terça-feira, 25 de agosto de 2015

Número do dia: 300 000 (trezentos mil)


«Quase 300 mil migrantes e refugiados chegaram este ano à Europa pelo mar Mediterrâneo, anunciou esta terça-feira este Martes a agência da ONU para os Refugiados (ACNUR). 

Em conferência de imprensa, a porta-voz do ACNUR, Melissa Fleming, disse que 181 mil pessoas chegaram à Grécia e 108 mil a Itália.»

 A Europa não vai escapar a toda esta diversidade vibrante! Chegou a hora de sermos enriquecidos!

«Fleming acrescentou que a agência das Nações Unidas calcula que três mil pessoas vão chegar diariamente, nos próximos dias, à Sérvia, depois de entrarem em território europeu pela Grécia e atravessar a Macedónia. 

"Actualmente, pensamos que as chegadas vão continuar nos próximos dias a um ritmo de três mil pessoas por dia", indicou. 

O ACNUR disse que está a trabalhar com as autoridades sérvias para responder às necessidades de pelo menos dez mil pessoas.»

8 comentários:

srhamsun disse...

Se falam em 300.000 é porque devem ser mais. Isto é uma invasão concertada, é um plano de destruição da Europa e substituição demográfica. Já leste sobre o plano Kalergi? ainda hoje um conhecido partilhou no facebook uma imagem de um documento de transferência de dinheiro a partir da Arábia Saudita para um "migrante". De resto, tem lógica que assim seja. Sendo os países do Golfo muito mais perto estes gajos não vão para lá. Entretanto, no meio disto, há vozes sensatas: o presidente da Conferência Episcopal do Congo veio apelar aos jovens para ficarem no país e ajudarem ao seu desenvolvimento. Diz ele que na Europa também não vão encontrar trabalho. Mas a estes bispos não os vês na televisão, só aos bispos europeus que alinham com a invasão.

Arauto disse...

O que me dizes disto?

https://www.youtube.com/watch?v=Tb2iFikOwYU

FireHead disse...

Ora aí está o pessoal para substituir os nativos que não nascem! :)

Afonso de Portugal disse...

«Já leste sobre o plano Kalergi?»

Já, mas confesso que nunca levei a coisa muito a sério porque a maioria das pessoas que vi falar sobre isso fazem parte daquele grupinho de iluminados que está sempre contra os judeus.

Seja como for, uma coisa é certa: mesmo que o plano Kalergi seja apenas uma teoria da conspiração, há defintiviamente um plano semelhante a ser implementado pelas elites europeias.


«ainda hoje um conhecido partilhou no facebook uma imagem de um documento de transferência de dinheiro a partir da Arábia Saudita para um "migrante".»

Interessante, sem dúvida!... Seria giro um de nós fazer um postal acerca disso! Digo isto porque eu que já li e ouvi muitas acusações, mas ainda não vi nenhuma prova concreta. Precisamos de provas concretas para denunciar os culpados de forma convincente!


«Mas a estes bispos não os vês na televisão, só aos bispos europeus que alinham com a invasão.»

Já sabes que nos mé(r)dia é impossível mencionarem sequer esses bispos. Cabe aos nacionalistas cristãos fazê-lo, até para contrariar a ideia de que o cristianismo é um inimigo visceral do nacionalismo.

Afonso de Portugal disse...

Arauto disse:
«O que me dizes disto?»

É muito longo para eu ver agora, mas prometo dizer qualquer coisa até ao fim do dia.


«Ora aí está o pessoal para substituir os nativos que não nascem! :)»

Sim, a ideia deles é mesmo essa! Até porque os europeus tendem a não gostar de governos corruptos nem de capitalistas selvagens... é preciso substituí-los por gente mais "moderna" e "tolerante".

Afonso de Portugal disse...

Arauto, peço desculpa pela demora, mas o vídeo que aqui trouxeste é muito mais interessante do que eu esperava. Tão interessante que justifica que eu faça um postal acerca dele, mas só deverei ter tempo para isso durante o fim-de-semana.

Para já, direi apenas que as conclusões do Trevor Phillips vêm ao encontro daquilo que os "racistas" têm dito ao longo dos anos... mas revelam também uma hipocrisia monumental da parte dele e dos esquerdistas da laia dele que fizeram (ou fazem) uma coisa quando estão no governo e outra coisa totalmente diferente quando não estão.

Outro aspecto interessantíssimo é que o documentário, mesmo tendo sido feito por um esquerdista alógeno do Partido Trabalhista lá do burgo, irritou solenemente o esquerdalho, conforme se pode ver por exemplo neste artigo do al-Guardian:

http://www.theguardian.com/uk-news/2015/mar/16/trevor-phillips-race-multiculturalism-blog

Obrigado pelo link, camarada! Saudações nacionalistas!

Arauto disse...

De nada, camarada!

Não sei se reparaste, mas esse Trevor Phillips defende o princípio abominável que os britânicos têm que partilhar a sua nacionalidade e terra com quem está-lhes a invadir o país.

Um bem haja para ti!

Afonso de Portugal disse...

«Não sei se reparaste, mas esse Trevor Phillips defende o princípio abominável que os britânicos têm que partilhar a sua nacionalidade e terra com quem está-lhes a invadir o país.»

Reparei, pois!... Aliás, esse é um dos motivos pelos quais o vídeo é tão interessante: por um lado, o Phillips diagnostica bem os problemas do multiculturalismo... mas depois apresenta a solução típica esquerdista: mais multiculturalismo!!! Ou melhor, mais multirracialismo, porque ele acha que o multiculturalismo não é suficiente!!!

Enfim, só não digo que é surreal porque já nos habituamos a ver este comportamento nos antifas, antirras e universalistas de uma forma geral...