segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Num campo de "refugiados" da Alemanha: mulheres e crianças são violadas sistematicamente!


A Pamela Geller teve acesso a este documento, emitido no dia 18 de Agosto de 2015, pelas várias entidades encarregadas da gestão do campo de "refugiados" da cidade de Hessen (Alemanha). Trata-se de um relatório onde se denuncia que os homens muçulmanos estacionados nesse campo violam sistematicamente mulheres e crianças. O relatório enfatiza que os casos de violação não são raros. Pelo contrário, são recorrentes. As mulheres nem sequer se atrevem a ir à casa de banho durante a noite... e dormem com a mesma roupa que usam durante o dia!





O documento refere ainda que é atribuído às mulheres um papel subordinado... e aquelas que não estiverem acompanhadas estão sujeitas a tudo! Muitas festas mulheres fugiram de casamentos forçados ou à mutilação genital!

Há inúmeros casos de violações e ataques de natureza sexual. E também estão a aumentar os casos de prostituição forçada!

A Pamela Geller observa: «Se eles fazem isso às suas próprias mulheres, imaginem o que farão às mulheres alemãs quando forem libertados!»

2 comentários:

A-24 disse...

Sem palavras!

Certamente que essa notícia será calada pelos média amestrados do sistema.

Vou ter que roubar isto!

Afonso de Portugal disse...

"Rouba" à vontade, caríssimo! É para isso mesmo que serve! ;)