domingo, 31 de janeiro de 2016

Entretanto, na Alemanha... (6)


    Este vídeo foi filmado algures na Alemanha, mais concretamente no interior de um ginásio que está a servir como centro de acolhimento para alguns dos "refugiados". Os "pobres coitadinhos" não tardaram a transformar o ginásio, um recinto tipicamente alemão, frio e austero, num local muito mais colorido e vibrante! Sintam o enriquecimento, caros leitores! Vejam os benefícios inquestionáveis do refujiadismo de fronteiras escancaradas!



O vídeo que se segue foi filmado na cidade de Halberstadt (aprox. 40 mil habitantes) na passada quinta-feira (28-Jan-2016). Trata-se de uma marcha em que vários alógenos refujiadistas exigem o que lhes sejam concedido o "direito" de residência permanente. O vídeo tem legendas em inglês e só não é do mais vibrante que pode haver porque nenhuma mulher alemã foi violada... por enquanto!




E para terminar, um Professor universitário ousou interrompeu a traidora Mer(d)kel quando ela discursava durante uma cerimónia no Instituto Fraunhofer na cidade de Merseburg. O Professor expressou a sua preocupação pelo futuro dos seus filhos no contexto das políticas suícidas da "chancelerina". Foi prontamente escoltado para fora do recinto por seguranças e está agora em risco de perder o emprego. É o que dá atrever-se a protestar contra os os Senhores do Mundo!

2 comentários:

João José Horta Nobre disse...

Esse video do professor é absolutamente revoltante. É inadmissível que façam perseguição assim a uma pessoa só porque deu uma opinião. Obrigado pela partilha do video, usei-o aqui:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/02/a-democracia-moda-da-merkel.html

Afonso de Portugal disse...

Excelente! Obrigado, Professor!