sexta-feira, 25 de maio de 2018

Stefan Molyneux sobre a detenção verdadeiramente orwelliana do Tommy Robinson


      O vídeo não tem legendas, porque os acontecimentos que o Sr. Molyneux comenta têm apenas algumas horas. A mensagem central é a seguinte: é impossível não traçar paralelos entre o que aconteceu hoje ao Sr. Robinson e àquilo que os sobreviventes dos gulags soviéticos descreveram sobre as suas detenções!




Não resisto a sublinhar aquilo que o Sr. Molyneux diz aos 6m47s:
«Se olharmos para o tempo que foi preciso para que o governo do Reino Unido começasse a lidar com as violações, tráfico sexual e tortura de meninas, estamos a falar décadas, décadas!!! E não podemos desprezar o fenómeno das redes sociais como forma de pressão do governo britânico para finalmente começar a agir nesse sentido!
...Mas vejam quão rapidamente agiram com o Tommy Robinson!»

3 comentários:

João disse...

Esta gente, numa futura Europa libertada, também tem de ser detida, julgada e enforcada numa hora. Só assim se fará justiça à traição que estão a fazer à Europa. A Grã-Bretanha passou a ser, oficialmente, um estado totalitário.

Afonso de Portugal disse...

O mais revoltante é que, mesmo que consigamos libertar a Europa das garras desta autêntica máfia, muitos dos promotores deste sistema já terão morrido. Criaram deliberadamente as condições para que as futuras gerações europeias encontrem um autêntico inferno na terra, mas eles não viveram -e nalguns casos, não viverão- para vê-lo concretizar-se.

Uma das nossas maiores responsabilidades no meio disto é deixarmos a história bem contada para as gerações vindouras. Porque esta gente triunfa também pelo apagamento da memória colectiva. Aliás, esta condenação do Sr. Robinson tem precisamente a ver com isso, impedir que se conte a história dos gangues sexuais "asiáticos"...

Ricardo Amaral disse...

A origem da desgraça nacional(na senda da desgraça europeia que abriu as portas à insanidade "liberal-progressista" global e maçónica com os "belos" resultados evidenciados em Inglaterra e França etc) https://cascalenses.blogs.sapo.pt/o-obelisco-da-memoria-em-angra-do-54062 (nota: e eu não sou apoiante da Igreja romana como já deixei claro em outras ocasiões,nem da antiga nem da actual parceira do liberal-progressismo global e maçónico)