domingo, 24 de janeiro de 2016

Jovem alemã de 16 anos conta como é maravilhoso conviver com os "refugiados"


...Este vídeo foi censurado pelo Fuçaslivro (Facebook) e também o deve vir a ser pelo TuTubas (YouTube). Portanto, vejam enquanto ainda podem, caros leitores!



Algumas partes "interessantes" (é mais deprimentes, mas enfim) do vídeo: 

[03m37s] «Alguns africanos gritavam há uns dias em Berlim: "Vamos matar-vos a todos, alemães! Todos os alemães morrerão às nossas mãos!

[11m04s] «Era Verão e estava calor, eu estava a usar uma t-shirt. Apareceu-me um tipo e disse "Alá consegue ver-te! Ele sabe que tu és suja, sua putéfia! Porque é que usas uma t-shirt?!

[16m30s] «Os muçulmanos chamam Fátima à Angela Mer(D)kel» [Fátima foi uma das filhas de Maomé. Portanto s muçulmanos pretendem expressar a sua gratidão para com a traidora Mer(D)kel.]

Infelizmente, a moça ainda não percebeu que o povo alemão também é responsável pelo que está a acontecer à Alemanha. Quem vota em políticos como Angela Mer(D)kel e afins, acaba inevitavelmente por perder a sua liberdade. Só mesmo o Nacionalismo pode salvar a Alemanha e a Europa neste momento. O resto é mera ilusão.

4 comentários:

Missy disse...

Já tinha visto esse video em outro forum Americano e tinha estranhado ainda não aqui aparecer (até estava para te o sugerir).

Por acaso nesse forum surgiu uma ideia. No meio dos comentários houve alguém que disse que já tinha visto a Merkel e que ela tinha ar de quem sabia que estava a fazer algo de mal, que lhe pesava a consciência de todas as suas decisões feitas até agora. A teoria então é a seguinte: os grande árabes, ricos e multimilionários, começaram a fazer grandes investimentos na Europa, a começar a ganhar influencias por terem dinheiro e tornou-se conveniente aos países fazerem negócios com eles para atrair fundos, mas ao mesmo tempo têm consciência~ da xenofobia que nós europeus temos para com muçulmanos. E se tiverem sido eles a forçar tudo isto? a que a Europa abrisses as portas, forçasse a integração e aceitação de muçulmanos nos seus países civilizados sem levantar grandes ondas só para demonstrar que os aceitamos?
Ou melhor, estão neste momentos os Xeques divertidos a ver a destruição da Europa e o poder que o dinheiro deles não compra (como um género de aposta "sou tão poderoso que aposto consigo dizimar uma raça e cultura inteira com um estalar de dedos!"), e isto tudo por aborrecimento do(s) senhor(es) - pegando na ideia que deixaste no comentário no post anterior em que, em última análise, quem manda é o dinheiro. Já li de (quase) tudo de tipos de apostas que se fazem na darknet que não me admirava que isto acontece (visto que até sobre crime fazem apostas).

Mas pronto, só uma teoria da conspiração. A verdade, provavelmente, nunca a saberemos.

FireHead disse...

Ainda é uma pita mas já tem um corpinho, ui ui! Credo, que ainda vou ser detido por tendências pedófilas. XD

Afonso de Portugal disse...

Missy disse....

«A teoria então é a seguinte: os grande árabes, ricos e multimilionários, começaram a fazer grandes investimentos na Europa, a começar a ganhar influencias por terem dinheiro e tornou-se conveniente aos países fazerem negócios com eles para atrair fundos, mas ao mesmo tempo têm consciência da xenofobia que nós europeus temos para com muçulmanos.»

Sem dúvida, grande parte dso nossos problemas passa precisamente por aí! As identidades étnicas e nacionais da Europa são um grande entrave à mundialização da economia. Uma vez destruidas essas identidades, será muito mais fácil globalizar os mercados. É nisso que eles estão apostados.

Mas não penses que são só os árabes. Os líderes ocidentais e até alguns asiáticos estão todos apostados nisso, na destruição definitiva das nações. E se esta pressão mundialista continuar, até a China e o Japão vão acabar por ceder.

Só não concordo que a Mer(D)kel esteja arrependida. Não está! Ela sabe perfeitamente que já não seria reeleita novamente, por isso não creio que a incomodo particularmente que o seu partido se tenha faundado nas sondagens. Vai daí, toca a vender o povo alemão e os povos da Europa de uma forma geral ao capitalismo selvagem!

Afonso de Portugal disse...

FireHead disse...
«Ainda é uma pita mas já tem um corpinho, ui ui! Credo, que ainda vou ser detido por tendências pedófilas. XD»

A verdade é que ela parece de facto ter bem mais de 16 anos... ainda assim, devo estar a ficar velho, porque me parece demasiado pita para meu gosto!