segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Paul Joseph Watson: «A verdade sobre as bombas de Nova Iorque»


    Como será do conhecimento dos meus leitores, houve ontem uma série de explosões na cidade norte-americana de Nova Iorque que, não surpreendentemente, terão sido deflagradas por um adepto da "religião da paz". O método utilizado foi, aliás, muito semelhante aos atentados da Maratona de Boston, em 2013, com o terrorista a recorrer a engenhos explosivos artesanais construídos a partir de panelas de pressão.

Ora, o nosso já conhecido Paul Joseph Watson (Infowars) começa por chamar a atenção para o facto de que, quase em simultâneo, houve outro atentado bombista falhado em Nova Jérsia e, na pequena cidade de Saint Cloud, no estado do Minesota, um seguidor do credo do profeta pedófilo esfaqueou pelo menos oito pessoas, ao mesmo tempo que gritava "Alá".

Mas os mé(r)dia ocidentais recusaram, pelo menos para já, chamar os bois pelos nomes e rejeitaram que estes ataques constituíssem atentados terroristas. Sim, é verdade, bombas artesanais e tipos com facas que gritam "Alá" já não são terrorismo para os nossos mé(r)dia! O que os mé(r)dia fizeram, em vez disso, foi criticar o Donald Trump... e isto, foi o menos grave que os mé(r)dia fizeram! Ora, vejam só, caros leitores:

4 comentários:

FireHead disse...

As explosões não têm nada a ver com o terrorismo, pá! Aliás, as explosões não têm nada a ver com o islão, pá! Elas aconteceram porque... olha, porque... ya, é isso, porque sim! Não sejas islamofóbico, eu já te avisei, hã!!

Afonso de Portugal disse...

Eu tenho uma teoria... estamos perante um maluquinho que não gostava de caixotes do lixo! Só assim se explica o que aconteceu!

Já o tipo das facadas, bem, provavelmente leu este blogue e ficou furioso com a "islamofobia"! ;)

A-24 disse...

Sigo o Paul em várias plataformas e fazem falta mais vozes como a dele mas para não variar ele tem recebido imensas ameaças de morte. Esperemos que continue firme!

Afonso de Portugal disse...

Sim, sim, ainda hoje publicou uma dessas ameaças na sua conta do Twitter. Neste momento, ele é um dos melhores que temos. E a melhor parte é que ele ainda é bastante novinho e tem uma margem de progressão enorme! :)