domingo, 13 de dezembro de 2015

Sobre a derrota da Frente Nacional na 2ª volta das regionais francesas de hoje...


Duas notas importantes:
  1. As percentagens de votos obtidas por Marine (42,5%) e pela sua sobrinha Marion (45,5%) são praticamente as mesmas da primeira volta; no caso de Marion, a percentagem correspondente até é um pouco superior. Ou seja, a FN não perdeu eleitores entre a 1ª e a 2ª voltas.
  2. O que mudou foi o enorme salto dos votos obtidos pela UMP do judeu Sarkozy, muito à custa da desistência dos candidatos da esquerda socialista... e também de um aumento de 9% na afluência às urnas; ou seja, foi preciso que os eleitores socialistas votassem na direita para derrotar a FN!

 Perdeu-se esta batalha, mas a guerra continua!

Uma vez mais se confirma: seja em que país Ocidental estivermos, só mesmo os partidos da dita "extrema-direita" é que constituem uma alternativa genuína aos partidos do "centrão". E isto é de tal forma verdade, que até os "socialistas" se aliam aos "capitalistas" quando o poleiro de ambos fica realmente em risco!

É por isso que não há nenhuma outra alternativa ao Nacionalismo na política moderna. É por isso que só Nacionalismo é solução!...

Actualização: recomendo vivamente a leitura deste postal n'O Insurgente.

Sem comentários: