quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

A propósito do massacre eleitoral levado a cabo por Donald Trump em New Hampshire:


Vejam como a impresa norte-americana afecta à (extrema-)esquerda reagiu à grande vitória alcançada ontem no Estado do New Hampshire:



"Brain Dead"? Curiosamente, o New Hampshire é um dos estados com maior QI dos EUA, com uma média de 105 pontos, bem mais do que os 99 do Iowa onde o Ted Cruz venceu graças aos evangélicos...


8 comentários:

João José Horta Nobre disse...

"Vejam como a imprensa norte-americana afecta à (extrema-)esquerda reagiu à grande vitória alcançada ontem no Estado do New Hampshire:"

Isso demonstra bem o respeito que têm pela democracia, ou seja, a vontade do povo. Quando não ganha o candidato deles, ofendem, difamam, ridicularizam, enfim... descem ao nível da sarjeta.

Depois quando nós os tratamos da mesma forma, reagem como autênticas virgens ofendidas.

Afonso de Portugal disse...

«Depois quando nós os tratamos da mesma forma, reagem como autênticas virgens ofendidas.»

Quando não exercem represálias verdadeiramente "orwellianas", como publicar o endereço das pessoas ou fazer com que sejam despedidas dos seus empregos!

João José Horta Nobre disse...

«Quando não exercem represálias verdadeiramente "orwellianas", como publicar o endereço das pessoas ou fazer com que sejam despedidas dos seus empregos!»

O que vale é que somos cada vez mais e fazemos cada vez mais barulho. Eles já não têm tanta capacidade de nos perseguir e intimidar como tinham há alguns anos atrás.

Afonso de Portugal disse...

Sim, mas aqui em Portugal a maioria das pessoas ainda está cheia de medo. Basta ver o caso do PNR, por exemplo. Nas redes sociais é só "likes" e partilhas... só em Lisboa o partido teve 7188 votos nas últimas legislativas.

Mas depois vêm as manifestações em público e são sempre os mesmos, raramente chegam sequer à centena, nos últimos tempos nem isso. Eu até compreendo que não se possa ir a todas, sobretudo quando se vive longe de Lisboa. Sai caro e exige que se perca um dia inteiro. Mas caramba, mesmo a maioria dos apoiantes do PNR que vivem em Lisboa e arredores não vai nem a uma!!!

FireHead disse...

Se calhar é porque os próprios militantes do PNR também preferem o conforto do lar.

Afonso de Portugal disse...

FireHead disse...
«Se calhar é porque os próprios militantes do PNR também preferem o conforto do lar.»

Julgo que a maioria tem medo de perder o emprego, ou de ser recriminado por alguém do seu círculo de amigos ou família. Não posso censurar totalmente essas pessoas, embora ache que viver nessa situação dessas durante décadas diz muito acerca do carácter de um indivíduo. Uma coisa é ser prudente e razoável, outra coisa é viver escondido e com medo de dar a cara durante toda a vida. Ninguém alcança nada neste mundo sem correr riscos. Os nacionalistas têm de perceber isto se quiserem ir a algum lado.

Só que o problema dos Nacionalistas é um pouco o problema de todos os portugueses: só são adultos nalgumas coisas, noutras estão sempre à espera de um D. Sebastião ou de um Dr. Salazar que os salve. Não conseguem enfiar na cabeça que vão ter de ser eles a salvar-se, por muito que isso lhes custe.

A-24 disse...

Perfeito. Os esquerdistas americanos tal como os europeus convivem muito mal com a democracia, por mais que passem a vida a papaguear palavras "democratas" mas confesso que não acreditava que fossem tão longe com tais títulos e afirmações. Vou ter de redivulgar isto, exactamente com os teus comentários, se me permites.

Afonso de Portugal disse...

Caro A-24, usa e abusa! Neste caso, a nosa luta é a mesma. Portanto, o que é meu é teu!

Ah, e prazer em voltar a "ver-te" por aqui! :)