domingo, 27 de setembro de 2015

Polacos protestam contra a iminvasão


Já só mesmo na Alemanha e na Europa de Leste é que ainda há pessoas quem se manifestam em grande número contra a vinda dos refujiadistas. Segundo a politicamente correctíssima Euronews:

«Milhares de pessoas manifestaram-se no sábado por toda a Polónia em encontros organizados por grupos de extrema-direita.

Em Katowice, cerca de 3000 mil pessoas gritaram palavras de ordem contra os estrangeiros. Em Varsóvia as cenas repetiam-se com milhares de pessoas a descerem às ruas.

Os manifestantes insurgiram-se contra a decisão da primeira-ministra Ewa Kopacz de se juntar a outros países europeus no fornecimento de auxílio financeiro aos refugiados.
»



Entretanto, nem mesmo o mau tempo detém os refujiadistas. De acrodo, com a mesma Euronews:

«Mais de um milhar de migrantes provenientes da Sérvia atravessaram a fronteira croata este domingo. Nas últimas 24 horas o total de entradas na Croácia ascende a 8.500 pessoas.

O mau tempo que se faz sentir na zona pouco efeito tem tido no fluxo de migrantes e refugiados determinados em atravessar ao espaço europeu com destino à Alemanha e países do norte da Europa.

No campo de refugiados de Opatovac no lado croata, os refugiados podem registar-se e têm uma oportunidade para descansar e obter assistência médica.
(...) Desde o início da crise, há onze dias, cerca de 73500 refugiados imigrantes atravessaram a fronteira.»

Sem comentários: