sexta-feira, 22 de junho de 2018

A hipocrisia monumental dos críticos da política de imigração da Administração Trump


      Esta semana, os idiotas úteis que engolem tudo os mé(r)dia lhes servem sem pensarem duas vezes praticamente não falaram de outra coisa: "ai, que horror, o Trump está a separar as crianças imigrantes das suas famílias, que monstro"!!! Vejam por exemplo esta fotografia, na qual se podem ver várias mulheres e menores enfiados numa jaula:



Horrível, não é? O Presidente Trump é um canalh... ups, esperem lá, que a foto é de 2014, ou seja, do tempo do segundo mandato de Obama!  E o que dizer em relação a isto?



"Obama, não me separes da minha mamã"?! Mas então o Nobel da Paz também já separava as crianças imigrantes das suas famílias, pá?!?! 😧



"Parem as deportações e a separação de famílias"??? Meu Deus, afinal o Nobel da Paz Obama é um monstro como o Trump! Mas... mas... se o Obama fez o mesmo que o Presidente Trump, então porque é que só agora se fala na separação das famílias? 😒

Ou, como bem fez notar o sempre excelente cartunista António Branco:




Em suma, isto não tem nada a ver com humanidade ou compaixão pelas crianças! Isto tem tudo a ver com hipocrisia e oportunismo político! A Lei pela qual Trump tem sido criticado já vem do tempo do tarado papa-secretárias Clinton, sendo que a política de separar os menores das suas famílias já vigorava no tempo do mulato merdama! E quem tiver dúvidas, pode ouvir o próprio homem:




A "jovem" senhora que se segue, de seu nome Deneen Borolei, denuncia neste vídeo várias das mentiras a que recorreram os críticos do Presidente Trump.




Ainda mais brilhante é este vídeo do nosso já bem conhecido Paul Joseph Watson, apesar de ainda não ter sido traduzido e legendado. Atenção que o vídeo mostra ainda mais fotografias de crianças imigrantes detidas durante a presidência do mulato merdama!

4 comentários:

Pedro disse...

Em um país normal, se você comete um crime, você vai para a cadeia e é separado da família. Imigrantes ilegais são criminosos. A solução é deportar a família inteira e construir logo o muro.

Afonso de Portugal disse...

Exactamente, caro Pedro. Se eu e a minha mulher roubarmos um banco, iremos para a prisão e os nossos filhos serão separados de nós. As acusações do esquerdalho são por isso pura e simplesmente hipócritas.

E o Presidente Trump esteve bem, mais uma vez: se não pode separar, então todos terão deportação prioritária. Mas esse muro está demorando demais!

Bilder disse...

E depois falta o "muro"(que a bem dizer significa parar de ir apanhar os ilegais no mar e promover o retorno dos que já entraram)no mediterrâneo.Se querem ajudar que os ajudem nas suas terras.Ponto final

Afonso de Portugal disse...

Bilder disse...
« E depois falta o "muro"(que a bem dizer significa parar de ir apanhar os ilegais no mar e promover o retorno dos que já entraram)no mediterrâneo.Se querem ajudar que os ajudem nas suas terras.Ponto final»

Parar de os apanhar parece-me impossível, porque os governos não controlam os barcos das ONGs e também não podem afundá-los legalmente. O grande problema é que a Europa tem recompensado as tripulações desses barcos e os imigrantes que vêm neles: ao não os expulsar, a Europa premeia a sua atitude criminosa e incentiva a que ela seja cada vez mais repetida. É um círculo vicioso que, até agora, apenas Salvini conseguiu quebrar de forma convincente. Receio no entanto que seja sol de pouca dura. Vamos ver o que acontece nas próximas semanas...