sexta-feira, 24 de junho de 2016

Três vídeos que vale a pena ver (22): reacções ao Brexit dos nossos youtubers favoritos!


     Ainda estava a esfregar os meus olhos todo contente, incrédulo com aquela que poderá muito bem ser a maior vitória alcançada pelo nacionalismo democrático na nossa geração, quando reparei que três dos meus youtubers favoritos já reagiram! Qui bêlêzá, cárá!

1. Paul Joseph Watson - «Brexit: o alvorecer de uma revolta populista». Embora eu lamente profundamente o emprego desta palavra, "populista", devido à conotação desonesta que as elites "bem-pensantes" lhe atribuíram, o Sr. Watson usa-a num contexto aceitável, o da referência estrita àquilo que é do povo. E avisa: «preparem-se, porque luta está apenas a começar.» Já houve até alguém que lançou uma petição para realizar um novo referendo! O Sr. Watson mostra-nos ainda algumas reacções da escumalha universalista lá do sítio... são ainda piores do que aquelas que vos mostrei no postal anterior!




2. Black Pigeon Speaks (BPS) - «Brexit: O que aconteceu? O que vem a seguir?». Mais um belíssimo vídeo do grande BPS, que hoje até começa de uma forma muito humilde, a dar o crédito devido a Nigel Farage (UKIP) pelos seus 20 anos de luta contra a tirania da UE. Depois, o BPS aponta o óbvio: o que se está a passar com os níveis de desemprego nos países do Sul da Europa devia constituir prova suficiente do desastre que é a UE. A partir daí, o BPS traça uma série de cenários possíveis para o futuro do Reino Unido e da Europa.




3. Sargão da Acádia - «A Grã-Bretanha escolheu a Liberdade ao Medo». E para terminar, um desabafo do Sargão da Acádia sobre a falta de argumentos e apelos ao medo por parte dos derrotados. É realmente notável que uma retórica tão vazia de conteúdo, por parte dos eurocratas, tenha conseguido convencer tanta gente. Felizmente, a maioria dos britânicos não se deixou enganar! Rule, Britannia!

4 comentários:

Anónimo disse...

Tenho muitas dúvidas de que o RU saia mesmo desta organização decadente que está a afundar o Ocidente. Esperemos para ver.
Quanto aos jornaleiros portugueses, é apenas o habitual, manipulação e tentativa de ludibriar os leitores ou ouvintes. Lixo!
Dezenas de indivíduos que se proclamam jornalistas e optam pelo jornaleirismo, revezam-se por todos os meios de comunicação de massas. O Observador não é de direita, é um órgão de desinformação.
Sempre que algum, por escrúpulo súbito, decide fazer realmente jornalismo, é despedido rapidamente. Moura Guedes e agora Rodrigues dos Santos tiveram o topete de furar o bloqueio informativo. A reacção da máfia foi rápida.

Rick

Afonso de Portugal disse...

Rick disse...
«Tenho muitas dúvidas de que o RU saia mesmo desta organização decadente que está a afundar o Ocidente. Esperemos para ver.»

Sim, de certeza que a superclasse mundialista vai tentar travá-los de alguma forma. Há muita gente a falar em repetir o referendo, mas eu estou convencido de que as elites vão pensar em qualquer coisa um pouco mais sofisiticada.


«Quanto aos jornaleiros portugueses, é apenas o habitual, manipulação e tentativa de ludibriar os leitores ou ouvintes. Lixo!»

Nem mais! Foi exactamente essa a conclusão que eu cheguei no postal anterior!


«O Observador não é de direita, é um órgão de desinformação.»

Também, mas olhe que muitos dos que lá escrevem acreditam mesmo ser de direita, porque apenas conseguem olhar para o mundo em termos de análise económica. Isto é, para essas pessoas, ser a favor de mais estado é ser de esquerda, e ser a favor de menso estado é ser de direita. E pronto, ficamos por aí. É por isso que alguns chegam mesmo ao ridículo de dizer que a Marine Le Pen não é de extrema-direita, é de extrema-esquerda!


«Moura Guedes e agora Rodrigues dos Santos tiveram o topete de furar o bloqueio informativo. A reacção da máfia foi rápida.»

Sendo que o JRS até nem disse nada do outro mundo, mas é assim que estão as coisas: qualquer dogma do esquerdalho que seja posto em causa dá direito imediato à intervenção da nova inquisição...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Afonso de Portugal disse...

O comentário anterior foi eliminado por não ter sido assinado.

Mais informo o atrasado mental que o deixou que eu não sou o blogueiro Caturo. E o facto de ele achar que sou não abona nada a favor da sua inteigência, porque significa que andou a dar ouvidos a doentes mentais.