quinta-feira, 18 de maio de 2017

Triste futebol: quase três dezenas de jogadores e dirigentes acusados de corrupção!


Nada que impeça os parolos de continuar a vibrar com os alógenos em campo, evidentemente...

«O Ministério Público requereu o julgamento, em tribunal colectivo, de 28 arguidos no âmbito da operação 'Jogo Duplo', que investiga viciação de resultados no futebol, indicou hoje a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL). Em comunicado, a PGDL esclarece que entre os arguidos estão "jogadores de futebol, um empresário, um dirigente, um director desportivo, uma SAD, bem como outras pessoas com ligações ao negócio das apostas desportivas".»

A tal SAD é a do Leixões Sport Clube.

«Em causa estão crimes de "associação criminosa em competição desportiva", "corrupção activa e passiva em competição desportiva" e "apostas desportivas à cota de base territorial fraudulentas". Entre Agosto de 2015 e até 14 de Maio de 2016, pode ler-se no comunicado, os arguidos "constituíram um grupo dirigido à manipulação de resultados de jogos das I e II ligas nacionais de futebol ('match-fixing') para efeito de apostas desportivas internacionais".

"Para tanto, aliciaram jogadores de futebol em Portugal para que estes interferissem nos resultados das competições desportivas em prejuízo das equipas que representavam, da integridade das competições, defraudando sócios e investidores dos clubes, espectadores e patrocinadores", aponta a PGDL, especificando que os arguidos terão recebido quantias "não inferiores a cinco mil euros" e lucrado com apostas cujos resultados "sabiam de antemão".

O Ministério Público requereu ainda a aplicação aos arguidos jogadores de futebol as penas acessórias de suspensão de participação nas I e II ligas, Campeonato de Portugal, taças da Liga e de Portugal, por períodos de seis meses a cinco anos. Para os treinadores é requerida uma pena acessória de proibição do exercício do cargo "por período não inferior a cinco anos e dois anos", pena semelhante à proposta para os dirigentes desportivos indiciados (proibição por período não inferior a três anos).

Para a SAD do Leixões, a única indiciada no processo, é proposta a "proibição de participação na I e II Ligas Nacionais de Futebol e de privação do direito a subsídios, subvenções ou incentivos outorgados pelo Estado, autarquias locais e demais pessoas colectivas públicas por um período não inferior a três anos".»

Recordo aos caros leitores que o Leixões Sport Club foi comprado por brasileiros em 2014...

________________________
Outras tristezas do futebol:

Triste futebol: Leixões vendido a brasileiros!
Tourizense acusado de crime de auxílio à imigração ilegal
Pinto da Costa visita Sócrates na prisão
Sócrates suspeito de ter entrado no negócio dos direitos televisivos do futebol
Câmara de Lisboa perdoa 1,8 milhões de euros ao Benfica
Triste futebol: quatro casos paradigmáticos
Triste futebol: FC Porto SAD gastou 5,1 M€ só para pagar a empresários
Sobre os salários dos seleccionadores do mundial de futebol de 2014
Triste futebol: Vieira e C.ª prostituem-se por 8 M€/ano
Ainda a propósito da corrupção na FIFA...
Triste futebol: mais um caso de corrupção envolvendo futebol e autarquias tugas
Triste futebol: vice do FC Porto alvo de buscas
Triste futebol: director do Benfica detido por tráfico de cocaína
Triste Futebol: pedófilo Carlos "1, 2, 3" Cruz denuncia compra de votos para o Euro 2004

Sem comentários: