terça-feira, 25 de agosto de 2015

As novas da iminvasão


1. A Federica Nojentini volta a apelar aos países da UE para que "actuem" e salvem os refujiadistas (o vídeo também nos informa que os iminvasores estão prestes a enfrenter o abominável muro da Hungria, um monstro terrível que os quer impedir de se juntarem aos suecos e aos alemães). 




2. Entretanto, o contribuinte europeu desperdiça milhões de euros a salvar deslocar os refujiadistas:




3. Em Milão (Itália), os refujiadistas fizeram um "protesto" porque acham as condições dos centros de acolhimento são "desumanas". Devem pensar que podem vir às centenas de milhar para a Europa e ficar todos em hotéis de 5 estrelas... ou talvez seja novamente por não terem internet!



4. Os tipos da Euronews tendem a cortar as parte mais "vibrantes" destes "protestos", portanto aqui fica outro vídeo com o verdadeiro calor humano da "manifestação" de Milão:

4 comentários:

Bruno Dias disse...

Muito preocupante mesmo. Vejo um futuro muito negro para a nossa Europa nos proximos anos, se não se fizer nada sério para eliminar este problema.

Afonso de Portugal disse...

O problema é que não se vai mesmo fazer nada sério. Cada vez estou mais convencido disso. As nossas elites parecem estar apostadas em encher o Velho Continente de terceiro-mundistas, os jornais e as televisões fazem choradinhos hipócritas pelos iminvasores praticamente todos os dias... e os métodos de propaganda vão sendo refinados todas as semanas!

Repare-se: primeiro mostravam-nos os barcos, apinhados de homens negros. Depois passaram a mostrar mulheres e crianças, apesar de sabermos que elas vêm em números muito inferiores aos dos homens. Agora já só mostram gente a chorar e a gemer ou as forças de segurança europeias a arrear nos "refugiados"!

Sem querer abraçar teorias da conspiração, o comportamento das nossas elites políticas e me(r)diáticas sugere que isto é tudo concertado. Há até quem diga (ver no blogue Gladius) que os EUA andam a pagar aos traficantes de seres humanos para trazerem os iminvasores para a Europa!

FireHead disse...

E agora parece que também já se preocupam em mostrar refugiados ruivos, loiros, de olhos claros e de pele clara também... É só jogadas...

Afonso de Portugal disse...

Claro, a estratégia é precisamente essa, apelar às emoções do povo e aos sentimento de identificação étncia dos europeus para criar empatia com os alógenos. Mas agora repara:

- Se os mé(r)dia usam os "refugiados" mais parecidos com os ocidentais por saberem que são esses "refugiados" que fazem os Ocidentais importar-se

ENTÃO OS MÉ(R)DIA SABEM PERFEITAMENTE, MAS MESMO PERFEITAMENTE

- que o povo é naturalmente nacionalista e tende a dar primazia aos seus.

Ou seja, o nacionalismo é racismo quando não lhes agrada, mas exploram-no quando lhes convém. E se houver justiça neste mundo, um dia pagarão bem cara esta sua traição.