quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Juncker pede aos estados-membros da UE que recebam mais 120 mil "refugiados"!


A palavra-chave aqui é "mais"! Recordo que só este ano já entraram na Europa mais de 350 mil!
  
«O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, vai propor aos estados-membros que recebam mais 120 mil refugiados, para dividir pelos vários países, avança o jornal espanhol El País, citando fontes comunitárias. Um número já longe dos 40 mil propostos inicialmente e que eleva o total para 160 mil.»

"Mais 120 mil, menos 120 mil, que diferença faz? Só não os quero em minha casa!..."

«Também o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, apelou esta quinta-feira este Joves aos estados-membros da União Europeia para aceitarem pelo menos 100 mil refugiados, de modo a aliviar a pressão nos países da chamada 'linha da frente'.

"Aceitar mais refugiados é um gesto importante de verdadeira solidariedade", disse Tusk, salientando ser actualmente necessária "uma distribuição equitativa de pelo menos 100 mil refugiados pelos Estados-membros".

"Apelo a todos os dirigentes da UE para demonstrarem solidariedade com os Estados-membros que enfrentam uma vaga migratória sem precedente", salientou Tusk, que falava, em conferência de imprensa, após uma reunião conjunta com o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban.

Antes, o presidente do Conselho Europeu, discursando perante os embaixadores da UE, tinha alertado para o risco de uma divisão Este/Oeste por causa do acolhimento aos refugiados


Comentário do blogueiro: o traidor Tusk foi certeiro ao dizer "apelo a todos os dirigentes da UE"... é que contrariamente ao que os nossos mé(r)dia nos querem fazer acreditar, os povos europeus não estão para aí virados!

Infelizmente, ainda não deram o passo decisivo, que é perceberem que têm mesmo de votar nos "racistas" e nos "fascistas" se quiserem que a Europa sobreviva. Porque contra a iminvasão terceiro-mundista e a tirania da UE, só mesmo o Nacionalismo se levanta. É por isso que só o Nacionalismo é solução!

Sem comentários: