quinta-feira, 15 de junho de 2017

Sobre tudo aquilo que o escroque Bergoglio (não) disse acerca do Islão


     Um muito obrigado! ao Dr. No por nos ter trazido aqui este compêndio de intervenções  deprimentes por parte do papa mais antiocidental de sempre:

«(...) Francisco I Bergolgio tem trabalhado de várias formas para separar os muçulmanos da violência, evitando sempre mencionar a palavra proibida: Islão. Conforme escreveu Sandro Magister, um dos jornalistas católicos mais influentes de Itália: "Perante a ofensiva do Islão radical, a ideia de Francisco Bergoglio é que devemos mitigar o conflito. (...)


O corpo diplomático do Vaticano tem muito cuidado para evitar as palavras "Islão" e "muçulmanos", negando que existe um choque de civilizações. Quando, em Agosto de 2016, regressava do dia mundial da juventude, na Polónia, Francisco Bergolgio negou que o Islão fosse intrinsecamente violento, afirmando que em todas as religiões, incluindo o catolicismo, existe um potencial violento. Antes disso, Francisco Bergolgio tinha dito que "há uma guerra mundial", mas negou que o Islão tivesse alguma relevância nela.

Em Maio de 2016, Francisco Bergolgio explicou que o "conceito de conquista" é fundamental para o Islão como religião, mas depressa acrescentou que alguns poderiam interpretar o Cristianismo, a religião que manda dar a outra face [ao inimigo], da mesma maneira. "O Islão verdadeiro e a leitura correcta do Alcorão opõem-se a todas as formas de violência, afirmara o papa em 2013. Um ano depois, Francisco Bergolgio declarou que "o Islão é uma religião de paz, compatível com o respeito aos direitos humanos e com a coexistência pacífica". Acrescentou que são as maleitas da economia global -e não o Islão- que inspiram os terroristas. Há algumas semanas, o papa disse ainda que "aqueles que se dizem cristãos mas não querem receber refugiados são uns hipócritas".»

____________
Ver também:

O Papa Chico(-esperto) foi finalmente consagrado como um traidor à Europa pelos seus pares!
Papa Chico, o podólatra!
Cardeal Patriarca de Lisboa decide dar uma de Bergoglio!
Deprimente: Portugal é o país onde o papa Francisco tem mais popularidade!
Papa Chico(-esperto) volta a choramingar pelos refujiadistas
Papa Chico(-esperto): "Buááá, não tratem os imigrantes como mercadorias, buááá!!!"
Papa Chico(-esperto) pede à Europa que receba mais imigrantes
Papa Chico(-esperto) quer mais imigração para a Europa
«A Europa deve "construir uma sociedade mestiça
Bergoglio diz que Donald Trump "não é cristão" por "querer construir muros".
Ainda sobre a troca de galhardetes entre o Papa e Donald Trump
Nos EUA: personalidades católicas assinam carta aberta contra Donald Trump
O Papa Chico(-esperto) chora pelos cristãos mortos no Médio Oriente (ou não!)
Papa Chico(-esperto) diz que "há limites para a liberdade de expressão"
Mais uma cretinice por parte do Papa Chico(-esperto)
Papa Chico(-esperto) preside a cerimónia religiosa com orações hebraicas e islâmicas no Vaticano
Papa quer "intensificar diálogo com o Islão"
Igrejas da Sicília usadas como dormitórios para os iminvasores
Sobre o périplo do Bergoglio pelos EUA
O Papa Chico(-esperto) fala claro: os países ricos devem sacrificar o seu crescimento
À atenção de todos os católicos nacionalistas
Igreja Católica apela aos Portugueses para que se vistam de branco pelos imigrantes
Mais uma da Igreja Católica "tuga"...
Bergoglio pede aos padres para perdoarem o aborto

8 comentários:

João disse...

Este indivíduo é um facínora. Chamar-lhe católico é um exagero porque ele distorce elementos fundamentais da doutrina da Igreja. Isto é o fruto de mais de sessenta anos de minagem após o concílio satânico, embora o problema viesse de antes. Os marxistas e a maçonaria conseguiram infiltrar-se ao mais alto nível, e deu nisto. Vamos ver se serão corridos ou o que é que sucederá. Não será fácil, que o povão ignorante idolatra o fulano.

Afonso de Portugal disse...

João disse...
«Não será fácil, que o povão ignorante idolatra o fulano.»

Essa é a parte que mais me deixa desconcertado! A popularidade generalizada deste imbecil, não apenas entre os "católicos" modernaços mas também entre os direitinhas (a Cristas e a Maria João Marques adoram-no) demonstra que estamos rodeados por gente completamente alheada da realidade! Será que ainda é possível dar a volta a isto?

João disse...

É a parte negativa da homogeneidade religiosa. Para mim, o facto de não termos tido conflitos religiosos e da Inquisição sempre ter zelado para que as ideias heréticas ficassem ao largo levou a uma homogeneização teológica que acaba por se revelar nefasta. O catolicismo português é superficial, sobretudo em termos de doutrina. Como se partiu do princípio que Portugal era e sempre foi católico nunca existiu um verdadeiro esforço evangelizador. Os portugueses desconheceram - e desconhecem -, largamente, as bases doutrinais da Igreja, o que permite a artistas como o bergoglio fazerem o que querem, tudo passa por doutrina porque é o papa que diz (ou os lacaios). Já tive, ao longo dos anos, alunas que dão catequese aos putos e são de uma ignorância que só visto. Por vezes refiro-lhe coisas básicas da doutrina católica e elas não conhecem e ficam pasmadas. Isso é só um exemplo, mas mostra bem como o catolicismo não tem profundidade doutrinal, entre nós.

Afonso de Portugal disse...

O que eu desconfio é que nem mesmo muitos dos padres têm essa profundidade doutrinal. Ou se têm, põem-na de lado quando se dirigem aos fiéis!

O mais grave é que me parece que essa análise se pode estender muito para além da Igreja, a toda a sociedade... e a vários níveis. Por exemplo, tudo aquilo que os jornalistas dizem é geralmente encarado como sendo verdadeiro. O cidadão médio não entende -nem quer entender- que os jornalistas têm patrões a quem são obrigados a obedecer e que por isso adoptam uma determinada narrativa, salientando certos factos e omitindo outros. Nas escolas e nas universidades passa-se a mesma coisa, a palavra do Professor é respeitada como se fosse a verdade absoluta, mesmo que o Professor não apresente dados ou referências bibliográficas que sustentem devidamente a sua posição. Ou seja, há um seguidismo acrítico pelas figuras de autoridade. O fenómeno está presente em todo o mundo, mas no caso português é verdadeiramente dramático...

Leitora disse...

Esse Francisco é uma figura.. Curiosidade, ele acomodou algum grupo de refugiados dentro do seu palácio fechadinho por imensas paredes, no Vaticano? Vc sabe ?

Afonso de Portugal disse...

Ouvi dizer que sim, duas dúzias de "refugiados" exclusivamente muçulmanos, só para inglês ver... a primeira dúzia foi recebida há um ano, a segunda dúzia há algumas semanas. Ou seja, o Vaticano só recebe 12 "refugiados" de cada vez.

Agora ponhamos a coisa em perspectiva: doze refugiados para quase um milhar de residentes no Vaticano, servidos por 2400 funcionários que vão dormir fora dos muros do Vaticano, na cidade de Roma! Que grande sacrifício deve ser!!!

PP disse...

O Papismo é heresia, nunca existiu na Igreja Primitiva.

Leitora disse...

hmm, não sabia. Obrigado por esclarecer.