quinta-feira, 5 de abril de 2018

Paul Joseph Watson: «A verdade sobre as redes sociais» (com legendas)


     Aqui fica um pertinente alerta e uma reflexão interessante sobre os efeitos nefastos do uso excessivo das redes sociais, tanto a nível individual como em termos colectivos.

3 comentários:

Ricardo Amaral disse...

Curiosamente estive a ver a página do sapo há poucos minutos e encontrei artigo que diz que o congresso dos states vai precisamente fazer essa pergunta(entre outras)que é "o facebook devia ser considerado um vício tal como o tabaco?".Só tem uma coisa que me faz espécie,será que tudo isto teria importância não fosse a questão Trump(e a tal suposta intromissão nas eleições?).Atenção que estou a fazer uma pergunta retórica(pois não sou ingénuo).

Afonso de Portugal disse...

«Curiosamente estive a ver a página do sapo há poucos minutos e encontrei artigo que diz que o congresso dos states vai precisamente fazer essa pergunta(entre outras)que é "o facebook devia ser considerado um vício tal como o tabaco?"»

Vai ser claramente uma sessão para inglês ver. O Zucas só precisa de assegurar aos congressistas que colaborará para o Estado para que os pulhíticos lhe "perdoem" imediatamente. O Fuçaslivro não assutada nada os globalistas, antes pelo contrário. O que os assusta é ainda não o controlarem totalmente...


«Atenção que estou a fazer uma pergunta retórica(pois não sou ingénuo).»

LOL! Exactamente...

Raghnar disse...

PJW sempre em grande, admiro a grande capacidade que tem em satirizar as incoerências neomarxistas sempre no alvo certo.

Não sei se já viu a posta do Professor Balbino sobre as bases de uma alternativa de direita para o país. Concordo com a grande maioria delas e penso que pode ser uma base de reflexão para começar a inverter o domínio avassalador da esquerda no rectângulo:

http://doportugalprofundo.blogspot.pt/2018/04/vetor-ideologico-e-politico-do-programa.html

Sou fã do Professor desde que prestou o grande serviço de desmascarar a "licenciatura" de Pinto de Sousa, contra os vis ataques daquela poderosa central de propaganda. Não concordando em tudo, tem o grande mérito de reunir grandes reformas tanto na economia como nos costumes, penso que gostará de ler se já não o fez. Bom fim-de-semana a todos...