quinta-feira, 21 de junho de 2018

O Parlamento Europeu está prestes a aprovar os orwellianos Artigos 11 e 13, o primeiro passo para acabar de vez com a Internet livre


     Se os caros leitores do TU bem se recordam, o Artigo 13 (filtros de conteúdo) e o Artigo 11 (taxas sobre os links) representam a maioria ameaça à internet livre de sempre. Ontem, uma comissão de eurodeputados, entre os quais o "tuga" traidor Marinho Pinto, votou favoravelmente à aprovação dos dois artigos. Isto significa que, a menos que aconteça algo de muito inesperado, o Parlamento Europeu deverá aprovar também os dois artigos quando forem submetidos a votação no próximo mês de Julho.

Mesmo que isto não signifique o fim da Internet livre, é uma primeira machadada que só poderá ser seguida por mais iniciativas do género. A argumentação de Marinho, por exemplo, é do mais confrangedor, falaciosa e demagógica que pode haver. O Marinho acha, por exemplo, que aqueles que, como eu e muitos outros blogueiros, recorrem a links (hiperligações) são "parasitas", como se o direito à crítica não existisse! E também acha que, nas suas surreais palavras: "voltámos aos tempos antigos em que os autores morrem na miséria, como morreu o Camões, o Bocage e muitos criadores da história da humanidade."

Palavras incríveis, que descrevem a situação precisamente ao contrário do que ela é: são os blogueiros que morrem à fome; eu, por exemplo, nunca ganhei um único cêntimo pelas minhas postas aqui no TU ou pelos meus vídeos no YouTube. E a não ser nos casos dos filmes, das séries de televisão, dos documentários e clipes de música, as grandes corporações cujos vídeos são colocados na Internet não se ressentem, porque essas reportagens só são emitidas uma ou duas vezes, pelo que a internet não lhes faz concorrência. Nesse sentido, a argumentação de Marinho Pinto, que demonstrou não passar de um serviçal das grandes corporações, é completamente absurda, porque não contempla o direito ao comentário e à crítica, o tal "uso aceitável" que existe na Lei dos EUA.

Mas a Europa é que é moderna e democrática, hããã! Os EUA são um abismo de ignorância e de atraso, os norte-americanos até elegeram o Presidente Trump, vejam lá!!!


____________
Ver também:

Tirania da UE: eurocratas preparam fim da Internet livre e democrática na Europa!

Se dúvidas houvesse, o caso Aquarius mostra, mais uma vez, que não há alternativa ao Nacionalismo!


     Julgo que todos leitores do TU estarão ao corrente do caso Aquarius, mas vou fazer aqui um resumo curtinho para a posterioridade: o Aquarius é um daqueles odiosos barcos das ONGs da "caridadezinha", mais concretamente da franco-germânica SOS Méditerrainée, cuja tripulação se dedica de corpo e alma ao propósito globalista de ir buscar "refugiados" à costa do Norte de África para depois os despejar criminosamente na Europa. Há uns dias, o Aquarius pescou uma data de "pobres coitadinhos" no Mediterrâneo, 629 para ser exacto, vindos do Sudão e do Bangladeche. Note-se que o Bangladeche não está em guerra com ninguém e até está à frente de países como a China, a Jordânia, o Brasil  e os Estados Unidos da América no índice de paz global. Ou seja, os bangladechianos têm tanto de refugiados como eu tenho de marciano. Seja como for, até aqui temos apenas mais um caso corriqueiro da iminvasão da Europa pela via marítima, indistinguível de tantos outros do mesmo género. 

O Aquarius: um barco tripulado por criminosos anti-europeus.

Mas a história ganhou outros contornos quando o Aquarius tentou trazer a sua "carga" para a Europa. Seguindo aquilo que tem sido a prática habitual com os "refugiados" pescados no Mediterrâneo, a tripulação do Aquarius dirigiu-se ao porto mais próximo, o de Malta, mas esse país negou-lhe a autorização de desembarque. O Aquarius dirigiu-se então para Itália onde, até recentemente, tinha sido relativamente fácil despejar "seres humanos como nós" às carradas.

Só que houve algo que mudou nas últimas semanas: o nacionalista Matteo Salvini, do partido nacionalista Liga Norte, passou a ser o novo Ministro do Interior de Itália. E Salvini fez o que qualquer nacionalista digno desse nome faria: impediu o Aquarius de atracar em Itália, para indignação de todos os criminosos globalistas que querem acabar com a Europa. De nada serviram as pressões da UE, das ONGs da "caridadezinha" e de praticamente todos os outros governos europeus. Salvini, como nacionalista coerente, não cedeu e reiterou o fecho dos portos italianos a todos os navios negreiros.

Mas os refujiadistas tiveram sorte: em Espanha, o xuxalista Pedro Sánchez subiu recenemente ao poder e logo colocou os portos do seu país à disposição do Aquarius. Reparem no padrão: o nacionalista protege as suas fronteiras, enquanto o esquerdalhista escancara-as sem pensar duas vezes.

Matteo Salvini: "primeiro os italinos"!

Salvini foi entretanto recompensado: graças à sua actuação firme e resoluta, a sua Liga Norte subiu nas intenções de voto e já ultrapassou o até agora líder Movimento Cinco Estrelas. Ser fiel ao povo compensa! 

E quanto aos cretinos espanhóis que votaram na esquerda, aqui têm a sua merecida recompensa: imigrantes do terceiro-mundo até dizer chega! Faço votos para que que sejam tão "enriquecidos" como merecem, embora nestas coisas pague sempre o justo pelo pecador. Aliás, a "festa" já começou: vários estudantes espanhóis alojados numa residência universitária de Alicante foram obrigados a ceder os seus quartos aos iminvasores, apesar de terem pagado (ou "pago", como é agora estupidamente moderno dizer-se) por eles:
«Vários estudantes alojados numa residência estudantil local foram notificados para abandonarem as instalações no prazo de 24 horas, apesar de terem assinado contratos e pagado pelos seus quartos.
Rubén, estudante de alemão, foi notificado a sair, apesar de ter pagado 750 euros por mês pelo seu quarto. A sua mãe disse aos média locais que os estudantes tinham de sair "porque  os imigrantes traziam muitas doenças, pelo que não era seguro para eles permanecer no local". Mas a mãe do Rubén acredita que esta explicação deverá ser uma desculpa, porque dificilmente as autoridades colocariam centenas de imigrantes doentes no meio de uma cidade turística com tanto movimento.»

É óbvio que é uma desculpa! E bem esfarrapada, por sinal... mas os globalistas são mesmo assim, fazem questão de nos privar dos nossos direitos em nome da nossa segurança! Tudo isto para repetir, mais uma vez, aquilo que já todos os que lêem este blogue devem saber: contra a iminvasão, só mesmo o Nacionalismo se levanta. É por isso que só o Nacionalismo é solução!!

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Portugal Desintegrado: Episódio 33


     Aqui fica o mais recente episódio da excelente série Portugal Desintegrado, que pode ser encontrada no canal de YouTube do Ilo Stabet. Recordo aos leitores do TU que o Ilo Stabet também é autor do excelente blogue Portugal Integral.

No caso deste vídeo em concreto, o título diz tudo. O Ilo Stabet lê e comenta um conjunto de entrevistas concedidas por várias mulheres "modernas" à revista Sábado. É um retrato deprimente, embora por vezes hilariante, dos resultados práticos da famigerada "emancipação feminina" e da tal "revolução sexual" que acabou com a instituição do casamento e com a natalidade no nosso país.

Ainda sobre o atropelamento na Rússia que divulguei na posta anterior


     Segundo a Al-Reuters, a carta de condução do taxista de que vos falei na posta anterior tinha sido emitida no Quirguistão. Para quem eventualmente não saiba, quase 90% da população do Quirguistão é muçulmana. Com este dado e com as imagens do vídeo da posta anterior, ainda alguém terá dúvidas acerca do que realmente se passou?...


Insisto mais uma vez: os grandes mé(r)dia ocidentais não são de confiar. Eu sei, dado o perfil do leitor do TU, que estou provavelmente a pregar a missa ao padre, mas esta realidade é um verdadeiro axioma que devemos ter sempre presente quando procuramos informar-nos acerca do que realmente se passa no mundo...

terça-feira, 19 de junho de 2018

Da valente merda que são os nossos mé(r)dia


      Deixo aqui não um, não dois, mas sim três casos de jornalixismo tuga, três exemplos bem ilustrativos do cinismo cada vez mais despudorado daqueles que asseveram informar-nos, mas que mais não fazem do que mentir-nos constantemente. 

Caso #1: o primeiro exemplo vem do JN e foi-nos trazido pelo Filho da Truta (FdT), a quem deixo aqui mais um muito obrigado!
«Um táxi atropelou, este sábado, várias pessoas em Moscovo, na Rússia. Há sete feridos, entres os quais duas cidadãs mexicanas, dois russos e um ucraniano. O condutor adormeceu ao volante.
O condutor do táxi que atropelou várias pessoas, este sábado à tarde, na capital russa, adormeceu ao volante e carregou no acelerador sem querer, avançou a agência russa Interfax. O homem fugiu após o incidente mas foi apanhado e detido, revelaram testemunhas citadas pela agência Reuters.»

A coisa começa logo mal, com um descarado "um táxi atropelou"... o malvado do táxi, que não gostava de seres humanos, pá!!! Mas depois vem a revelação: afinal o táxi tinha um condutor que, segundo os hipócritas do JN, "adormecera ao volante"... só que o nosso caro FdT conseguiu encontrar o vídeo do "incidente":



Será que alguém de boa-fé acredita mesmo, depois de ver as imagens do vídeo acima, que o condutor do táxi "adormeceu ao volante"? Ó cabrões do JN, vão mas é gozar com a vossa mãezinha!!!

Caso #2: o segundo exemplo foi publicado ontem, no sempre descarado e cada vez mais repugnantemente vermelho Al-Público:
«Uma carrinha atingiu quatro pessoas na manhã desta segunda-feira, provocando um morto e três feridos no final do festival Pinkpop, na Holanda, que teve início na sexta  – o atropelamento aconteceu horas depois do concerto do cantor Bruno Mars. Algumas horas depois de o condutor ter fugido do local do crime, a polícia deteve um homem e apreendeu a carrinha branca que esteve envolvida no atropelamento.»

Reparem que o padrão de "jornalismo" do Al-Público é o mesmo do JN: "uma carrinha atingiu", primeiro evidencia-se o veículo, só depois o seu condutor, que fugiu e foi detido, mas ninguém sabe o motivo para o atropelamento e não há sequer uma descrição minimalista do fulano! É quase "como se" os jornalixistas de ambos os pasquins tivessem recebido instruções de alguém!

Caso #3: já hoje, o FdT trouxe-nos mais uma notícia (muito obrigado, caro FdT!) que, no mínimo dos mínimos, só nos pode suscitar muitas dúvidas. O "feliz contemplado" é o Expresso:
«Dois homens, de 18 e 29 anos, morreram na sequência do tiroteio que ocorreu nesta segunda-feira à noite numa zona central da cidade de Malmö, no sudoeste da Suécia. As duas vítimas faziam parte do grupo de seis pessoas, todas do sexo masculino, que ficaram feridas depois de terem sido atingidas pelos disparos de armas automáticas na Drottninggatan.
Testemunhas revelaram que um automóvel se aproximou de um grupo de pessoas que se encontrava à porta de um cibercafé e que foram escutados 15 a 20 disparos quando o veículo se encontrava a escassos metros dos alvos que pretendiam ser atingidos. O atirador colocou-se, de seguida, em fuga.
(...) O caso ocorreu junto a uma esquadra da polícia, o que levou a que as autoridades tivessem entrado em acção de imediato. A zona foi isolada e a polícia declarou estar a investigar os acontecimentos, mas acrescentou não haver motivos para alarme público.
As primeiras informações davam conta de um ataque a pessoas que estariam a festejar a vitória da selecção sueca por 1-0 no jogo contra a Coreia do Sul, encontro que ocorreu nesta segunda-feira integrado na fase final do Mundial 2018 que se realiza na Rússia. A imprensa sueca, porém, adiantou mais tarde que alguns dos feridos serão conhecidos em meios criminais de Malmö.»

