sexta-feira, 23 de março de 2018

«A Europa Desperta»


     Hoje apercebi-me que, ultimamente, não tenho republicado aqui no TU os artigos do único partido nacionalista português, o Partido Nacional Renovador (PNR). Uma falha grave da minha parte, que irei colmatar durantes os próximos dias.

«Felizmente que os povos europeus estão a acordar e a adoptar os valores nacionalistas e patrióticos, manifestando isso na altura de depositarem o boletim de voto.  

Todas as mentiras, sistematicamente repetidas, acerca das maravilhas que esta (des)União Europeia nos traz, já há muito que caíram por terra na mente de inúmeros eleitores. Se é certo que alguns poucos beneficiaram com esta “Europa” que nos é imposta, todos os outros têm ou tiveram de pagar bem caro para esses poucos beneficiados.

A invasão islâmica, com o patrocínio de Merkel e de Juncker, foi um forte alento para que os partidos nacionalistas, anti-sistema e eurocépticos tivessem vindo a obter cada vez mais apoiantes, já que é a nossa identidade e modo de vida que estão a ser ameaçados. Sendo nós um país periférico, ainda não sentimos o problema como, por exemplo, em Itália, que votou maciçamente contra a União Europeia e a invasão imigrante, mas é uma questão de tempo. Temos a certeza que também esse sentimento, entre nós, irá traduzir-se na eleição de deputados do PNR para a Assembleia da República a curto-prazo. 

Se sente o mesmo e quer que isto mude, ajude e adira ao PNR, o partido dos nacionalistas portugueses!»

Sem comentários: