quinta-feira, 21 de junho de 2018

Se dúvidas houvesse, o caso Aquarius mostra, mais uma vez, que não há alternativa ao Nacionalismo!


     Julgo que todos leitores do TU estarão ao corrente do caso Aquarius, mas vou fazer aqui um resumo curtinho para a posterioridade: o Aquarius é um daqueles odiosos barcos das ONGs da "caridadezinha", mais concretamente da franco-germânica SOS Méditerrainée, cuja tripulação se dedica de corpo e alma ao propósito globalista de ir buscar "refugiados" à costa do Norte de África para depois os despejar criminosamente na Europa. Há uns dias, o Aquarius pescou uma data de "pobres coitadinhos" no Mediterrâneo, 629 para ser exacto, vindos do Sudão e do Bangladeche. Note-se que o Bangladeche não está em guerra com ninguém e até está à frente de países como a China, a Jordânia, o Brasil  e os Estados Unidos da América no índice de paz global. Ou seja, os bangladechianos têm tanto de refugiados como eu tenho de marciano. Seja como for, até aqui temos apenas mais um caso corriqueiro da iminvasão da Europa pela via marítima, indistinguível de tantos outros do mesmo género. 

O Aquarius: um barco tripulado por criminosos anti-europeus.

Mas a história ganhou outros contornos quando o Aquarius tentou trazer a sua "carga" para a Europa. Seguindo aquilo que tem sido a prática habitual com os "refugiados" pescados no Mediterrâneo, a tripulação do Aquarius dirigiu-se ao porto mais próximo, o de Malta, mas esse país negou-lhe a autorização de desembarque. O Aquarius dirigiu-se então para Itália onde, até recentemente, tinha sido relativamente fácil despejar "seres humanos como nós" às carradas.

Só que houve algo que mudou nas últimas semanas: o nacionalista Matteo Salvini, do partido nacionalista Liga Norte, passou a ser o novo Ministro do Interior de Itália. E Salvini fez o que qualquer nacionalista digno desse nome faria: impediu o Aquarius de atracar em Itália, para indignação de todos os criminosos globalistas que querem acabar com a Europa. De nada serviram as pressões da UE, das ONGs da "caridadezinha" e de praticamente todos os outros governos europeus. Salvini, como nacionalista coerente, não cedeu e reiterou o fecho dos portos italianos a todos os navios negreiros.

Mas os refujiadistas tiveram sorte: em Espanha, o xuxalista Pedro Sánchez subiu recenemente ao poder e logo colocou os portos do seu país à disposição do Aquarius. Reparem no padrão: o nacionalista protege as suas fronteiras, enquanto o esquerdalhista escancara-as sem pensar duas vezes.

Matteo Salvini: "primeiro os italinos"!

Salvini foi entretanto recompensado: graças à sua actuação firme e resoluta, a sua Liga Norte subiu nas intenções de voto e já ultrapassou o até agora líder Movimento Cinco Estrelas. Ser fiel ao povo compensa! 

E quanto aos cretinos espanhóis que votaram na esquerda, aqui têm a sua merecida recompensa: imigrantes do terceiro-mundo até dizer chega! Faço votos para que que sejam tão "enriquecidos" como merecem, embora nestas coisas pague sempre o justo pelo pecador. Aliás, a "festa" já começou: vários estudantes espanhóis alojados numa residência universitária de Alicante foram obrigados a ceder os seus quartos aos iminvasores, apesar de terem pagado (ou "pago", como é agora estupidamente moderno dizer-se) por eles:
«Vários estudantes alojados numa residência estudantil local foram notificados para abandonarem as instalações no prazo de 24 horas, apesar de terem assinado contratos e pagado pelos seus quartos.
Rubén, estudante de alemão, foi notificado a sair, apesar de ter pagado 750 euros por mês pelo seu quarto. A sua mãe disse aos média locais que os estudantes tinham de sair "porque  os imigrantes traziam muitas doenças, pelo que não era seguro para eles permanecer no local". Mas a mãe do Rubén acredita que esta explicação deverá ser uma desculpa, porque dificilmente as autoridades colocariam centenas de imigrantes doentes no meio de uma cidade turística com tanto movimento.»

É óbvio que é uma desculpa! E bem esfarrapada, por sinal... mas os globalistas são mesmo assim, fazem questão de nos privar dos nossos direitos em nome da nossa segurança! Tudo isto para repetir, mais uma vez, aquilo que já todos os que lêem este blogue devem saber: contra a iminvasão, só mesmo o Nacionalismo se levanta. É por isso que só o Nacionalismo é solução!!

11 comentários:

Anónimo disse...

O nacionalista italiano, deveria pedir às autoridades militares para bombardear o navio pirata, principalmente quando havia mais de 600 invasores. Seria uma cena digna de Hollywood.

Unknown disse...

O grande absurdo foi eu estar a ver por acaso (eu nao dou audiencia à escumalha) esta noticia na Sic e a estupida da jornalista estar a falar em "mulheres e crianças", enquanto que nas imagens so apareciam grupos de grunhos constituidos 100% de homens novos. Não sei onde essa cabra estava a ver as "mulheres e crianças", mas é o absurdo dos nossos media.

Bruno Dias

Afonso de Portugal disse...

Os mé(r)dia sabem que podem manipular a opinião pública recorrendo à falácia das mulheres e, sobretudo, das "criancinhas". No Reino Unido os globalistas conseguiram que entrassem no país milhares de adolescentes muçulmanos fazendo-os passar por crianças!

E por falar em manipulação, o caro Bruno Dias chegou a ver a capa da mais recente edição da revista Time? Ela mostra uma criancinha a chorar com o Presidente Trump a olhar para ela com um ar trocista... só que a criancinha que foi usada nessa capa nunca foi realmente separada dos seus pais!

Unknown disse...

"E por falar em manipulação, o caro Bruno Dias chegou a ver a capa da mais recente edição da revista Time? Ela mostra uma criancinha a chorar com o Presidente Trump a olhar para ela com um ar trocista... só que a criancinha que foi usada nessa capa nunca foi realmente separada dos seus pais! "

Por acaso ainda não vi essa capa. Ao ponto que a nossa civilização esta a chegar, a ironia é que depois dizem que são as pessoas que escrevem blogs como o caro Afonso que criam as chamadas "fake news" (estou a usar um termo que uma jornalista portuguesa da tvi aplicou) Então e o ridiculo de mostrarem imagens de 2014, do tempo de Obama, de "criancinhas" fechadas em jaulas, e fazerem crer que são imagens actuais, fruto da politica do Trump? No estrangeiro já tiveram de admitir que a noticia é falsa, mas por aqui acho que a farsa ainda continua ( e o povão a continuar a acreditar, pelo menos uma parte) Ao que ridiculo a escumalha dos jornalistas descem. Estranho não falarem dos 221 000 novos postos de trabalho criados nos ultimos tempos graças à administração do Trump.


Bruno Dias

Afonso de Portugal disse...

Bruno Dias disse...
«No estrangeiro já tiveram de admitir que a noticia é falsa, mas por aqui acho que a farsa ainda continua ( e o povão a continuar a acreditar, pelo menos uma parte) Ao que ridiculo a escumalha dos jornalistas descem. Estranho não falarem dos 221 000 novos postos de trabalho criados nos ultimos tempos graças à administração do Trump.»

Eu já me convenci de que os nossos mé(r)dia são autênticas sucursais dos mé(r)dia estrangeiros, caro Bruno Dias. Não há outra explicação, a linha editorial é a mesma, as mentiras, distorções e omissões são as mesmas, a falta de carácter e de vergonha na cara são as mesmas! Têm todos a mesma escola, apenas mudam a dimensão do negócio e da audiência.

Nem é preciso irmos mais longe, basta olharmos para aquele que é, supostamente, o jornal online mais à direita de Portugal, o Observador: raro é o dia que não traga um artigo anti-Trump, um artigo pró-globalismo, um artigo anti-"populista" e, de vez em quando, até um artigo pró-feminista! Com direita destas não precisamos de esquerda...

Pequena Marilu disse...

Impressionante, os jovens pagaram a estadia desses refujidistas,quer dizer agora só falta é mandarem-nos adotar esses "coitadinhos".
Mas Europa,não acorda.
Também fiquei surpresa ao saber que o meu avô parece ser um nacionalista, ele quando vou com ele no carro só fala mal do António Costa e da esquerda em geral. Ele diz que concordava com algumas ideias de Salazar, porém que ele cometeu muitos erros. Eu discordo com algumas das suas ideias, mas fico feliz que ele não seja um esquedelho.
Pois cá, na minha zona é só comunistas ou socialistas, no máximo da direita canhota, inclusive o Jerónimo de Sousa é do meu concelho 😓.
Abraços de Liberdade
Marilu

Pequena Marilu disse...

Ps:Não me lembro se já tinha dito isso.

Afonso de Portugal disse...

Pequena Marilu disse...
«os jovens pagaram a estadia desses refujidistas,quer dizer agora só falta é mandarem-nos adotar esses "coitadinhos".»

LOL, não lhes dês ideias, amiga! Da próxima vez, ainda são capazes de dizer: "OK, OK, vocês podem ficar com o vosso quarto... desde que o partilhem com um imigrante"! 😈


«Mas Europa,não acorda.»

O problema é que a esmagadora maioria das pessoas nem sequer sabe que isto está a acontecer. As pessoas praticamente só vêem as notícias que passam na televisão... e a televisão nunca mostra estas coisas!


«Também fiquei surpresa ao saber que o meu avô parece ser um nacionalista, ele quando vou com ele no carro só fala mal do António Costa e da esquerda em geral. Ele diz que concordava com algumas ideias de Salazar, porém que ele cometeu muitos erros. Eu discordo com algumas das suas ideias, mas fico feliz que ele não seja um esquedelho.»

LOL! É natural... se calhar o teu avô lutou no Ultramar, viveu num Portugal praticamente todo branco e em que se podia andar à vontade nas ruas, mesmo durante a noite. Eu não simpatizo com o Salazar porque acho que ele falhou redondamente ana contenção do comunismo. A sua negligência em relação ao combate à ideologia marxista abriu caminho a esta deprimente Terceira República em que vivemos. Mas, por outro lado, também já percebi que a História é sempre escrita pelos vencedores, pelo que de certeza que há muitos méritos que o Estado Novo tinha que não são reconhecidos na actualidade.

Por exemplo, uma acusação que se faz constantemente ao Salazar é que o homem gostava de manter o povo português analfabeto. Como prova disso, o esquerdalho diz-nos que Portugal é um país atrasado, em termos de indicadores educativos, em relação ao resto da Europa. Só que há um "pequeno" pormenor que eles omitem: Portugal já estava atrasado nos indicadores educativos ANTES de o Salazar ter chegado ao poder, pelo que não lhe podemos atribuir toda a culpa!


«Pois cá, na minha zona é só comunistas ou socialistas, no máximo da direita canhota, inclusive o Jerónimo de Sousa é do meu concelho 😓.»

LOL As grandes cidades são particularmente vermelhas, é um facto. Aqui no Porto também há muitos comunas e bloquistas. As pessoas de direita estão sobretudo no interior. Já houve alguém que disse: "quanto mais próximo da terra, mais longe do esquerdalho"! Infelizmente, já não sei quem foi que disse...😩

🇵🇹 Abraços Nacionalistas! 🇵🇹

Afonso de Portugal disse...

Olha lá, tu consegues ver os comentários do YouTube? Hoje, não sei porquê, parece que não carregam! E o sininho das notificações já não fica vermelho há já para aí uma semana!

Pequena Marilu disse...

Já verificaste as definições, tu podes escolher se não queres notificações, talvez tenhas carregado no botão errado.

Afonso de Portugal disse...

Deixa lá, já passou... foi mesmo estranho, os comentários não carregavam, nem mesmo nos vídeos! :|