Portanto, criminosos de Malmö... ou seriam antes "criminosos" em Malmö? É que, como eu já referi aqui no TU varias vezes, Malmö é uma das cidades mais islamizadas da Europa e quem domina as estatísticas de crime nessa outrora bela cidade sueca são precisamente os adeptos do credo do "profeta" pedófilo...

Tudo isto serve para repetir e enfatizar a mensagem do costume: os grandes mé(r)dia não são de confiar. Quando não nos mentem descaradamente, contam-nos apenas meia-verdade! A distorção e a omissão deliberada são a norma na imprensa portuguesa, aliás, na imprensa ocidental.

_________________________
Outras nojices me(r)diáticas:

Da "imparcialidade" dos mé(r)dia ocidentais
"Homens de Oxford"
Depois da Salon, outro jornal ocidental tenta relativizar a pedofilia...
Sobre o novo livro anti-Trump que os grandes mé(r)dia estão a promover...
Notícias ao Minuto: fake news de confiança!
CNN: 'fake news' de confiança! (10)
CNN: 'fake news' de confiança! (9)
CNN: 'fake news' de confiança! (8)
CNN: 'fake news' de confiança! (7)
CNN: 'fake news' de confiança! (6)
CNN: 'fake news' de confiança! (5)
CNN: 'fake news' de confiança! (4)
CNN: 'fake news' de confiança! (3)
CNN: 'fake news' de confiança! (2)
CNN: 'fake news' de confiança!
Paul Joseph Watson denuncia a islamofilia da BBC (com legendas)
A vida na Bretanha Romana: novo documentário da BBC para crianças
Paul Joseph Watson sobre a censura islamófila da BBC (com legendas)
Mark Dice: «Apresentadora da CNN tem ataque de nervos»
Andrew Klavan: «O que são 'Fake News'?» (com legendas)
A multinacional das Fake News (Lura do Grilo)
E ainda a propósito das 'fake news'...
MSNBC: "temos de combater a noção de que os filhos pertencem aos pais"
Mark Dice sobre o massacre que não aconteceu
Huffington Post: 'fake news' de confiança!

sábado, 16 de junho de 2018

Bill Whittle: aprenda com a Venezuela, o socialismo é para imbecis!


     Dada a quantidade de esquerdalhos potencialmente genocidas neste mundo, convém irmo-nos lembrando, de tempos a tempos, daquilo que o socialismo é realmente:



____________
Ver também:

Três vídeos que vale a pena ver (60): o marxismo não passa de uma utopia
«Onde estão as celebridades que enalteceram o regime venezuelano?»
 Os venezuelanos começaram a consumir comida para cão e rações para galináceos
A Venezuela está em clima de guerra civil
Venezuela proíbe os seus cidadãos de dormirem na rua
Entretanto, no paraíso comuna da Venezuela...
Mais um português assassinado na Venezuela (11)
Ironia das ironias: a Venezuela dos dias de hoje parece ter saído de um livro do comuna Saramago!
A mãe de todas as dietas, só na Venezuela!!! 😆
Maravilhas do socialismo posto em prática...
Pérolas do comunismo: Maduro pede às venezuelanas que usem o secador de cabelo menos vezes
Amnistia Internacional denuncia repressão letal contra manifestantes venezuelanos

A Rússia fascista e intolerante está a oprimir os adeptos nigerianos (e as suas galinhas)!


Já viram isto?! É uma injustiiiiiiiiiiiiiçaaaaa, pá!!!
«Os fãs nigerianos costumam levar consigo galinhas quando vão ao estádio apoiar a selecção, conhecida como as "super-águias". Os galináceos dão boa sorte, alegam: por isso, enquanto entoam os cânticos de apoio, elevam-nas acima da cabeça. Com mais um pormenor: pintam-lhes as penas de verde (cor da bandeira da Nigéria).
 Como diria a Bárbara Espectro: "a Rússia ainda não aprendeu a ser multiculturalista", pá!
Esta tradição nigeriana vibrante faz parte do grande espectáculo do futebol!

«Mas as galinhas terão de ficar à porta do estádio de Kaliningrado, onde a Nigéria joga contra a Croácia. "Os fãs da Nigéria perguntaram se seria possível ir ao estádio com uma galinha. É o símbolo deles, os cidadãos são vistos com galinhas em todos os jogos, mas dissemos-lhes que deixar entrar uma galinha viva, em qualquer caso, é impossível", afirmou o responsável pela Cultura em Kaliningrado, Andrei Ermak.

Porém, nas zonas ao redor do estádio, os fãs poderão deixar as suas galinhas, indica o
site Sports Illustrated. As aves poderão ser lá colocadas antes do jogo para serem devolvidas no fim do encontro.»

Fascismo! Opressão! Etnocentrismo! Galináceofobia! Os russos não passam de uns xenófobos intolerantes, pá! As galinha não fazem mal a ninguém, a não ser por algumas cagadelas, penas e, eventualmente, alguns piolhos que possam largar! Isto é preconceiiiiito puro, pá! Se a Nigéria perder o jogo, a culpa vai ser toda dos estereótipos anacrónicos das autoridades russas!!!

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Da Rússia, com amor: deputada aconselha mulheres russas a não f*** com outras raças durante mundial


Um muito obrigado! ao G, o cigano por nos ter trazido esta notícia curiosa, impensável aqui no Ocidente:
«A deputada russa Tamara Pletnyova recomendou às mulheres do país anfitrião do Mundial de 2018 que não tenham sexo com estrangeiros não brancos durante a prova, de forma a não serem mães solteiras de crianças mestiças.»

Releiam bem o parágrafo anterior, caros leitores... imaginem que uma deputada alemã, inglesa, espanhola, italiana ou portuguesa dava o mesmo conselho às suas compatriotas... ui, quanta indignação haveria! A pobre desgraçada seria obrigada a demitir-se no próprio dia... mas lembrem-se, aqui no Ocidente é que há supostamente liberdade, hããã!!! Na Rússia é tudo fachiiiiiiiiiismoooooo!!!

«A deputada em causa, que lidera uma comissão parlamentar sobre família, mulheres e cuidados infantis, respondia a uma estação de rádio local, a propósito das chamadas “crianças dos Olímpicos”, fenómeno que aconteceu depois dos Jogos de Moscovo, em 1980 – num tempo em que a contracepção não estava generalizada no país.
A Sr.ª Pletnyova tentou meter algum juízo na cabeça das suas compatriotas.
“Estas crianças mestiças sofrem e sofreram desde os tempos soviéticos. Uma coisa é serem da mesma raça, outra coisa é serem de uma diferente. Não sou nacionalista, ainda assim sei que as crianças sofrem. São abandonadas e é isso, ficam aqui com as mães”, defendeu.»

Ou seja, a senhora Pletnyova nem sequer parece ter nada contra as outras raças em si, trata-se apenas de apontar uma realidade incontornável, a de que os mestiços, por não pertencerem a nenhuma raça em concreto, acabam por ser rejeitados por todas. Mas, como não podia deixar de ser, estas declarações provocaram muito choro, baba, ranho, ranger de dentes e raivinha impotente, não apenas aqui no Ocidente mas também na própria Rússia, com outro deputado a vir logo a público a apelar a que os russos tenham muito sexo com os estrangeiros.

Seja como for, esta notícia é muito interessante porque nos permite perceber:
1. Que há coisas que podem ser ditas na Rússia que jamais poderiam ser ditas no Ocidente;
2. Que também há russos apostados em incentivar o multirracialismo diluidor de identidades;
3. Que as mulheres russas, a avaliar pelo fenómeno das “crianças dos olímpicos”, são umas autênticas putas que abrem as pernas a qualquer merdoso que lhes apareça no país!

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Pediatra norte-americana refuta a ideologia de "género"


«A Dra. Michelle Cretella, presidente do American College of Pediatricians, expôs como os diagnósticos de "disforia de género" estão a ser feitos sem nenhuma preocupação com o bem-estar dos pacientes. Este relato junta-se aos diversos testemunhos pessoais de crianças que foram vítimas da ideologia de género.

Como se isso já não fosse um desastre, a Dra. Cretella ainda revela que as crianças submetidas ao tratamento hormonal na adolescência passam a apresentar maior risco de doenças cardíacas, cancro, derrames e diabetes. Milhares de pais e mães que, massacrados por impostos, mal conseguem pagar as contas, agora também terão arcar com os custos altíssimos destes tratamentos e do acompanhamento psiquiátrico, que acabará garantindo que seus filhos fiquem cada vez mais doentes, depressivos e suicidas. Tudo sob a tutela do Estado, que não irá parar até esvaziar completamente aqueles que decidiu escravizar.

Por fim, notem como o relato da Dra. Cretella se encaixa perfeitamente em muito do material que trazemos a vocês: a repressão ao comportamento masculino e a sobrevalorização do comportamento feminino - desde a infância, em desenhos, programas de TV, escolas, universidades. Desarmamento, pacifismo, ambientalismo... estas agendas têm como objectivo produzir uma crise antropológica, onde os homens se recusam a ser homens - e as mulheres se recusarão as ser mulheres. O não atendimento destas expectativas ancestrais culminará em sucessivas gerações de pessoas depressivas, confusas e infelizes.»

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Religiosidade vs. PIB (paridade do poder de compra)


      Aqui fica um gráfico bastante curioso que pretende comparar o nível ou grau de religiosidade dos habitantes das nações com o seu PIB per capita expresso em termos de paridade do poder de compra. Os dados sobre religião foram recolhidos pela Pew Research entre 2017 e 2018, enquanto os dados do PIBppc, relativos ao ano de 2015, foram retirados das bases de dados do FMI.

No eixo vertical do gráfico (0-100%) temos o grau de religiosidade, expresso pela percentagem de pessoas que, em cada país, afirma rezar todos os dias. Já o PIBppc é expresso em dezenas de milhares de dólares americanos, no eixo horizontal do gráfico (0-70 k$ ou milhares de dólares):


Há vários resultados interessantes:
  1. A primeira observação que salta imediatamente à vista ao olhar para o gráfico é que os EUA são o único país com um PIBppc elevado (≥ 35 k$) em que mais de 50% da população reza todos os dias;
  2. Os países mais religiosos da Europa são a Moldávia, a Croácia, a Geórgia e Portugal (há um ponto "europeu" acima da Croácia, mas não está identificado, pelo que não sabemos a que país corresponde);
  3. Os países menos religiosos da Europa são o Reino Unido, a Suíça, a Áustria e a Alemanha (mesmo com todos os iminvasores que receberam!);
  4. O país mais religioso de todos é o Afeganistão e o menos religioso de todos é a China.
  5. Em termos de religiosidade, a maioria dos países da Europa Ocidental não passa dos 20% de pessoas que rezam todos os dias;
  6. Não surpreendentemente, os países mais religiosos tendem a ser os de fé muçulmana, embora também haja muitos países cristãos entre aqueles cujos habitantes mais rezam.
  7. A percentagem média de pessoas que rezam todos os dias no conjunto de todos os países é de 49%. Isto significa que todos os países europeus ficaram abaixo da média, exceptuando a Moldávia.
  8. Não tenho a certeza, porque não li o documento de onde foi retirado este gráfico, mas a curva que se vê no gráfico parece ser uma regressão para estimar o grau de religiosidade em função de cada nível de PIBppc.
  9. Em Israel, o estado que muitos descrevem como habitado por judeus sionistas fanáticos, menos de 30% de pessoas rezam todos os dias; comparativamente, Portugal é um país de católicos fanáticos.
Deixo as conclusões disto tudo ao critério de cada um, mas uma coisa é certa: com a excepção notória dos EUA, a Europa e a América do Norte são muito menos religiosas do que o resto do mundo...

Más notícias sobre o caso Tommy Robinson


     Parece que o Sr. Robinson terá sido transferido para uma prisão em Leicester, cuja percentagem de população muçulmana rondará os 71%. Segundo Caolan Robertson, ex-repórter da Rebel Media que estava a acompanhar o Tommy nos últimos meses, a prisão onde o Sr. Robinson estava tinha apenas 2% de muçulmanos, mas esta nova prisão (ainda por identificar) abrigará alguns dos islamistas mais radicais do Reino Unido.

Como observa o Alex Jones (Infowars), isto é uma autêntica sentença de morte para o Tommy. Entretanto, o Tommy tinha um vídeo no YouTube com o título "I won't be around for much longer" (eu não vou estar por aqui muito mais tempo).  Coincidentemente ou não, o vídeo foi removido hoje!




     Aqueles que não estiverem ao corrente deste caso, um dos mais graves para a Liberdade na Europa nos útlimos anos, podem ver o essencial neste vídeo legendado em português do Brasil.

Em Setúbal: gangue (ou seria "gangue"?) sequestra e rouba idosa


Mais uma notícia que tresanda a "juventude com aspas" mas em que, sem surpresa, os mé(r)dia não mostram fotos dos protagonistas:
«Um grupo de quatro homens sequestrou e roubou uma idosa, esta terça-feira [13 de Junho de 2108] de madrugada, em Azeitão, Setúbal. Fugiram com milhares de euros em dinheiro, peças em ouro e até com o carro da vítima. Enquanto vasculhavam a casa, os assaltantes ofereceram um copo de água à vítima.
O crime ocorreu por volta da 01h00. O grupo invadiu a habitação da mulher, de 87 anos, e com recurso a armas brancas ameaçaram-na de morte enquanto exigiam que revelasse onde estavam os bens de valor. A idosa ficou em pânico e, para a acalmarem, deram-lhe um copo de água enquanto mantinham as facas apontadas.»
Como o Correio Manhoso não publicou fotos nem da vítima nem dos criminosos, optei por colocar aqui esta foto do Museu do Queijo de Azeitão; sempre tem mais a ver com a notícia do que as fotos usadas pelo CM!

«Minutos depois exigiam também a chave do carro da mulher, no qual fugiram do local. Nas mãos levavam mais de três mil euros em dinheiro e objectos em ouro, que descobriram nas divisões da habitação.

O alerta chegou à GNR pouco depois da fuga do gangue. Várias patrulhas dos postos mais próximos entretanto mobilizadas conseguiram localizar o automóvel roubado junto à saída da A33 para a EN378, Fernão Ferro, mas nenhum dos elementos do grupo foi apanhado.

Os militares da GNR tomaram conta da ocorrência, mas por se tratar de um crime de roubo com sequestro a investigação transitou para a alçada da Polícia Judiciária de Setúbal, que tenta agora identificar o grupo de assaltantes.
Apesar do susto e das ameaças de que foi alvo, a mulher, que vivia sozinha, não precisou de assistência médica.»

Apesar de tudo, a idosa bem pode agradecer ter saído desta viva! Outros idosos portugueses não tiveram tanta sorte...

____________
Ver também:

Mais dois idosos portugueses covarde e barbaramente atacados no seu próprio país
Confirma-se: a idosa que morreu durante um assalto na Amadora foi espancada até à morte
Cinco brasucas condenados por matar cruelmente uma idosa Portuguesa
Brasucas torturaram idosa portuguesa até à morte (outro caso, diferente do anterior)  

terça-feira, 12 de junho de 2018

Da "imparcialidade" dos mé(r)dia ocidentais


Parece que há ditadores mais ditadores do que outros, presidentes mais presidentes do que outros... e, acrescento eu, jornalistas mais jornalistas do que outros!



Já agora, aqui fica uma foto do autor dos dois artigos...

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Jordan Peterson: «Os seus filhos estão a ser educados por pessoas perigosas!» (com legendas)


     Mais um brilhante vídeo do Prof. Jordan Peterson, desta feita produzido pela Universidade Prager. Mais uma vez, o tema é o inevitável pós-modernismo neomarxista e a forma como essa ideologia malévola e antiocidental se apoderou das nossas escolas e universidades.




     Deixo aqui também este excelente texto que os Tradutores de Direita escreveram como introdução ao vídeo acima:
«Roger Scruton disse uma vez que, se alguém diz que a verdade não existe, a pessoa está pedindo para que não acreditem nela. Contudo, vemos nas universidades professores que dizem exactamente isso e que não são apenas bajulados como sábios transcendentais pela massa de estudantes ideologicamente comprometidos, mas que são tratados como oráculos cujas orientações devem ser seguidas à risca para que o mundo se transforme num lugar melhor. O mundo melhor tão sonhado por eles, aliás, é um local em que pessoas como nós não existem, e se existíssemos nesse mundo seria como cidadãos de quarta ou quinta categoria, reduzidos a um tipo de escravidão mental e espiritual que faria o mero serviço físico desgastante e compulsório parecer a mais doce das liberdades.
Eles, esses ideólogos, estrategistas e professores, querem que as pessoas acreditem que a verdade não existe, que tudo é relativo, que certo e errado é questão de ponto de vista, porque assim o caminho para a subversão e destruição de tudo o que odeiam fica livre; afinal, com parte das pessoas, por motivos diversos, seduzidas completa ou parcialmente por essa pregação, e com outra parte freqüentemente sem saber bem como combater todas essas distorções e preocupada com problemas sérios de suas vidas cotidianas, a confusão reina e quase ninguém nota, no meio do caos, a constância da agenda destrutiva que já é seguida há séculos ou a tenacidade de seus agentes.
E esses algozes são pagos por suas próprias vítimas. Você, que é pai ou mãe de família e manda sua filha ou filho para uma dessas faculdades infestadas de doutrinadores, está dando dinheiro para esses sujeitos que cospem e pisam em tudo o que você considera mais sagrado e valioso. Você está pagando para que alguém tente corromper o coração e a alma da pessoa que você mais ama. Eles dizem que a verdade não existe. Nós dizemos que existe, e nesse vídeo, Jordan Peterson nos apresenta uma boa dose dela.»
____________

Esquerdalho traidor da pátria volta a atacar impunemente um monumento português!


«O Monumento ao Esforço Colonizador no Porto foi vandalizado!
Executado e projectado por Sousa Caldas e Alferes Alberto Ponce de Castro em 1934. Foi construído expressamente para a Exposição Colonial, inaugurada em Junho de 1934 no Palácio de Cristal. Compõe-se de um obelisco encimado com as armas nacionais; na base, seis esculturas estilizadas simbolizam as figuras a quem se deve o esforço colonizador: a mulher, o militar, o missionário, o comerciante, o agricultor e o médico.
A coberto da noite, como é habitual, vandalizaram o monumento. Tem sido recorrente esta prática por parte de gente ligada a partidos de extrema-esquerda, acicatada por declarações de alguns dirigentes.

 
Por tudo isto, o PNR vem em defesa da verdade histórica e lembrar que esse património colectivo não pode ser manipulado pela extrema-Esquerda “revisionista”, saudosista da 1ª República, nem apagada a grandeza do nosso passado em nome de interesses ideológicos sectários.
A câmara do Porto já devia ter mandado limpar a estátua, mas com medo de ofender quem a vandalizou ou pela incúria do costume ainda não o fez. Que este alerta sirva para os acordar ou caso contrário os nacionalistas vão marcar um dia para se proceder à limpeza da estátua.»

Eu bem avisei, aquando do ataque à estátua do padre António Vieira, que aquilo era apenas o início. Como vimos em Charlottesville, a destruição de monumentos é uma estratégia do esquerdalho que tem como grande objectivo reescrever a história do Ocidente a favor da narrativa marxista. Nesse sentido, os ataques ao nosso património só podiam piorar e, de facto, à estátua do padre António Vieira em Lisboa seguiu-se a estátua do Marechal Gomes da Costa em Braga e agora o Monumento ao Esforço Colonizador no Porto.

Marquem bem o que vos digo: isto só vai piorar! Do Padrão dos Descobrimentos às estátuas do D. Afonso Henriques, todos os monumentos portugueses podem ser considerados racistas, colonialistas, imperialistas, "islamófobos" e sabe-se lá que mais!!!

____________
Ver também:

Só lhes falta o sumiço de Portugal (Algol Mínima)
Porque devemos defender a estátua do Padre António Vieira?
Portugueses Primeiro e Associação Escudo Identitário protegem estárua do Padre António Vieira
Portugueses Primeiro: Concentração em Defesa da Estátua do Marechal Gomes da Costa
Portugueses Primeiro: Auto-defesa contra os Racistas anti-Portugueses!