

Há algumas pessoas na Direita que finalmente compreendem isso (o Rush Limbaugh, o infelizmente já falecido Andrew Breitbart, o Paul Joseph Watson, o Black Pigeon Speaks, o cartunista Ben Garrison, o Milo Yiannopoulos,...) mas a esmagadora maioria da Direita continua sem perceber onde e como deve ser feita a guerra ao esquerdalho. Não é apenas nas urnas, nem é apenas no plano económico... é sobretudo na cultura!!!

pvnam disse...

NÃO É UMA NOVIDADE NA EUROPA: os Romanos (e outros também) embarcaram numa alegre bandalheira em direcção ao desaparecimento.
.
Actualmente a Europa é dominada por BANDALHOS LAMBE-BOTAS DE ISLÂMICOS:
- a sociedade (nativa) não é sustentável (média de 2.1 filhos por mulher); o pessoal critica da repressão dos Direitos das mulheres... todavia, em simultâneo, para cúmulo, o pessoal defende que... no aproveitar da 'boa produção' demográfica proveniente de determinados países {nota: 'boa produção' essa... que foi proporcionada precisamente pela repressão dos Direitos das mulheres - ex: islâmicos}... é que está a 'salvação' para resolver o problema do deficit demográfico!?!?!?!
.
.
Antes que seja tarde demais... há que cortar com a bandalheira! Leia-se:
-» http://separatismo--50--50.blogspot.com/.