quinta-feira, 10 de março de 2016

Na Rússia: baby-sitter muçulmana decapita criança que estava a seu cuidado



    Esta notícia já tem uns dias e já foi publicada e comentada em vários blogues da área nacionalista. Mas em casos como este, nunca é demais reforçar a mensagem, dada a sua pertinência:

«Uma mulher foi detida esta segunda-feira este Lues [25 de Fevereiro de 2016] em Moscovo, na Rússia, quando segurava a cabeça de uma criança decapitada.»

 Alcorão 8:12: «Eu instigarei o terror no coração daqueles que não acreditam, 
golpeiem-nos no pescoço e removam-lhes as pontas dos dedos.»

«A imprensa russa diz que a mulher mulçumana trabalhava como ama naquele país e que terá decapitado uma menina de quatro anos de idade. 

De seguida segurou na cabeça e começou a gritar "Allahu Akbar" (Deus é grande) junto a uma estação de metro. A mulher foi detida e a polícia acabou por encontrar mais tarde o corpo da criança num apartamento incendidado.»

[Nota do blogueiro: não é "terá decapitado", ela decapitou mesmo! E pode ler-se aqui que a mulher era, na verdade, a ama ('nanny') da menina.]

Sem comentários: