segunda-feira, 30 de julho de 2018

Amanhã, pelas 12h30: o PNR vai protestar contra a hipocrisia monumental do Bloco de Esterco


     Julgo que todos os meus leitores portugueses estarão ao corrente do Caso Robles, que é um exemplo bem ilustrativo da verdadeira natureza dos políticos de Esquerda. Mas, para os meus leitores brasileiros e para aqueles que eventualmente tenham estado de férias isolados do resto mundo, aqui fica um excelente resumo feito pelo José Manuel Fernandes (sim, ele é um direitinha mas, neste caso em concreto, está 100% certo):




E um outro vídeo em que fica perfeitamente demonstrada a hipocrisia e o cinismo do artista:




Eu nem ia mencionar este caso aqui no TU porque, felizmente, a direitinha portuguesa condenou em uníssono esta grande pouca-vergonha nos mé(r)dia. Só que o único partido de verdadeira oposição em Portugal, o nacionalista Partido Nacional Renovador (PNR), decidiu ir mais longe e usar as tácticas da Esquerda contra a Esquerda:



Brilhante, simplesmente brilhante! Esta acção terá lugar amanhã e eu apelo a todos os lisboetas com disponibilidade que compareçam! Na sua página de Facebook, o PNR explicou o evento desta forma:
«Se temos esta vergonha de políticos medíocres, vigaristas e aldrabões, é porque há quem vote neles. A culpa é dos eleitores, que parece que gostam de ser roubados.
Nós não! Lutamos pela justiça e pela ética nos cargos públicos. Não toleramos esta constante pilhagem ao erário público, por parte dos "pulhíticos" do sistema, aldrabões e hipócritas, que se servem dos cargos em vez de servirem.
No dia 31, às 12:30 horas, vamos "oKupar" o prédio do político de Extrema-Esquerda-caviar.
Venha connosco mostrar a justa indignação daqueles que não são cúmplices desta imoralidade.»

Notem que o emprego do "k" em "okupar" é uma ironia deliberada que visa satirizar a incoerência dos movimentos "okupas" da extrema-esquerda, que se calaram que nem ratos perante o Caso Robles. Deixo também aqui este pertinentíssimo comentário de João Pais do Amaral, o Vice-Presidente do Partido Nacional Renovador (PNR):

«Os milhões da hipocrisia
Ainda não percebi a surpresa acerca do negócio que o Ricardo Robles, do Bloco de Esquerda, concretizou. A Esquerda vive do capitalismo, vai buscar financiamento ao capitalismo, convive bem com o mesmo, não abdica do luxo, das comodidades, da vida fácil e até dos maneirismos. São muito polidos, educados e cheios de cursos universitários. Se virmos bem, estes “representantes” do povo, não sabem o que é o trabalho, vivem das negociatas e da especulação que tanto criticam, mas estão sempre dispostos a repartir a riqueza dos outros. Esta Esquerda e a sua extrema, são aquelas que se apoderaram dos despojos do 25 de Abril, os seus filhos e netos são os que hoje ditam as leis, controlam os meios de comunicação social e todo o aparelho produtivo do Estado para o qual todos nós contribuímos.


Os seus pais, os revolucionários, são os que controlam o capital, os capitalistas que lhes pagam as contas e lhes permitem ter uma qualidade de vida acima do resto da população. Os partidos do sistema estão repletos deles, numa dinastia democrática, em que só obtém título, aqueles que nasceram no seu seio ou estão dispostos a prostituírem-se em benefício próprio.
Hoje não existe Esquerda, extrema-Esquerda ou Direita. Existem sim, uns milhares de privilegiados, e seus descendentes, que se apoderaram do sistema partidário e que através do sistema eleitoral, com a conivência do pior do capitalismo e da comunicação social, vão-se mantendo no poder e partilham entre si os dividendos. Enquanto os portugueses trabalham por tostões, todos estes transpiram milhões.»

Aqui fica uma foto com a fachada do prédio em causa, para aqueles que quiserem participar na acção do PNR. Recordo que a morada é: Rua Terreiro do Trigo, nº 14, Lisboa.


Para aqueles que, tal como eu, não forem de Lisboa, deixo aqui um mapa com a localização do prédio (clicar na imagem para aumentar o seu tamanho). O prédio do Robles fica a escassos metros do Museu do Fado:


21 comentários:

Anónimo disse...

Boa tarde Afonso.

A hipocrisia está no ADN da esquerda, PCP incluido, e esta situação só choca pela dimensão.

Há muita coisa para ser apurada, em especial se houve conivência da Segurança Social, da Cãmara de Lisboa e da CGD. Mas também gostava de saber em quanto estão avaliados os imóveis deste senhor e se ele pagou o adicional ao IMI (lembra-se, aquele imposto criado por sugestão da mana Mortágua?).

Não moro em Lisboa mas, se morasse, não faltaria à convocatória do PNR. Espero que os que vão façam bastante ruido.

Cumprimentos,

Ana Maria


Afonso de Portugal disse...

«A hipocrisia está no ADN da esquerda, PCP incluido, e esta situação só choca pela dimensão.»

Sim, pela dimensão, pela defesa descarada que o BE fez do caramelo, a começar pela sonsa da actriz que o lidera, e pela demora do caramelo a demitir-se. Mas só quem andar muito distraído(a) é que podia esperar outra coisa: os partidos do nosso par(a)lamento só se antagonizam nas questões económicos, em tudo o resto concordam, sobretudo na mundivisão globalista e na aposta na imigração massiva.



«Mas também gostava de saber em quanto estão avaliados os imóveis deste senhor e se ele pagou o adicional ao IMI (lembra-se, aquele imposto criado por sugestão da mana Mortágua?).»

Vindo desta gentalha, tudo é possível. A confirmar-se, ficará provado que a malta do BE não só é arrogante e hipócrita, é também estúpida, porque era inevitável ou pelo menos muito difícil que um negócio desta magnitude continuasse escondido. Imagine-se Portugal a ser governado por estes incompetentes!



«Espero que os que vão façam bastante ruido.»

Eu também, ainda bem que eles não decidiram cancelar o evento na sequência da demissão do caramelo!

Saudações nacionalistas!

Emidio disse...

Bom dia caríssimos. Este caso é bem elucidativo, acabando por demonstrar na perfeição que os que apregoam os ideais socialistas e esquerdistas muito modernaços, não os aplicam a eles próprios...
Gostaria aqui de perguntar ao Afonso, eu que já militei no PNR tendo depois deixado de o fazer, como está o partido actualmente? Evoluiu ou não, aprendeu ou não, com os erros cometidos no passado?
Estou muito longe de Lisboa e não dá para compreender o que por ali se passa.
Também gostaria aqui de deixar um conselho (ou farpa..), o propósito ideológico do PNR esteve sempre muito focado em uma certa via. Eu acho que isso deveria mudar, e seria talvez altura de tentar uma aproximação a outros partidos minoritários e sem expressão que já existem no panorama político. Um deles poderia muito bem ser o partido monárquico, desde que os complexos político-ideológicos não venham ao de cima. O PNR por si só, nunca mais lá chegará. Não tem qualquer hipótese.
Mas isto são conjugações minhas que podem estar erradas. Cumprimentos, Emídio.

Afonso de Portugal disse...

Bom dia, Emídio

«Gostaria aqui de perguntar ao Afonso, eu que já militei no PNR tendo depois deixado de o fazer, como está o partido actualmente? Evoluiu ou não, aprendeu ou não, com os erros cometidos no passado?»

É difícil responder a esta pergunta sem saber a que erros é que o caro Emídio se refere em concreto. O maior problema do PNR, em minha opinião, era a má imagem proporcionada pelso militantes nacional-socialistas afectos à Frente Nacional. Mas esse problema foi resovido há vários anos, aquando da saída do skinhead Mário Machado do partido.


«(...)seria talvez altura de tentar uma aproximação a outros partidos minoritários e sem expressão que já existem no panorama político. Um deles poderia muito bem ser o partido monárquico, desde que os complexos político-ideológicos não venham ao de cima.»

A ideia é boa, mas devo esclarecer que eu não sou dirigente do PNR, apenas militante. E, tal como o Emídio, eu também não sou de Lisboa, sendo lá que as grandes decisões são tomadas. Devo no entanto fazer um alerta em relação ao PPM: apesar de o próprio presidente do PNR ser monárquico, eu não estou convencido de que os monárquicos em geral se preocupem com a preservação do Portugal europeu, branco (pelo menos maioritariamente) e de cultura ocidental. Quase todos os monárquicos que conheci eram minho-timoristas, saudosistas do Império Colonial. É muito difícil a um nacionalista fazer alianças com pessoas que pensam assim...


«O PNR por si só, nunca mais lá chegará. Não tem qualquer hipótese.»

Bem, apesar de tudo o partido tem crescido. Pouco, é verdade, mas tem crescido. Por exemplo -e já que se estava a falar do PPM-, o PNR teve quase o dobro de votos dos monárquicos nas últimas legislativas. Isto não é uma competição, obviamente, mas é preciso ter em conta que há uma inércia política muito grande por parte do eleitorado português, temos demasiadas pessoas que acham que é preferível não votar a votar nos pequenos partidos. E depois ainda há muitos portugueses que, estando preocupados com o globalismo, acham que o PNR é demasiado radical e extremista ou que as pessoas do PNR não estão preparadas para governar.

Repare-se que todas estas posições são falácias: não votar não resolve nada, porque o resultado dos sufrágios não é afectado pelo nível de abstenção; votar nos partidos "moderados" perpetua o globalismo porque esses partidos são globalistas; e o PNR não vai ser governo tão cedo, pelo que não votar no PNR porque os seus candidatos "são incompetentes" não faz sentido. Quem votar no PNR hoje em dia tem de perceber que está a fazer um investimento a muito longo prazo, não se passa de 27 mil votos para 2 milhões de um acto eleitoral para o seguinte! Repare-se que mesmo que o PNR duplicasse a sua última votação, dificilmente conseguiria eleger um único deputado! O PDR do Marinho Pinto teve mais de 60 mil votos e não conseguiu...


Bom dia, Ana Maria

«Mas também gostava de saber em quanto estão avaliados os imóveis deste senhor e se ele pagou o adicional ao IMI (lembra-se, aquele imposto criado por sugestão da mana Mortágua?)»

Parece que a cara Ana Maria acertou em cheio:

http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/robles-escapa-ao-pagamento-do-imposto-mortagua-no-predio-em-alfama-339767

Anónimo disse...

Olá Afonso. Foi só um palpite. Era de esperar que não quisesse provar do próprio veneno. Mas este não é caso isolado. São mesmo todos hipócritas. Basta ver a vida de burgueses que levam.
Cumprimentos.
Ana Maria

Anónimo disse...

Jovens das africa e brasil em Portugal:

https://observador.pt/2018/08/02/mais-de-100-pessoas-envolveram-se-em-agressoes-na-praia-de-carcavelos-veja-os-videos/

tudo para correr bem, estamos bem tramados.
Obrigado ps, psd,pcp,be,cds

ass. Paulo

RAMIRO LOPES ANDRADE disse...

Amigo Afonso

Olhe só na praia de carcavelos, nossos jovens pretinhos a se integrarem totalmente em nosso país ....... é lindo !!!
Mandem vir mais, tamos bem ferrados !!!!!!!!!!

Abraços.

Ramiro

https://www.jn.pt/local/noticias/lisboa/cascais/interior/mais-de-100-pessoas-envolveram-se-em-rixa-na-praia-de-carcavelos-9672932.html

Polícia
Mais de 100 pessoas em rixa na praia de Carcavelos

luis barreiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
luis barreiro disse...

Link correcto http://videos.elmundo.es/v/0_ovcabeay-asi-ha-sido-la-agresion-de-unos-manteros-a-un-turista-en-barcelona?count=0

Anónimo disse...

https://observador.pt/2018/08/02/mais-de-100-pessoas-envolveram-se-em-agressoes-na-praia-de-carcavelos-veja-os-videos/

Mais uma animada festa nas praias de Lisboa entre gente bronzeada :p

Ass: FdT

Anónimo disse...

Em relação ao Robles: o homem tem olho para o negocio pá! é mais um branquinho esquerda-caviar que não joga com o baralho todo e de burro não tem nada (apesar de ter sido "apanhado")...estes Robles gostam mesmo é de viver em cidades "cosmopolitas" e ganhar a vida com negócios imobiliários enquanto andam no circo me(r)diatico a pedir mais "refugiados" e menos especulação imobiliária....o que estes Robles mereceriam ambos sabemos meu caro...

Ass: FdT

Anónimo disse...

https://www.cmjornal.pt/multimedia/detalhe/novo-video-mostra-rixa-com-mais-de-100-pessoas-na-praia-de-carcavelos

Anónimo disse...


E mandam calar as ideias incómodas:

https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/web-summit-retira-marine-le-pen-da-lista-de-oradores-da-conferencia

Nuno

Anónimo disse...


Passamos ao frasco do conta-gotas mas a dose é igual e o remédio continua errado.

https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/portugal-vai-receber-30-migrantes-de-navios-humanitarios

A generosidade tem custos imediatos e futuros, habitualmente descurados e imprevisíveis. Vamos aos mercados de capitais pedir mais dinheiro emprestado para suportar esta e outras tolices.

O assunto continua na ordem do dia e tem muito que se lhe diga. Veja-se nesta notícia a articulação subjacente entre os países mais expostos ao fatalismo europeu, em que o nosso é vítima por arrastamento e pelo seu proactivismo.

Nuno

Afonso de Portugal disse...

Obrigado pelos vários links, caro Nuno. Tenho passado os últimos dias longe do computador, mas vou ver se corrijo isso volto a actualizar o TU nos próximos dias.

Saudações nacionalistas!

Pedro disse...

Queria saber como foi a manifestação do PNR contra o Robles.

Ludovici disse...

Aplaudo esta iniciativa a 100%. Este é precisamente o tipo de dinamismo que a direita precisa em Portugal. A esquerda não tem absolutamente vergonha nenhuma na cara e é preciso chamar isso à atenção do cidadão médio, que ainda se deixa enganar pelas falinhas mansas destes vampiros.

Um exemplo notável da hipocrisia de esquerda é aquela cabra "liberal" nos EUA que todos os anos festejava o aniversário do Dr. Seuss mas quando a Melania Trump ofereceu colecções inteiras do Dr. Seuss a várias bibliotecas escolares ela rejeitou os livros, afirmando que os livros são "racistas" e "discriminatórios":

http://thefederalist.com/2017/09/29/librarian-rejected-melania-trumps-racist-dr-seuss-books-celebrated-seusss-birthday-costume/

Lendo o "Rules for Radicals" do Saul Alinsky ou o "Dawn and Decline" do Max Horkheimer, fica explícito que a esquerda se ri da direita por esta se obrigar a viver de acordo com as suas convicções. Elas aproveitam-se disso. Quando deputados de direita são, por exemplo, apanhados a trair as mulheres com imigrantes, como foi o caso agora na Noruega daquele monte de esterco pseudo-nacionalista que traía a mulher com uma iraniana, estes defensores da degeneração são os primeiros a vir para a praça pública demonstrar a sua indignação, feitas virgens ofendidas. Mas, voilà, a direita manteve-se fiel às suas convicções e expulsou imediatamente o gajo do partido.

É pedir muito que a esquerda faça o mesmo quando são os esquerdistas que vão contra as suas convicções? É. Porque para eles apenas interessa o partido e os interesses deste. Estas são as mesmas pessoas que criticam a Igreja Católica de abafar casos de abuso e mais não sei o quê. Mas quando é eles? Ahahah! É preciso perceber que isto não é hipocrisia no sentido vulgar do termo, este duplo parâmetro é deliberado e racionalizado por intelectuais.

Este caso do Robles faz lembrar o caso do Iglesias do Podemos, em Espanha: há uns anos ele criticou forte e feio um deputado do PP por comprar um apartamento por 600 mil euros e poucos depois ele e a mulher compram uma vivenda pelo mesmo valor (660 mil euros), justificando-se com a desculpa de que têm "três filhos para criar" e que o caso do deputado do PP era diferente, porque "comprou o apartamento para especular", sem em ponto algum apresentarem evidência disso.

http://videos.elmundo.es/v/0_lbumd7h3-asi-es-el-chalet-de-660000-euros-de-iglesias-y-montero?count=0

Depois deste escândalo, os militantes do Podemos, partido de extrema-esquerda que equivale ao nosso BE, foram a votos para decidir se o Iglesias se mantinha ou não como líder do partido. Resultado: Ganhou com mais de 60% dos votos, numa eleição que não era secreta (o que foge às regras elementares da democracia), ou seja, o próprio Iglesias pode agora ter acesso à informação de quem foram os militantes do seu partido que votaram a favor da sua manutenção e os que votaram contra ele. Mesmo ao estilo da União Soviética.

A esquerda é um vírus totalitário e maquiavélico, que não olha a meios para atingir o poder. Se me aparece mais algum direitista a dizer que a esquerda é "bem intencionada mas ingénua" leva um chapo na cara.

Anónimo disse...

https://twitter.com/andrejalesfaria/status/1031263187574956034

olha essa afonso refugiados diversos da venezuela enriquecendo o brasil com granadas e ameaçando policia federal aquele video portugal cu da europa perto disso é playground infantil

pvnam disse...

NACIONALISTAS ESQUEÇAM AS MANIFESTAÇÕES DE NACIONAL-PAROLISMO,LEIA-SE, MENOS CONVERSA E MAIS SEPARATISMO!
[mensagem em divulgação, ajuda a divulgar]
.
O pessoal do sistema SÃO NAZIS MESMO: eles não suportam a existência de outros... eles andam numa busca incessante de pretextos com o objectivo de negar o Direito à Sobrevivência de outros
.
Esqueçam a teoria do marxismo-cultural, e outras manifestações de nacional-parolismo,... CHAMEM OS BOIS PELOS NOMES: os economyistas são um bando de nazis mesmo --»» depois de terem sido feitos investimentos a pensar na substituição populacional de autóctones, os economyistas não suportam a existência de outros... ou seja, não suportam a existência de povos nativos a quererem ter o seu espaço no planeta, a quererem sobreviver pacatamente no planeta, e a quererem prosperar ao seu ritmo.
-» Obs 1: em pleno século XXI tribos da Amazónia têm estado a ser massacradas por madeireiros, garimpeiros, fazendeiros com o intuito de lhes roubarem as terras, muitas das quais para serem vendidas posteriormente a multinacionais; FMI's falam no assunto... népia - povos autóctones a viverem pacatamente no planeta e a prosperarem ao seu ritmo ia prejudicar o crescimento económico mundial em 0,0x %.
-» Obs 2: no passado povos autóctones da América do Norte, da América do Sul, da Austrália foram alvo de holocaustos massivos... para FMI's é «absolutamente natural» que um povo autóctone, ao colocar em causa certos e determinados interesses económicos, leve com um holocausto massivo em cima.
.
A mensagem dos nacionalistas só pode ser:
- ECONOMYISTAS, BANDO DE NAZIS, RESPEITEM O DIREITO À SOBREVIVÊNCIA DE OUTROS!
{nota: nazi não é ser alto e louro, blá, blá... mas sim, a busca de pretextos com o objectivo de negar o Direito à Sobrevivência de outros}
.
.
.
O importante legado dos nacionalistas para o futuro é:
-» criar condições para que as pessoas que valorizam mais a sua condição autóctone, do que a sua condição globalization-lover, possam viver em PAZ E LIBERDADE!
-» ou seja:
- Todos Diferentes, Todos Iguais... isto é: todas as Identidades Autóctones devem possuir o Direito de ter o SEU espaço no planeta -» INCLUSIVE as de rendimento demográfico mais baixo, INCLUSIVE as economicamente menos rentáveis.
.
.
Nota 1: Os 'globalization-lovers', UE-lovers. smartphone-lovers (i.e., os indiferentes para com as questões políticas), etc, que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa.
-»»» blog http://separatismo--50--50.blogspot.com/.
.
Nota 2: Os Separatistas-50-50 não são fundamentalistas: leia-se, para os separatistas-50-50 devem ser considerados nativos todas as pessoas que valorizam mais a sua condição 'nativo', do que a sua condição 'globalization-lover'.
.
Nota 3: Já há muito tempo que é a mesma coisa -» depois de comprarem uns mercenários... os economyistas pretendem fazer implodir Identidades Autóctones... Leia-se: é preciso dizer NÃO à democracia-nazi; isto é, ou seja, é preciso dizer não àqueles que pretendem democraticamente determinar o Direito (ou não) à Sobrevivência de outros!!!

Hdccfd Ngffft disse...

Venezuelanos diversos enrikeceram culturalmente brasileiro seduzindo ele com mulher e kuatro deles com paus no brasileiro esse desmundo nom sem fronteiras onde o enrikecimento e rejeitado pelos proprios venezuelanos do condado vizinho ke se parecem mais com pacaraima ke com seus compatriotas

Anónimo disse...

22 de agosto de 2018 às 00:35

pvnam lulz