domingo, 16 de julho de 2017

Nos EUA: "jovens" e "loira" espancam e obrigam "pobre coitadinha" a sexo oral


Um 'muito obrigado!' ao Filho da Truta por nos ter trazido aqui esta história vibrante:

«Três pessoas foram detidas no Mississippi, EUA, depois de terem espancado brutalmente uma "jovem" de 23 anos, tendo-a forçado a fazer sexo oral antes das agressões. O ataque foi transmitido na sua totalidade em directo nas redes sociais.

De acordo com a polícia de Gulfport, as imagens foram vistas mais de 48 mil vezes antes de serem retiradas do Facebook Fuçaslivro. O vídeo mostra a jovem a chorar num sofá, enquanto é violentamente agredida por uma mulher loira. Vários homens circulam as duas enquanto gritam "não parem, não parem".

A jovem loura das imagens, Alexis Hudson, de 19 anos, assim como dois amigos, Ezzie Johnson e Kadari Fabien Booker, de 17 anos, foram detidos.»

Os agressores/violadores... que triozinho tão amoroso! Viva a diversidade, carago!

«A polícia adianta que a jovem agredida sofre de deficiência mental. Terá sido levada para casa de um dos detidos e fechada na casa de banho, tendo sido forçada a fazer sexo oral a um homem. Depois, perguntam-lhe se quer ir para casa e a jovem diz que sim. Os atacantes dizem-lhe que só pode sair dali "quando tiver a garganta inchada" e é nesse momento que a mulher é agredida.

Os três detidos estão acusados de abuso sexual e rapto e aguardam julgamento na prisão.»

É impressão minha ou a loura desta história pinta as raízes do cabelo de preto? 😜 Caso esta história vos tenha revoltado, lembrem-se, caros leitores: «a diversidade é a nossa força», pá!!!

Sem comentários: