quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Sobre os cinco golos sem respota que o FC Porto sofreu ontem na sua própria casa


     Quem segue este blogue saberá um dos meus ódios mais apaixonados é reservado ao futebol profissional. Quase tudo no "desporto-rei" (da selva) me mete nojo, desde o analfabetismo funcional dos jogadores, que não deixam de ganhar rios de dinheiro por terem um QI de apenas dois dígitos, até à corrupção mafiosa que caracteriza a esmagadora maioria seus dirigentes, passando pelo globalismo patológico dos empresários, treinadores e "jornalistas" desportivos.

Do ponto de vista racialista, o deslumbramento com o futebol profissional não faz sentido nenhum: o futebol está pejado de jogadores alógenos -feios como as hienas e burros como calhaus, mas demasiadas vezes a ganhar mais dinheiro num mês do que o português médio em vários anos. E como se não bastasse, muitos desses jogadores alógenos acabam por se juntar a mulheres portuguesas e a reproduzir-se com elas, contribuindo para aumentar a mestiçagem e para destruir (ainda mais) o nosso património genético.

E tudo isto a troco de quê? De momentos "épicos" como este, com que os adeptos do FC Porto foram ontem presenteados no seu próprio estádio:


Eu sei que isto de pedir às pessoas que deixem de vibrar com o futebol é um pouco como pedir a um "jovem refugiado" que deixe de violar mulheres europeias, mas... a sério, não haverá melhor forma de um homem adulto passar o seu tempo livre do que a ver -e a sofrer com- a tristeza deprimente que é cada vez mais o futebol?

____________
Ver também:

Sobre a "brilhante" campanha europeia do glorigozo
Triste futebol: "jovem" jogador do Tondela rouba colegas de equipa
Antiga promessa do SLB alvo de queixa por violência doméstica
A irmã do Ronaldo vai casar com um árabe egípcio?
Resumindo o que se está a passar na NFL em poucas palavras...
Triste futebol: o Vitória de Guimarães jogou contra o Salzburgo sem um único europeu em campo!

9 comentários:

Anónimo disse...

Diga-se já agora que todos os golos foram marcados por alogenos e diga-se não havia nenhum verdadeiro portuense e se calhar nenhum verdadeiro "bife" nascido em Liverpool em campo...havia 1 rapaz da região de Aveiro vá...

No fundo é apenas 1 grupo de mercenarios a jogar contra outro grupo de mercenarios, de genuino ficam apenas os simbolos e a memória (pouco recordada) dos antepassados nativos que criaram os 2 clubes.

Ass:FdT

Afonso de Portugal disse...

Brilhantemente resumido, caro FdT! Foi isso mesmo o que vimos ontem à noite, um duelo entre dois grupos de mercenários pagos principescamente. Quem foi ao estádio só teve o que merecia: uma banhada, tanto literalmente (chuva) quanto metaforicamente (goleada).

Pela minha parte, longe vão os tempos em que vibrava com o FC Porto. Depois de 2004, o clube ficou irreconhecível, transformou-se numa plataforma de interesses obscuros que eu não consigo compreender e que, nos últimos 12 anos, praticamente deixou de empregar jogadores nativos para ceder seu lugar a alógenos sem qualidade. O resultado está à vista: a qualidade do campeonato português desceu tão baixo que o Benfica fez a pior participação de sempre de uma equipa portuguesa na Liga dos Campeões e o Porto fez ontem esta linda figura, sendo que ainda há o jogo da 2ª mão para disputar.

Na selecção, o panorama ainda é pior: vencemos o Campeonato da Europa com uma sorte dos diabos… e eu preferia que nunca tivéssemos vencido, dada a constituição da "nossa" equipa, um Pretogal medíocre e frustrante. Até isso os globalistas nos tiraram, mataram a nossa identidade desportiva. Mas o povinho, pelo visto, não se importa…

Anónimo disse...

Tenho que fazer uma pequena correção ao meu comentário: houve um portuense em campo mas só entrou na segunda parte.

Ass:FdT

Afonso de Portugal disse...

Ah, bom... nesse caso tudo bem, o FC Porto está perdoado! :P

Anónimo disse...

Eu concordo contigo Afonso, mas também acho que isso se deve a um mal maior e o futebol é só mais um espelho da sociedade actual multicultural e multiracial que foi forçada aos portugueses e europeus em geral.

A equipa do FCP nos anos trinta:

https://2.bp.blogspot.com/-rJ8pNGdjbTo/U_dmEMwOHHI/AAAAAAAAAq8/QeywvpSJlEc/s1600/10624897_633905073391484_3608126847211555778_n.jpg

os adeptos:

https://www.youtube.com/watch?v=6jf5hK55MJA


ass;;
Fuas Roupinho

Afonso de Portugal disse...

Com a NBA e a NFL foi a mesmo coisa, caro Fuas Roupinho, houve tempos em aquilo era só brancos. Mas eu acho que o futebol consegue ser ainda mais nojento do que as sociedades europeias em geral. Desde logo, porque os alógenos estão sobre-representados nos clubes e selecções, mas sobretudo porque são idolatrados e pagos regiamente, o que lhes confere vantagens muito grandes sobre o nativo médio, em termos de acesso a bens materiais, cuidados de saúde e mulheres - e aqui estamos a falar das nossas mulheres!

Tudo pago por nós, europeus imbecis, que não temos força de vontade suficiente para deixar de acompanhar um desporto viciado, dominado por traidores mafiosos e cada vez mais jogado por invasores...

Anónimo disse...

Nem de propósito:

https://www.youtube.com/watch?v=94Js5Fr7VR4

Estes otarios bêbados dão tanta importância a ver uns gajos vestidos de vermelho, axul ou roxo marcar uns golos, que até são capazes de vender o próprio país, a própria religião, a própria mulher, o próprio cu...cambada de tristes, vermes sem espinha dorsal absolutamente nenhuma merecem tudo de mal que aconteça à Europa.

Ass: FdY

Jesus disse...

Pior é ver a seleção portuguesa oops quer dizer a seleção afro-brasileira, haha Deus queria que sejam eliminados logo na fase de grupos no Mundial, até prefiro que os muçulumanos e os hermanos ganhem á merda que é a """"nossa""""" seleção """""""""""""""""""""nacional"""""""""""""""""""""""""""""""""""

Afonso de Portugal disse...

FdT disse...
«Estes otarios bêbados dão tanta importância a ver uns gajos vestidos de vermelho, axul ou roxo marcar uns golos, que até são capazes de vender o próprio país, a própria religião, a própria mulher, o próprio cu...cambada de tristes, vermes sem espinha dorsal absolutamente nenhuma merecem tudo de mal que aconteça à Europa.»

Perfeitamente resumido, caríssimo! Não tenho nada a acrescentar, a não ser que esse vídeo segue já numa das duas próximas postas! Muito obrigado!


Jesus disse...
«Pior é ver a seleção portuguesa oops quer dizer a seleção afro-brasileira, haha Deus queria que sejam eliminados logo na fase de grupos no Mundial»

Sabe o que é mesmo triste, caro Jesus? É que eu cheguei a torcer intensamente pela selecção no Euro 96 e no Euro 2004! Tenho até vergonha de o confessar, mas vibrei com aquele jogo mítico Portugal x Inglaterra e quase chorei quando perdemos aquela final com a Grécia. E para quê? Para doze anos depois ter de ver uma merda de um "Afrogal", a jogar um futebol medíocre e com uma mijice repugnante a ser campeão da Europa com o golo decisivo a ser marcado por um guineense! PQP!! Que nojo!!!!