segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Nova petição para que Portugal não receba mais "refugiados"!


Há uma nova petição, desta vez de âmbito nacional, para que Portugal não acolha mais "refugiados"!

A petição está a ter uma adesão muito superior à anterior (que apenas visava impedir a construção de um centro de refugiados no Algarve), indo já em 5005 assinaturas (sem documento de identificação) e 2932 assinaturas (com documento de identificação)!


APELO A TODOS OS LEITORES DESTE BLOGUE QUE ASSINEM  ESTA PETIÇÃO
(porque o combate à islamização tem de ser feito antes de os jihadistas cá estarem, 
depois de eles terem entrado é muito mais difícil!) 


>>>> Para assinar, CLICAR AQUI! <<<< 
(sem documento de identificação) 

>>>> Ou melhor ainda, CLICAR AQUI! <<<< 
(com documento de identificação, necessário para a petição poder ser levada ao Parlamento)


Chega de desculpas, basta de covardias! O problema da islamização não se resolverá enquanto você permanecer sentado confortavelmente no seu sofá! Não precisamos de mais palavras, precisamos de agir!!!

Se quer mesmo que Portugal continue a existir -ao invés de se transformar num pardieiro islâmico-,
então seja corente: assine a petição!

12 comentários:

Anónimo disse...

Eu já a assinei ontem, e fico muito contente por ver tão grande adesão em tão pouco tempo, parece que finalmente muita gente está a abrir os olhos para este problema extremamente grave, perdendo o medo de se assumir contra a vinda e o acolhimento destes "refugiados" e não se deixando manipular pela comunicação social que tem sido tudo menos isenta na cobertura jornalística desta questão ao mostrar apenas os "refugiados" como "vítimas" e coitadinhos" que precisam desesperadamente da nossa ajuda e solidariedade, não mostrando o lado "negro" que o seu acolhimento está a provocar na Europa!

Bruno

Arauto disse...

Há que os alemães estão sujeitos, camarada:

https://www.youtube.com/watch?v=riQh4Qpvxm4#action=share

Afonso de Portugal disse...

«https://www.youtube.com/watch?v=riQh4Qpvxm4#action=share»

Gregor Gysi!?!? Não parece ser um nome lá muito alemão, pois não?

Soa a russo... mas quando se olha para a cara do fulano, faz lembrar o estereótipo de um certo povo semita que está sempre a dizer aos europeus para acolher os imigrantes! Ehehe...

Obrigado, camarada! Mais logo vou faze mais um episódio da série "As Novas da Iminvasão da Europa" e vou incluir o vídeo que aqui trouxeste!

Saudações Nacionalistas!

Afonso de Portugal disse...

«(...) fico muito contente por ver tão grande adesão em tão pouco tempo, parece que finalmente muita gente está a abrir os olhos para este problema extremamente grave»

Eu fiquei agradavelmente surpreendido! Depois do que se passou com a petição do Algarve, é reconfortante constatar que a censura (assumindo que foi censura) só serviu para as pessoas aderirem ainda mais!


«(...) não mostrando o lado "negro" que o seu acolhimento está a provocar na Europa!»

E esse está a ser o seu grande erro, felizmente para nós! Os donos dos nossos mé(r)dia ainda são demasiado arrogantes e não entendem que, em plena era da internet, já não é possível esconder a realidade! As pessoas acabam sempre por encontrá-la mais cedo ou mais tarde, basta querer! Está tudo à distância de um "clique" de rato!

Bruno Dias disse...

Assinei agora mesmo. A vergonha que é darem casas a essa gente, casas todas equipadas enquanto que se um portugues quiser comprar casa tem que pagar cada cêntimo. E essa gente tem tudo. Qualquer dia vemos Portugal coberto de mesquitas, é só eles começarem a atingir certo número.

Afonso de Portugal disse...

«A vergonha que é darem casas a essa gente, casas todas equipadas enquanto que se um portugues quiser comprar casa tem que pagar cada cêntimo.»

Eu dessa ainda não sabia! Em que terra está a ser feito isso (dar casas)? Consegues arranjar-me um link para eu fazer um postal?


«Qualquer dia vemos Portugal coberto de mesquitas, é só eles começarem a atingir certo número.»

Já faltou mais!... Basta olhar para Londres, para Estocolmo ou para Marselha para ver o que nos esperará se facilitarmos... o Islão não tem lugar na Europa. Muito menos numa altura em que os jihadismo está ao rubro!

João José Horta Nobre disse...

Já assinei com documento de identificação e divulguei neste blog onde também escrevo. Espero que o Afonso de Portugal não se importe de eu ter feito algumas pequenas alterações e acrescentado umas ilustrações:

http://avozdagirafa.blogspot.pt/2015/09/peticao-publica-pelo-fim-imediato-da.html


Afonso de Portugal disse...

Claro que não me importo, caríssimo! O meu objectivo ao escrever neste blogue é mesmo esse, difundir a informação politicamente incorrecta que os nossos mé(r)dia se recusam a divulgar!

Nesse sentido, o que se escreve neste blogue não me pertence a mim, pertence aos meus leitores! Portanto, transcreva o que eu quiser e altere o que bem entender... eu é que agradeço!

Saudações Nacionalistas!

Bruno Dias disse...

Caro Afonso pode ver neste link, a habitaçao situa-se em Penela http://www.jn.pt/PaginaInicial/Nacional/Interior.aspx?content_id=4757672

Afonso de Portugal disse...

Muito obrigado, caro Bruno Dias! Eu sabia que alguns refujiadistas iam ser enviados para Penela, mas não tinha conhecimento de todos os detalhes! Vou já fazer um postal acerca disso!

Saudações Nacionalistas!

Anónimo disse...

Andou D.Afonso henriques a expulsar os mouros daqui para fora durante 100 anos para agora os trazerem para ca como coitadinhos!Essa gente nao vale nada.Mas vira o dia em que eles nos expulsarão a nos.Agora vamos passar a cruzar-nos nas ruas com mulheres com persianas e afins,e ainda vao proibir na tv os reclames aos produtos de higiene intima para as mulheres! ja nao digo nada. Um abraço a todos e Saudaçoes Nacionalistas. REFUGIADOS NAO SAO BENVINDOS EM PORTUGAL E PONTO FINAL.

Afonso de Portugal disse...

Estes canalhas que nos (des)governam, se tivessem uma máquina do tempo, voltavam ao século XII e matavam o D. Afonso Henriques! E o Mestre de Avis! E o Vasco da Gama! E o D. João II! E o Camões! E o D. João IV, o restaurador! Só ficavam os mouros e os espanhóis... e alguns portugueses para servirem de escravos de ambos!

Abraço e Saudações Nacionalistas!