domingo, 16 de outubro de 2016

Presidente da Câmara de Béziers (França) enfrenta quatro vigaristas me(r)diáticos


     O conteúdo do vídeo que vos mostro nesta posta constitui um exemplo paradigmático daquilo em que se transformaram os mé(r)dia ocidentais: meras estações de propaganda universalista! Robert Ménard é o Presidente da Câmara da cidade de Béziers (72 790 habitantes), no sudeste de França. O Sr. Ménard foi eleito pela Front National, o partido de Marine Le Pen, o que, como não podia deixar de ser, desagrada profundamente às elites me(r)diáticas "franciús", em particular aos quatro cretinos que aparecem neste vídeo, comentadores de uma estação de rádio lá do país dos croissants.

A estação de rádio em causa convidou o Sr. Ménard para uma entrevista a propósito de um cartaz feito pelo autarca. No entanto, antes de ser dada a palavra ao Presidente da Câmara de Béziers, os quatro canalhas da rádio desatam a desfazer do cartaz, cada um à sua vez. "É mais do que chocante!", diz um dos anormais. "É mais do que patético! É abaixo do nível zero da política! Não temos escolha! Estas pessoas estão cá, não as podemos matar ou deixar afogar!" prossegue o aleijadinho. A seguir vem logo outro: "É um cartaz verdadeiramente demagógico! Fomenta o ódio por parte dos anfitriões e a paranóia por parte dos recém-chegados!" E depois ainda outra "Quando vi o cartaz, julguei tratar-se de uma paródia!", ao mesmo tempo que lamenta que não se possa processar judicialmente o autarca, sugerindo que o SOS Racismo intervenha.

O cartaz em causa é este:

 O Estado impõe-nos ( L'État nous les impose) e já está (ça y est), eles vêm (ils arrivent)!
Os (i)migrantes no centro da nossa cidade!

Felizmente, o Sr. Ménard responde exemplarmente a esta cambada de filhos da puta, demonstrando não apenas a ignorância grosseira destes quatro vermezinhos me(r)diáticos sobre o que realmente se passa em Béziers mas, sobretudo, desmascarando a sua hipocrisia gritante.  Em particular, o Sr. Ménard quer fazer um referendo sobre a vinda dos refujiadistas mas, é claro, a escumalha me(r)diática não gosta, protesta e esperneia compulsivamente...

3 comentários:

Anónimo disse...

Em França pelo menos a resistência nacionalista tem voz e consegue ripostar em defesa do seu povo, mesmo que seja atacada de forma totalitária, atacada por simplesmente defender a sua identidade.
Afonso, olha este video, Portugal também tem este tipo de propaganda de lavagem de mentes e a BBC no uk pelo que parece vai transmitir isto:
https://www.youtube.com/watch?v=tyhmlS-CMsQ

Anónimo disse...

ass. Semente Original

Afonso de Portugal disse...

Credo, Semente Original, até tenho vontade de vomitar!... Nem sei o que fazer dessa aberração... é má demais para ser verdade! Até me custa a acreditar que esta merda vá mesmo passar numa estação de televisão do Ocidente!

Claro que as feministas já não se indignam com o facto de haver uma personagem que se gaba de ter "foder as mulheres brancas" até elas ficarem numa cadeira de rodas... o gajo é preto, já pode ser machista à vontade!

O pior de tudo é que há brancos que vão ver esta merda e, mesmo assim, continuar a votar nos partidos imgracionistas! É preciso ser muito corno!!!