quarta-feira, 5 de outubro de 2016

A UE ordena à imprensa do Reino Unido que omita a identidade religiosa dos terroristas muçulmanos!


     Um relatório da divisão contra o racismo e intolerância da Comissão Europeia (ECRI), essa corja de canalhas não-eleitos que faz leis para toda a Europa sem ter legitimidade para tal, diz que houve um aumento do "discurso de ódio" e da "violência racista" no Reino Unido entre 2009 e 2016.

O presidente do ECRI, Christian Ahlund, culpa a imprensa britânica: «Não é coincidência que a violência racista esteja em ascensão no Reino Unido, ao mesmo tempo que vemos exemplos preocupantes de intolerância e discurso de ódio nos jornais e até entre os políticos.»

 Christian Ahlund: só podia ser sueco, o grandessíssimo filho da puta!
(mas os nazionaliztaz dirão que ele é judeu...)

O relatório elenca 23 recomendações gerais ao governo de Theresa May, envolvendo alterações à leis criminais, à liberdade de imprensa e até às leis da igualdade. O relatório pede à imprensa britânica que "dê um treino mais rigoroso" os jornalistas. Mas o canalha Ahlund foi ainda mais longe, dizendo: «O referendo do Brexit parece ter levado um aumento do sentimento 'anti-estrangeiro', fazendo com que as medidas propostas neste relatório devam ser implementada rapidamente pelas autoridades britânicas. 
 
Na página 83 do relatório pode ler-se: «A ECRI considera que, à luz do facto de que os muçulmanos na Europa estão cada vez mais em destaque devido aos ataques terroristas recentemente levados a cabo pelo ISIS, agravar os preconceitos contra os muçulmanos revela um desrespeito imprudente, não apenas pela dignidade da maioria dos muçulmanos do Reino Unido, mas também pela sua segurança.»

Comentário do blogueiro: dificilmente alguém neste mundo poderá meter mais nojo do que este degenerado sueco e do que a ECRI, o "SOS Racismo" da União Europeia! Milhares de mulheres e crianças europeias violadas por gangues de muçulmanos, centenas de europeus mortos pelos adeptos do credo do "profeta" pedófilo em atentados terroristas no Ocidente, outros tantos agredidos, roubados e mortos por membros da "comunidade muçulmana"... mas a segurança dos muçulmanos é que está em risco, pá!!!

E o 'timing' destes relatório é igualmente nojento... a dimiesca Theresa May quer avançar com o Brexit a partir de Março (de 2017), pelo que era urgente para a UE impor a sua ditadura politicamente correcta à Grã-Bretanha antes dessa data! Et voilá!, eis um relatório cozinhado de propósito para o efeito!

É que a dignidade dos europeus -no próprio continente dos Europeus!- não interessa a este verme do Christian Ahlund, muito menos aos eurocratas não-eleitos da (des)União Europeia! Nós estamos aqui a mais, o futuro é dos mestiços, tem de ser dos mestiços, senão a superclasse mundialista não poderá dominar-nos como deseja! A menos, é claro, que tenhamos a coragem de optar pelo Nacionalismo e levar toda esta escumalha a tribunal pelo crime de genocídio!

____________
Ver também:


Mais um gangue pedófilo islâmico no Reino Unido! (2)
Mais um gangue pedófilo islâmico no Reino Unido...
Mais uma sondagem esclarecedora...
No Reino Unido, mais um caso de gangues sexuais islâmicos
Pat Condell sobre o caso dos gangues pedófilos islâmicos de Rotherham
Paul Weston: Rotherham é um problema islâmico
Ainda sobre o caso de Rotherham...
Ainda sobre o caso de Rotherham... (2)
Nick Griffin entrevista a mãe de uma vítima de violação cometida por alógenos
A realidade dos gangues islâmicos pedófilos no Reino Unido
No Reino Unido: mulher de 26 anos, mãe de 3 filhos, raptada e violada por gangue de  muçulmanos
Mulher inglesa conta como foi violada por um gangue de muçulmanos
Pat Condell: «A traição da Europa às mulheres»
Hoje no Reino Unido, amanhã em Portugal!
Quase todos os suspeitos da violência sexual em Colónia são estrangeiros
Ainda sobre os gangues sexuais de Colónia...
Festival multicultural de Berlim acaba com abusos sexuais
Não se pense que é só na Alemanha...
A Suécia é um dos países com mais violações do mundo!
Mais uma jovem sueca atacada por um gangue de muçulmanos
Apresento-vos a Elsa, da Suécia!
A porca das porcas ameça o Reino Unido por causa do "Brexit"!
Descubra as diferenças...
Paul Joseph Watson: «A Inglaterra bane a sua própria bandeira para não ofender os muçulmanos!»
A evolução do crime no Reino Unido durante o século XX 

3 comentários:

A-24 disse...

E não é de agora. Dos jornais mainstream do Reino Unido, só o Daily mail é que não alinha no politicamente correcto e por isso a sua redação já foi alvo de ameaças várias.
Nunca me esqueço que na altura dos trágicos eventos de Rotherham, a maioria da media mainstream referia-se aos maometanos como "asians", sendo que o termo "asian" é demasiado vasto e acabava até por ferir a susceptibilidade de chineses ou japoneses, por exemplo, que também são asiáticos, ou seja, para proteger os castanhinhos da India e do Paquistão, os jornaleiros usaram o termo "asian". Jornalismo castanho, deveria assim ser chamado, pois não são só castanhos de cor como deve ser igualmente castanho a massa que lhes corre na cabeça.

FireHead disse...

Claro que tem de ordenar isso. Não se pode dar ao luxo de ver surgir mais islamofóbicos por aí.

Afonso de Portugal disse...

A-24 disse...
«Jornalismo castanho, deveria assim ser chamado, pois não são só castanhos de cor como deve ser igualmente castanho a massa que lhes corre na cabeça.»

Ahahah, muito bom, caro A-24! Acho que vou começar a usar essa, com a devida referência ao seu autor, evidentemente! :)


FireHead disse...
«Claro que tem de ordenar isso. Não se pode dar ao luxo de ver surgir mais islamofóbicos por aí.»

O azar deles é que, na era da internet, o contraditório pode ser encontrado facilmente. A menos, é claro, que o mulato Merdama cumpra a sua promessa de ceder o controlo da inernet a terceiro-mundistas...