quarta-feira, 7 de junho de 2017

Homem actual será 100 mil anos mais antigo do que se pensava


«A espécie humana tem pelo menos 300 mil anos, mais cem mil anos do que se conhecia até agora, indicam fósseis de "homo sapiens" encontrados no campo arqueológico de Jebel Irhoud, em Marrocos.»

Os restos mortais do "homo sapiens" encontrado em Marrocos, com cerca de 315 mil anos,
são os da esquerda. Os da direita correspondem a um ser humano moderno (fonte).

«A descoberta foi feita por uma equipa internacional de investigadores liderada por Jean-Jacques Hublin, do Instituto Max Planck de Antropologia Evolutiva (Leipzig, na Alemanha), e por Abdelouahed Ben-Ncer, do Instituto Nacional de Arqueologia e Património (Rabat, Marrocos).


A equipa descobriu ossos fósseis de "homo sapiens" bem como ferramentas de pedra e ossos de animais que serviam de alimentação.»

Por outras palavras, a ciência continua a não ter quaisquer certezas quanto à nossa origem...

Sem comentários: