domingo, 27 de setembro de 2015

O "tuga" não quer votar...


Aqui fica um poema curtinho do meu heterónimo Miguel Certeiro e Cruel! Dependendo da inspiração do poeta, poderei vir a publicar aqui no TU outras estrofes igualmente catitas num futuro não muito distante...

O “tuga” não quer votar:
- prefere na peida levar!
E assim continuar
a gemer, sem nada mudar...

O “tuga” é mesmo assim,
protesta e faz chinfrim,
mas nunca passa do latim;
- vai gemer até ao fim!

- Miguel Certeiro e Cruel, 27-Set-2015


 Bah, eles são todos iguais! Eu não voto, não alinho em palhaçada!!!

Sem comentários: